14/03/2017

Senhor do Bonfim promete São João 100% forrozeiro

 

Imagine um São João como antigamente só com forró. É, ele existe e será realizado em Senhor do Bonfim, município localizado a 380km de Salvador, no Nordeste do Estado.

Fazendo jus ao apelido de Capital Baiana do Forró, a prefeitura local confirmou os nomes de Chambinho do Acordeon, que interpretou Luiz Gonzaga no cinema; Flávio Leandro, velho conhecido da comunidade forrozeira; Cicinho de Assis; Jorge de Altinho, autor de grandes sucessos cantados pelo Trio Nordestino e Mano Walter, uma das revelações do universo forrozeiro.

Alcymar Monteiro, Flávio José, Adelmário Coelho e a banda Magníficos já tinham sido anunciados na grade oficial do evento que ocorrerá de 22 a 25 de junho. A cidade também sedia o Forró do Sfrega, uma das principais festas de camisa do estado, que nos próximos dias divulgará a grade de atrações.

Juazeiro recebe o Sarau Ser-Tão-da-Gente com manifestações artísticas

O sertão da região do São Francisco vai ser sede do Sarau Ser-Tão-da-Gente, que traz literatura, música e oficinas para a cidade de Juazeiro, com o intuito de contribuir para a valorização, preservação e promoção dos seus traços identitários. Atividades como cordel, repente, xilogravura, além de bate-papos com mesas temáticas e rodas de mediação onde diversas linguagens culturais dialogarão, promovendo uma interação entre a arte e a sociedade, vai discutir temas pertinentes ao desenvolvimento social da região.

As apresentações artísticas, lançamento de livros, performances e shows musicais acontecem nas regiões do Arco da Ponte, nesta terça-feira (14), e no Parque Lagoa de Calú, no dia 31. Já no mês de abril, o bairro do Vaporzinho, será palco das manifestações culturais, em 21/04.

A oficina de Xilogravura vai acontecer na Escola Cetep, de 03 a 07 de abril. O projeto Sarau Ser-Tão-da-Gente foi aprovado pelo Edital Setorial de Culturas Identitárias da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia da Bahia e todas as atividades são gratuitas.

Sebrae abre mais de 200 vagas para capacitar empreendedores no Norte da Bahia

O Sebrae abriu inscrições para a agenda de cursos, oficinas e palestras no mês de março nas cidades de Juazeiro, Sobradinho e Paulo Afonso, no Norte da Bahia. As oportunidades de qualificação vão atender desde o potencial empresário, que planeja abrir o próprio negócio, até quem já é microempreendedor individual (MEI) ou comanda uma micro ou pequena empresa nesses municípios.

As capacitações abordam temas ligados ao empreendedorismo, planejamento, estratégias de vendas e de marketing, modelo de negócios, finanças, gestão empresarial, acesso a linhas de crédito, formação de preço e normas de manipulação de alimentos.

De acordo com o gerente do Sebrae em Juazeiro, Carlos Cointeiro, além de disseminar conhecimento, as capacitações vão auxiliar os empreendedores a melhorar a gestão dos negócios. “O sucesso de um negócio passa pela capacidade do empreendedor de buscar conhecimento constante e compartilhar com toda equipe, além de investir em inovação para a empresa, precisa está sempre reinventando”, frisa Carlos.

As vagas são limitadas e para se inscrever basta ir até a sede do Sebrae em Juazeiro, na Rua Coronel João Evangelista, 22, Centro da cidade, ou no ponto de atendimento do Sebrae em Paulo Afonso, na Rua São Francisco, 233, Centro. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (74) 3612 0827 ou (75) 3281 4333.

  • Programação

Juazeiro

14 a 18 de março

Das 13h30 às 17h30

Local: sala de treinamento do Sebrae

Curso: Transforme Sua Ideia em Modelo de Negócios para Começar Bem

15 de março

Palestra Como a internet pode ajudar os pequenos negócios

Hora: 19h às 21h

Paulo Afonso

13 a 17 de março

Entrevista Empretec

Hora: 8h30 às 17h

Local: Sede do Sebrae em Paulo Afonso

Oficina SEI Planejar

15 de março

Hora: 9h às 13h

Local: auditório do Sebrae Paulo Afonso

Oficina SEI Vender

16 de março

Hora: 14h às 16h

Local: auditório do Sebrae Paulo Afonso

22 de março

Microempreendedor Individual: Como Preparar o Negócio para Buscar Crédito

Hora: 9h às 13h

Local: auditório do Sebrae Paulo Afonso

Sobradinho

20 de março

Palestra Manipulação de Alimentos – Vigilância Sanitária

Hora: 14h às 16h

Local: Escola Municipal Professora Maria Nilza de Souza, Vila São Joaquim, Sobradinho

Petrolina realiza primeiro festival gastronômico ‘UmbuPancs’ com feira, degustação e aulas shows

Está confirmado para o próximo mês de abril, em Petrolina (PE), o primeiro evento gastronômico especializado em frutos e produtos da caatinga, o festival ‘UmbuPancs’. Na programação, estão previstas degustações de pratos típicos do semiárido e dos vinhos do Vale do São Francisco, além de aulas shows, palestras, apresentações artísticas, seminário gastronômico e um jantar magno no Restaurante Flor de Mandacaru.

