27/06/2012

NACIONAL: Fim do fator previdenciário

 

O fim do fator previdenciário volta a ser discutido nesta quarta entre governo e centrais sindicais. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, se reúne hoje com líderes de partidos da base aliada para discutir a troca do fator previdenciário pela fórmula 85/95. Criado em 1999, o fator previdenciário leva em conta a idade da aposentadoria com a expectativa de vida do beneficiário. Quanto menor for a idade em que o trabalhador  se aposenta, menor será o benefício recebido, uma vez que há a expectativa de que esta pessoa passe mais tempo recebendo recursos do INSS.

A proposta 85/95, defendida pelo movimento sindical, estabelece que o trabalhador conseguirá aposentadoria integral ao completar 95 anos, somando o tempo de trabalho e a idade, no caso dos homens, e 85 anos,  no das mulheres. A proposta, de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), prevê também que a aposentadoria seja calculada com base na média dos últimos 36 salários de contribuição, apurados em período não superior a 48 meses.

A decisão sobre a reunião foi tomada nesta terça-feira na reunião de líderes políticos no Congresso. “Ficou praticamente encaminhada a votação do fim do fator na próxima semana”, disse o deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT-SP).  Para João Batista Inocentini, da Força Sindical, a extinção do fator é uma reivindicação de todas as categorias trabalhistas.

Fonte: Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!