16/03/2017

Juazeiro entre as 25 piores cidades para envelhecer no Brasil

 

Segundo publicação no Jornal O Estadão na edição de terça-feira, dia 14, um estudo do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, em parceria com a Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV/EAESP), identificou as melhores cidades do Brasil para envelhecer. O resultado foi apresentado no Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade (IDL).

A pesquisa identifica ambientes amigáveis para idosos, levando em conta aspectos como cuidados de saúde, bem-estar, transporte, situação financeira, trabalho e oportunidades educacionais, envolvimento com a comunidade e habitação.

A pesquisa classificou, separadamente, as 150 cidades com maior população, e as 348 cidades brasileiras com menos de 100 mil e ao menos 50 mil habitantes. O 'Estado' apresenta as 25 cidades com maiores índices de desenvolvimento urbano para a longevidade e as 25 com as menores taxas. Para este ranking foram considerados apenas os municípios com mais de 100 mil habitantes.

A 7ª pior cidade avaliada pelo estudo entre os municípios com mais de 100 mil habitantes é Juazeiro, na Bahia (144º lugar no ranking geral).

A 15ª pior cidade avaliada pelo estudo entre os municípios com mais de 100 mil habitantes é Petrolina, em Pernambuco (136º lugar no ranking geral).

Mutirão de Cirurgias começa dia 21 na Região de Juazeiro

Atenção população da Região de Juazeiro, no dia 21 (terça-feira) começa mais uma etapa do Mutirão de Cirurgias. As pré-consultas serão realizadas no período de 21 a 23, em unidade móvel, que estará estacionada na Universidade do Vale do São Francisco (UNIVASF), na Avenida Antonio Carlos Magalhães, 510, bairro Santo Antonio. A unidade tem capacidade para atender a 160 pacientes por dia, começando o atendimento às 7 horas.

O Mutirão de Cirurgias faz parte das ações da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), e tem por objetivo reduzir a fila de espera para alguns procedimentos médicos. O programa foi lançado em agosto de 2016 e deverá atender a 13 mil baianos no período de um ano.

Durante a realização do mutirão, serão realizados os seguintes procedimentos cirúrgicos: hérnias (umbilical, inguinal, epigástrica) histerectomia, colecistectomia. Nesta etapa, além de Juazeiro, participam os municípios de Campo Alegre de Lourdes, Casa Nova, Curaçá, Pilão Arcado, Remanso, Sento Sé, Sobradinho e Uauá.

As cirurgias começam a ser realizadas a partir do dia 24, no Hospital Regional de Juazeiro (HRJ). Os pacientes que farão cirurgia de vesícula precisam estar em jejum para a realização do exame de ultrassonografia (USG). Já os pacientes que farão procedimento de histerectomia, devem levar resultados de exame preventivo. Além disso, todos os pacientes devem levar resultados de exames laboratoriais e outros que tiverem.

Para saber se a pessoa está cadastrada para passar pela cirurgia, basta consultar a lista única, disponível no seguinte endereço: http://mutiraodecirurgias.saude.ba.gov.br/. Também, o paciente ou responsável poderá ir até a Secretaria Municipal de Saúde de seu município, para saber se o seu nome consta na lista para a realização do procedimento

Prefeitura de Juazeiro mantém parceria com a Moscamed para pesquisa de controle da Aedes

O prefeito Paulo Bomfim se reuniu com o diretor da Moscamed Brasil, Jair Fernandes Virginio, para tratar do início das atividades de monitoramento e controle do Aedes aegypti no Distrito de Carnaíba do Sertão. O Secretário da Saúde, Plínio Amorim, participou do encontro e colocou a estrutura da pasta à disposição, assim como o Chefe de Gabinete, Vilmar Ferreira.

A preocupação com o Aedes, vetor de mais de 24 doenças, é mundial, o que torna este projeto pioneiro não somente no país, mas no mundo. "Nós estamos colocando Juazeiro numa posição de destaque no campo da ciência e da tecnologia que hoje está sendo desenvolvida aqui. O prefeito hipotecou apoio ao projeto e se comprometeu em nos auxiliar, juntamente com o secretário da Saúde. Estamos somando esforços para que a gente o mais rápido possível possa aportar uma solução para o controle desse vetor", declarou Jair Fernandes, diretor da Moscamed.

O executivo da empresa de pesquisa ainda ressaltou a importância da parceria entre as instituições. "Não há como dissociar esta ação do envolvimento do poder público. É imprescindível que todas as instituições que atuam possam estar envolvidas, tanto a Secretaria Municipal de Saúde, como a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia. Pretendemos continuar com este apoio para que a gente possa conseguir ainda mais êxito no controle desse mosquito que ainda tanto nos preocupa", concluiu.

Para Plínio Amorim, esta é uma parceria importante, pois consolida com o trabalho já realizado pela secretaria da Saúde no controle de doenças como dengue, Zika e Chikungunya. "Nós já desenvolvemos um trabalho preventivo que nos torna referência no controle destas doenças provocadas pelo Aedes. Vamos ampliar esta atenção e proteger ainda mais a nossa população", assegura o secretário.

