17/03/2017

Dia 24 é o Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose

 

No dia 24 de março se comemora o Dia Mundial de Mobilização e Luta contra a Tuberculose. Este ano, o tema da campanha mundial é "Unidos pelo fim da Tuberculose". Para marcar a data, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), através do Programa Estadual de Controle da Tuberculose, promove de 24 a 30 uma série de eventos que vão desde palestras, debates e até mesa redonda.

Embora 43 milhões de vida tenham sido salvas no mundo por meio de diagnóstico e tratamento efetivo entre 2006 e 2015, a tuberculose está entre as doenças infecciosas que mais mata no Brasil. A Bahia ocupa o 3º lugar com maior carga da doença no país. No estado, anualmente são diagnosticados mais de 4.500 casos novos de tuberculose, destes, apenas 61,8% são curados e o abandono de tratamento chega a 6,1%.

As estatísticas apontam que na Bahia, em 2014, foram notificados 4.900 casos novos da doença, desses, 351 pessoas foram a óbito. Em 2015, as ocorrências chegaram a 4.442 casos novos e 392 óbitos, e em 2016, dados ainda não fechados, apontam que 4.379 pessoas foram acometidas pela doença e, dessas, 225 foram a óbito.

Junto com a Sesab nesta programação, estão os parceiros: Comitê Baiano para o Controle da Tuberculose, Centro de Pesquisa Gonçalo Muniz/FIOCRUZ, IBIT, Laboratório Central do Estado (Lacen), Centro Estadual Especializado em Diagnóstico, Assistência e Pesquisa (Cedap), Diretoria da Gestão do Cuidado (DGC), Instituto Brasileiro para Investigação da Tuberculose (Ibit), Organização Social Irmã Dulce e secretarias municipais de Saúde de Salvador, Camaçari, Simões Filho e Lauro de Freitas.

Programação

A entrada para qualquer um dos eventos será 1 quilo de alimento não perecível ou 1 lata de leite em pó.

20/03 Ato Interreligioso - O Acolhimento e a Misericórdia - 8h30- Líderes religiosos: Padre André Seutin / Padre Jorge; Babalorixá Dary; Médium Edilton Costa Silva; Pastor Atila; Sheik Abdul(CPES) - Local: Área externa (Coreto) do HEOM;

20/03 - Apresentação do Coral do Lacen- 11h00, na área externa (coreto) do HEOM;

20/03 - Palestra sobre Enfrentamento para o fim da Tuberculose até 2035 - 14h00 Palestrantes: Deputado Antônio Brito (Frente Parlamentar para o Enfretamento da Tuberculose); Waldemar Santos Filho / Ubiraci Matildes (Coordenação de Equidade em Saúde da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) - Local: auditório do HEOM;

21/03 - Palestra sobre Manejo Clínico dos Pacientes com Coinfecção Tuberculos-HIV - 14h00 - Palestrante: Sílvia Coelho (Cedap) -Local: Auditório da Associação Baiana de Medicina (ABM);

22/03 - Palestra: Atualização sobre Imunopatogênese da Tuberculose - 10h30 -Palestrante: Bruno de Bezerril Andrade; Local: Auditório do IBIT - Ladeira do Campo Santo s/n - Salvador/Ba;

22/03 Palestra sobre o Controle da Tuberculose no Sistema Prisional - 14h00 -Palestrantes: Júlio Croda; Desigualdades Sociais em Saúde e a Tuberculose - Francisco Santana - Local: Auditório do Instituto de Saúde Coletiva da UFBA;

24/03 - Debate sobre o HEOM: Novo perfil do hospital e assistência ao paciente com tuberculose, contando com depoimentos de ex-pacientes - 08h30- Debatedores: Eliana Matos (HEOM/MS); Virginia Perrucho (CBCTB); - Local: Auditório do HEOM;

24/03 - Palestra sobre tubérculos- HIV para os estudantes da Escola Estadual de Saúde Pública (EESP) - 08h30 - Palestrante: Eduardo Martins Netto - Local: Auditório da Fundação Hemoba;

29/03 Palestra de Sensibilização para a Tuberculose - 08h30 - Palestrante: Maria do Carmo (HEOM/SESAB),Sandra Pereira (PMCT/SMS de Salvador) e Gil Braga (DPE) - Local: Casa de Apoio da Defensoria Pública;

30/03 - Mesa Redonda sobre TBMR - 08h00 - Debatedores: - Daniela Cirillo (Instituto San Raffaele - Milão); Eliana Matos (HEOM/MS); Theolis Barbosa (FIOCRUZ) -Local: Auditório do Hospital São Rafael (HSR).