O festival, que tem o apoio do Sebrae e do Senac,  começa às 17h do domingo (2) na Praça 21 de Setembro com uma feira para mostra da cultura regional, incluindo artesanato e apresentações artísticas. Na segunda (3) e terça-feira (4), o público poderá conferir, a partir das 14h, uma série de aulas shows no auditório do Senac, com nomes expressivos da gastronomia nordestina.

A coordenação do festival UmbuPancs já confirmou as participações  de chefs de cozinha e professores bastante conhecidos pela atuação e valorização da culinária regional, a exemplo de Paulo Machado e Moacir Sobral, que além de aulas show vão ministrar palestras sobre os temas ‘Valorização da comida brasileira’ e ‘A cozinha nordestina revisitada’. O público também poderá conferir as apresentações dos chefs e professores Robson Trindade, Clodomiro Tavares e João Barreto (Cumpade).

Na quarta-feira (5), o evento será encerrado às 19h com um Jantar Magno no Restaurante Flor de Mandacaru, onde serão servidas iguarias com produtos do bioma Caatinga.

A primeira edição do festival gastronômico UmbuPancs é coordenada pelas chefs de cozinha Jucilene Melo e Geórgia Romero. De acordo com Jucilene, o objetivo do evento é promover a diversidade gastronômica originária do semiárido, a exemplo do umbu, queijo de cabra, peixes do Rio São Francisco e outras plantas não convencionais (Pancs) como a coroa de frade, mandacaru e a palma. “O festival ressalta a importância desses produtos, buscando integrar os diversos aspectos sociais, econômicos e ambientais”, completou acrescentando ainda que será publicado um livro com receitas criadas durante evento.

As inscrições para o seminário gastronômico custam R$ 50,00 e já podem ser feitas no Sebrae e no Senac, em Petrolina.

Sindicato pede ajuda a Rui para resolver entraves trabalhistas com terceirizados

As empresas HD, C&C, Sandes, Monkal, Basetec, LC, Creta, Acmav, saíram do quadro de prestadoras de serviços da Secretária Estadual de Educação (SEC) e, com isso, inúmeros entraves trabalhistas foram gerados. O Sindilimp-BA, que responde pelos trabalhadores terceirizados em limpeza e conservação, pede ajuda ao governador Rui Costa (PT) para resolver a situação. Na sexta-feira (10), por meio de sua coordenadora geral, Ana Angélica Rabello, o sindicato lembra das audiências ao longo de 2016 com o Ministério Público do Trabalho (MPT), com o secretário estadual de Educação, Walter Pinheiro, procuradores, assessores e lideranças sindicais para acabar de vez com os problemas de rescisões e atrasos de salários e benefícios dos trabalhadores dessas empresas, que corresponde a mais de 22 mil profissionais.

"Aconteceram várias mediações, mas não se resolveu tudo. As empresas saíram dos contratos, e o Sindilimp-BA encaminhou os processos para a Justiça do Trabalho, até porque tínhamos que reter os valores das empresas. Até então o Estado dizia que as empresas tinham valores que davam para pagar aos trabalhadores. Agora, a quase um ano - completa agora em junho - que as empresas saíram e já está tendo audiências na justiça como no caso da Sandes, HD, e C&C, mas para a nossa surpresa, o Estado, via PGE [Procuradoria Geral do Estado], parece que sequer leu as atas do MPT, apenas pede que se desmembrem os processos, ou simplesmente desconhece o que foi tratado nas mediações junto ao MPT", esclarece Ana Angélica Rabello. Ela ainda informa que antes dessas empresas, "outras que atuaram no governo anterior já respondiam processos por causa das mesmas irresponsabilidades, como a Imperial e a Cetro".

O Sindilimp-BA pede auxílio do governo da Bahia para solucionar as dívidas trabalhistas com os pais e mães de famílias, que estão há quase um ano sem poder receber os seus vencimentos. "Trabalharam e cumpriram seus deveres e as empresas, mas principalmente o Estado, não cumpriu com suas obrigações que foi fiscalizar as empresas", aponta sindicalista. De acordo com Ana, o Estado não pode deixar que os trabalhadores paguem. "Eles estão com contas vencidas, sendo despejados de casa por não poder pagar, alguns morando com parentes. Que estado é esse que ao invés de proteger, persegue e exclui seus trabalhadores? Peço ao governador que faça justiça com esses guerreiros e guerreiras, que foram usurpados dos seus direitos de serem chamados de trabalhadores da educação".

 

 

Fonte: Bonfim Noticias/SecultBa/Jornal Diário da Região/Ascom Sindilimp-Ba/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!