10/03/2017

Juazeiro: SecultBA participa de abertura do Polo Teatral

 

Entre os dias 8 e 11 de março, em Juazeiro, o Centro de Cultura João Gilberto, espaço cultural administrado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), recebe o Polo Teatral - 2º Festival do Interior da Bahia, levando à cidade uma potente mostra das artes cênicas produzidas atualmente nos diversos territórios baianos. Em fevereiro, o evento já passou por Itabuna, no Centro de Cultura Adonias Filho, e depois ainda seguirá para Feira de Santana, na segunda quinzena de março, no Centro de Cultura Amélio Amorim, o que reforça a importância destes equipamentos públicos para o desenvolvimento das artes no estado. Quatro montagens, oficinas, uma roda de conversa e uma mesa redonda estão na programação. A entrada custa R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia) e a classificação é livre.

À frente da Diretoria de Espaços Culturais (DEC), setor vinculado à Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult), Maria Marighella estará presente na abertura das atividades do Polo em Juazeiro, reconhecendo o alinhamento desta iniciativa com as prioridades da gestão e aproveitando a oportunidade para dialogar com a comunidade cultural local. O Polo Teatral viabiliza o intercâmbio estadual a partir da seleção pública de espetáculos do interior do Bahia, com o intuito de fortalecer a cena teatral do estado. Neste ano, 12 peças foram escolhidas dentre mais de 100 inscrições. Cinco delas ainda vão concorrer no Prêmio Braskem de Teatro, onde disputarão na categoria Espetáculo do Interior.

PROGRAMAÇÃO

Nos dias 8 e 9 de março, às 15h, o espetáculo "Os Fogatas", da Cia. Cuca de Teatro, de Feira de Santana, mostra como se desenvolvem as relações interpessoais. Com técnicas de palhaçaria, animações em luva e muita música, a peça aborda temas que estimulam a boa convivência entre os indivíduos. Mais tarde, às 20h, é a vez do também feirense espetáculo "Amor", do Grupo Conto em Cena, que conta a história de Ana, uma mulher que vive numa relação aparentemente estável. Ao sair para suas atividades, num certo dia, quando entra em um bonde de costume, se depara com um homem cego que não para de mascar chiclete. Isso mexe com a personagem a ponto de fazê-la viver numa realidade diferente da sua vida.

Já nos dias 10 e 11 de março, às 15h, "O Candelabro", da Cia. Távola de Teatro, de Lauro de Freitas, entra em cena. Sua narrativa expõe o tema da violência e da crueldade vivida por diferentes mulheres. Dividida entre os lapsos da memória de Maria Aurora, a peça conta suas abordagens e enfrentamentos para conseguir ser livre. Às 20h, "O Quinze", da Cia. 1º Ato, oriunda da própria cidade de Juazeiro, exterioriza o cenário da seca de 1915 em uma montagem inspirada na obra de Rachel de Queiroz de mesmo nome. A peça é uma composição dos escritos da autora com releituras de clássicos da Música Popular Brasileira.

Além do movimento em palco, no dia 8, às 14h, acontece a roda de conversa "Profissionalização e Mercado" , que discutirá a relevância da profissionalização para o mercado cultural baiano. E no dia 9, às 14h, a mesa redonda "Política Cultural para as Artes" apresenta uma análise conjuntural das políticas que estão sendo desenvolvidas e aplicadas na área da cultura, mais especificamente para as linguagens artísticas.

Durante todos os dias, também acontecem atividades formativas dentro do festival. São três oficinas voltadas para a Introdução a Técnicas de Artes Cênicas, Ações de Qualificação de Plateia e Encontros entre os Grupos Participantes. Os interessados devem se inscrever através do e-mail: oficinas@poloteatral.com.br.

Juazeiro: Festa do Bosque chega a sua 5ª Edição

No dia 18 de março (sábado), ás 21h, no Centro de Cultura João Gilberto, será realizada a 5ª Edição da Festa no Bosque, evento produzido pelo coletivo de produção cultural, "Bosque Coletivo", que vem atuando a pouco mais de 02 (dois) anos e meio no Vale do São Francisco. A festa tem como sua característica principal, o diálogo entre diversas linguagens artísticas. Muita música e artes plásticas pra deixar a noite com a cara do Bosque.

Diretamente de Natal-RN, duas super bandas irão se apresentar pela primeira vez no Vale do São Francisco. Dusouto, banda super premiada e com uma bagagem de peso, verdadeiros dinossauros da música pontiguar e Luisa e os Alquimistas, banda que assim como a sua conterrânea, carrega influência de música regional com uma mistura bem eclética de ritmos. Quem também estreará pelos palcos do Vale, será a dupla Radiola Serra Alta (Triunfo-PE), música eletrônica que dialoga com a cultura popular e as novas tecnologias, criando um som único, autentico e como anfitrião, DJ Werson, conhecido nas noites com seu ritmo quente, um pagodão eletrônico que não deixa ninguém parado, completa esse time de atrações de peso!

Mas nem só de música, vive a Festa no Bosque, duas mostras artísticas também farão parte da noite, a Mostra Diverso, que contará com obras de arte de 03 (três) artistas, estudantes da UNIVASF (Universidade Federal do Vale do São Francisco) e a Mostra Ziggy, mostra artística que aborda as questões de gênero, discutindo, promovendo o debate de uma maneira impactante e leve.

O convite tá feito, os ingressos estão a venda no Passaporte da Folia (posto qualidade) em Juazeiro e na Vale Ingresso (river shopping) em Petrolina, além do site de vendas online https://www.sympla.com.br/festa-no-bosque__106813 onde você tem a opção de dividir no cartão de crédito, evitar fila, sem precisar sair de casa.

Projeto leva cinema para Coronel João Sá

A Gestão Ambiental da BR-235/BA convida os moradores da cidade de Coronel João Sá e região para assistir a um filme com temática ambiental, às 19h, no dia 10 de março, na Praça Santo Antônio, no centro. O evento é aberto ao público.

O evento será realizado com o indispensável apoio da Paróquia Santo Antônio e da Prefeitura Municipal de Coronel João Sá, por meio da Secretaria de Meio Ambiente. O projeto é idealizado pela Gestão Ambiental da BR-235/BA, executada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV).

O Cine Catarina, como é conhecido o projeto, montará uma estrutura de cinema em frente à Paróquia Santo Antônio. A iniciativa monta uma tela de projeção com 7m de altura nas comunidades que ficam às margens da rodovia desde 2015.

•        Serviço

O quê? Cine Catarina

Onde? Paróquia Santo Antônio – Praça Santo Antônio.

Horário? 19h

Gratuito

 

Fonte: Ascom SecultBa/BlogdoGeraldoJosé/Gestão Ambiental da BR-235 BA/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!