BA: Justiça suspende redução de proventos de médicos aposentados

O desembargador Baltazar Miranda Saraiva, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), julgou procedente o Mandado de Segurança Coletivo Preventivo, com pedido liminar, impetrado pelo Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed). O instrumento jurídico foi formulado contra ato apontado como “ilegal e arbitrário” praticado pelo secretário Administração do Estado da Bahia, do Superintendente da Previdência e do Coordenador de Controle dos Benefícios da Superintendência de Previdência do Estado da Bahia (Suprev), que notificaram médicos aposentados informando que terão seus proventos corrigidos e reduzidos, de acordo com parecer da Procuradoria-Geral do Estado, proferido em processo administrativo.

O objetivo do Sindicato é que os impetrados se abstenham de corrigir ou reduzir os proventos dos cerca de 80 médicos aposentados do Estado. Os referidos aposentados, vinculados à Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) e a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), teriam cortes em suas aposentadorias após a Suprev, vinculada à Secretaria da Administração (Saeb), encontrar erros em cálculos na carga horária, o que teria resultado em um enquadramento incorreto destes aposentados, que consequentemente passaram a receber proventos maiores.

Garantindo o direito dos aposentados, “sob pena de virem a experimentar amargos e injustificáveis prejuízos”, o desembargador concedeu a liminar, que tem validade até que a decisão final sobre o imbróglio judicial seja proferida: “defiro a liminar pleiteada para determinar que os impetrados se abstenham de corrigir ou reduzir os proventos dos médicos aposentados do Estado até o julgamento final deste processo, bem como para que que os impetrados instaurem processo administrativo para cada médico aposentado, individualmente, com vistas a permitir o devido processo legal e a ampla defesa dos mesmos”.

Na decisão proferida nesta terça-feira (14), o desembargador determina que as autoridades sejam notificadas e que a decisão liminar seja cumprida de forma imediata, assegurando o prazo de dez dias para apresentação de informações. Porém, a Suprev e a Saeb informaram ao Bocão News que ainda não foram notificadas da decisão: “assim que o Estado receber a notificação, a Procuradoria Geral do Estado tomará as providências cabíveis”.

Em nota oficial, informam que auditoria interna da Suprev detectou a existência de um erro na carga horária definida no Sistema Integrado de Recursos Humanos (SIRH), desde 2009, para um grupo de 80 médicos aposentados, e que a situação resultou em um enquadramento incorreto destes aposentados, inclusive quando suas remunerações passaram a ser definidas através de subsídio, e consequentemente, no percebimento de proventos a mais.

“Entretanto, a Saeb esclarece que a não houve qualquer desconto na aposentadoria dos 80 médicos inativos do Estado. A Suprev notificou os referidos médicos para que apresentassem as contra-razões. Após o contraditório dos aposentados, a Superintendência irá instaurar processo administrativo individualizado”, salientaram a Suprev e a Saeb.

Ministério da Saúde inicia a distribuição de testes rápidos de Zika vírus na Bahia

Nesta quinta, (16), teve início a distribuição de 307 mil testes rápidos para o diagnóstico de infecção por Zika Vírus na Bahia. Este é o primeiro lote enviado pelo Ministério da Saúde para o Estado e corresponde a mais de 50% do total previsto para o ano de 2017.

A expectativa é que, em até 15 dias, o lote esteja disponível, prioritariamente, nas maternidades e laboratórios públicos de todas as regiões da Bahia.

A tecnologia do teste rápido indica, em até 20 minutos, se o paciente está infectado ou se já teve contato com o vírus da Zika em algum momento da vida. “Com o dispositivo, é possível identificar infecção recente em populações de risco, como gestantes e recém-nascidos, para prover assistência e orientações adequadas, por meio do acompanhamento de toda a gravidez e do desenvolvimento neuropsicomotor da criança”, afirma o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas.

De acordo com dados da vigilância epidemiológica, em 2016 foram notificados mais de 57 mil casos de Zika na Bahia. Apenas até 21 de fevereiro deste ano, já foram registradas 469 notificações.

Orgulho baiano

O dispositivo distribuído pelo ministério foi desenvolvido e produzido pela Bahiafarma, laboratório público do Estado da Bahia, o primeiro do País a obter registro, na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para um teste sorológico rápido de identificação da Zika.

Até então, o diagnóstico da infecção pelo Zika vírus vinha sendo feito apenas por meio da detecção da presença do vírus em si, pela técnica laboratorial de PCR. Além de demorada (o procedimento pode durar semanas), a técnica é mais cara (custa de dez a quinze vezes mais que o teste rápido) e só é capaz de detectar casos hiperagudos (quando ainda há presença do vírus na circulação sanguínea), limitando o diagnóstico adequado dos pacientes.

Segundo o diretor-presidente da Bahiafarma, Ronaldo Dias, “o teste rápido permite a detecção de anticorpos contra o vírus da Zika em qualquer fase da doença, o que, além de confirmar o diagnóstico em até 20 minutos, colabora para o mapeamento epidemiológico de ocorrências, facilitando ações de combate”.

O Ministério da Saúde adquiriu 3,5 milhões de unidades do teste, que estão sendo distribuídas para a rede pública de todo o Brasil, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Fonte:Ascom Sesab/ Bocão News/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!