De acordo com o Prefeito Paulo Bomfim, o município vai manter a parceria e que agradece pela confiança depositada na gestão. "Fico grato por ter um grupo e uma gestão de credibilidade. As instituições confiam em nosso trabalho e isso nos fortalece e estimula para trabalhar ainda mais pela cidade e pelas pessoas. A Moscamed já é parceira e vamos conservar esta parceria, colocando a estrutura necessária para que as pesquisas de controle do mosquito Aedes continuem sendo exitosas", finalizou o prefeito.

DNIT garante construção do porto fluvial de Sento-Sé

No último fim de semana, a prefeita Ana Passos, reuniu-se no seu gabinete com o coordenador de Engenharia da Administração Hidroviária do São Francisco (AHSFRA), vinculado ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Hadson Tolentino Barbosa. Na oportunidade, foi apresentado pelo órgão federal o projeto de implantação de instalação do Porto Fluvial na sede do município.

O coordenador da AHSFRA agradeceu a receptividade da prefeita e está positivo com esse novo projeto. “O DNIT tem um projeto de implantação de instalações portuárias de pequeno porte e Sento-Sé inicialmente apresenta características que facilitam essa instalação, então nos viemos falar com a prefeita para confirmar essas características e locais. O local da instalação portuária é totalmente propícia para execução desse projeto, tem características naturais que iram facilitar muito esse trabalho. Queremos agradecer a prefeita, muito prestativa e atendeu prontamente ao nosso ofício. Foi a primeira a nos responder em todo região do lago de Sobradinho”, afirmou Hadson Tolentino Barbosa.

Além da reunião no gabinete uma equipe formada pelo secretário de administração Juvenilson Passos, secretário de transportes, máquinas e equipamentos Sandro Jatobá e o coordenador e o engenheiro do DNIT, percorreram três pontos de acessos de embarcações as margens do Rio São Francisco, para fazer a medicação dessa área para avaliação e elaboração do projeto de construção da plataforma.

O secretário de transportes, Sandro Jatobá, falou do benefício dessa obra para a população, "esse projeto é de extrema importância para o nosso município. Essa travessia facilitará o comércio entre as duas cidades. Estamos empenhados em conseguir a execução desse projeto, pois esse é um sonho de toda população sentoseense", afirmou Jatobá.

Segundo a prefeita, a cidade está voltando para o caminho do desenvolvimento, estamos buscando apoio dos órgãos estaduais, federais e privados para firmar parcerias com objetivo de melhorar a qualidade de vida da população de Sento-Sé. “Estou bastante otimista com esse projeto, esse é uma obra importante para nossa cidade, com a execução desse projeto vamos da segurança aos cidadãos que fazem esse trajeto (Sento-Sé/Remanso) diariamente", ressaltou Ana Passos.

Paulo Afonso: Equipe de remo Carranca boat é referência no tratamento de câncer

Mulheres que vencem o câncer de mama do município de Paulo Afonso e três que vieram de Brasília, voluntários e a equipe de remo do Carranca boat, começaram nesta segunda-feira (13), na Casa de Cultura – Centro-, um ciclo de palestras sobre os benefícios do esporte, especialmente para mulheres com câncer de mama, mas não somente a elas.

 ″É importante dizer que o remo produz o mesmo benefício em homens que tiveram câncer de próstata e em outras partes do corpo″, disse Gorette, umas das mulheres que fazem parte do Instituto Vencendo o Câncer (IVECAN).

 São histórias que se cruzam na dor, desesperança, depressão e medo da morte, mas vencidas as primeiras etapas, se unem em sentimentos que recuperam a autoestima, e vão se renovando à medida que descobre à vida após o câncer.

″Nós tivemos câncer de mama e lutamos todos os dias pela vida. O que nos mata é a não reação, por isso o remo não me devolveu apenas a saúde, eu era sedentária e fui forçada a mudar hábitos e hoje sou outra, transformada″, disse uma das mulheres. Note-se que é surpreendente o tanto de mulheres jovens diagnosticadas com câncer de mama.   O empresário Cesare Decarli há três anos pratica o esporte em Paulo Afonso, inclusive tem um projeto social que atende crianças carentes do município, no momento infelizmente está parado, por falta de estrutura, como, por exemplo, de um banheiro.

Cesare a convite de Dr. Don McKenzie – médico PHD, professor no Departamento de Medicina Esportiva da Universidade de British na Columbia – participou ano passado do evento Ka Ora Brasil, na praia de São Vicente-SP, na primeira regata da América do Sul voltada para mulheres com câncer de mama. Por esse fato, está em Paulo Afonso a referência.

″Estou muito feliz com a vinda de vocês aqui e tenho certeza que vocês vão aprender para ensinar depois a outras pessoas″. As aulas acontecem durante esta semana, na Casa de Cultura, localizada no centro de Paulo Afonso, na Av. Getúlio Vargas.

Instituto Vencendo o Câncer (IVECAN)  

Felizmente existe esta iniciativa para esse grupo de mulheres que visitam, cuidam, instruem e se apoiam. Fundado ano passado, só contam com ajuda de voluntários e precisa muito da ajuda da sociedade, só quem tem um paciente diagnosticado com câncer na família sabe o que elas passaram e passam. Então toda ajuda é bem-vinda.

 

Fonte: Estadão/Ascom Sesab/Ascom PMJ/Ascom PMSSE/PA4/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!