25/03/2017

Cachoeira: Sementinhas de Leitura inicia atividades com bebês

 

O projeto "Sementinhas de leitura: ler para crescer juntos", iniciativa voltada para bebês de 1 a 3 anos, mamães e papais, começa suas atividades no próximo domingo, dia 26 de março, às 15h30, no Jardim do Faquir em Cachoeira-Bahia. O projeto visa propiciar o primeiro contato com o universo do livro pelos bebês e explorar as possibilidades de comunicação entre a criança e o adulto através da leitura, entendendo-a como uma atividade que melhora a relação entre filhos e pais e estimula o prazer de escutar, imaginar, experimentar a criatividade e as descobertas.

A ação de abertura se dará com uma celebração em praça pública marcada pela presença da cultura da infância. Com brincadeiras infantis, contação de histórias e interação com o público, a proposta de tal ação é difundiros nossos objetivos e dar abertura ao período de inscrições para as oficinas, que será de 26 de março a 5 de abril.

O projeto será desenvolvido no prédio do antigo Arquivo Público, na Rua Benjamin Constant (Ladeira da Cadeia), nº 17. As oficinas acontecerão nas quartas-feiras, das 15 às 17h, de 29 de março a 14 de junho de 2017. As inscrições poderão ser feitas durante a celebração de abertura e via online. As vagas são limitadas.

Esta ação conta com o apoio financeiro do Governo do Estado através do Fundo de Cultura das Secretarias de Cultura e da Fazenda (Setorial de Leitura 2016 - Incentivo à Formação de Leitores e Mediadores) e conta com o apoio institucional da Secretaria de Cultura e Turismo de Cachoeira / Prefeitura de Cachoeira e da Casa de Barro - Cultura, Arte, Educação.

  • SERVIÇO

Abertura do projeto Sementinhas de Leitura

Data: 26 de março de 2017 (domingo)

Hora: 15h30min

Local: Jardim do Faquir, Cachoeira/BA

Valor: Gratuito

Mais informações: sementinhasdeleitura@gmail.com

Palacete das Artes tem programação com exposição, cinema e yoga

Neste fim de semana, o Palacete das Artes vai realizar três diferentes atividades para o público baiano. Nesta sexta-feira (24), às 17h, o cinema no museu exibe o filme "Cinzas e Diamantes", do diretor Andrzej Wajda. O filme polonês conta que no último dia da Segunda Guerra Mundial, um jovem rebelde ligado à frente nacionalista, recebe a missão de assassinar Szczuka, um líder comunista. Perturbado pela transformação repentina de aliados em inimigos, ele decide aproveitar a vida por uma noite, quando se apaixona por uma garçonete e pensa em desistir da luta.

E continua a exposição Na Galeria Mansarda a mostra "Panteon", do artista plástico Francisco Santos, apresenta 20 obras em acrílico sobre tela, com coleção dos orixás, em cores e movimentos. O objetivo é divulgar a cultura afro, retratando a saga dos deuses do Panteon.

Também está em cartaz até o dia 26 (domingo), a exposição "Mulheres e Artivismos", da artista visual Nadia Benavides, está instalada no segundo pavimento do museu. Contempla 35 obras, incluindo acrílicos sobre tela e pinturas digitalizadas, além de um acervo ilustrativo, fotográfico e documental. A exposição é concebida como registro visual, e comemora a diversidade das mulheres, inspirada na memória das civilizações pré-colombianas.

Na Sala Contemporânea está à disposição do público até o dia 16 de abril, a exposição "Tropicália - Régua e Compasso". A mostra apresenta peças de artistas da música, dança e das artes visuais em evidência nos anos 60, como Lina Bo Bardi, Walter Smetak, Yanka Rudzka, Carybé, Juarez Paraíso, Lênio Braga, Jenner Augusto, Pierre Verger e fotos dos acervos de Lia e Silvio Robatto, recentemente doados ao Centro de Memória da Bahia. O projeto foi idealizado por Fernanda Tourinho, diretora da Funceb e a exposição tem curadoria de Murilo Ribeiro, diretor do Palacete. Em paralelo, são realizados projetos como "Sopa de Maria", "Essa noite se improvisa" e "Uma ideia na Cabeça", todos para evidenciar e comemorar os 50 anos da Tropicália.

Além de visitar o Palacete Bernardo Martins Catharino, construído em 1912, e apreciar, nos jardins, as quatro esculturas do escultor Auguste Rodin, é possível desfrutar de um agradável café bar e conferir na lojinha do museu obras de literatura voltadas para as artes plásticas, catálogos, indumentárias, gravuras, além de postais.

Já no domingo (26), das 8h30 às 9h30 é dia de deixar o corpo perceber o movimento, silenciar e vivenciar as possibilidades da sua postura. Na aula de yoga, gratuita, coordenada pela professora Carla Dantas, basta trazer algo para forrar o chão, e boas energias. Depois, é só olhar o mundo com mais tranquilidade.

Alteração

Aos sábados, domingos e feriados o Palacete das Artes passa a funcionar das 14h às 18h, permanecendo sem alteração de terça a sexta (das 13h às 19h). O Palacete das Artes é um órgão vinculado ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural/Secretaria de Cultura. Mais informações no tel. 71 3117 6987.

MAM-BA tem programação diversificada para o fim de semana

O final de semana no Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) vem com uma gama de eventos. Para começar, a mostra coletiva e internacional Só Cabeças segue em exposição até o dia 16 de abril no Casarão do MAM-BA. A mostra contempla obras de artistas que se propõem a representar cabeças em diversas linguagens e épocas, trabalhos em bordado, vídeo, gravura, pintura, fotografia, lambe-lambe, escultura e serigrafia. A visitação pode ser feita gratuitamente de terça a domingo, das 13h às 18h.

No sábado (25), acontece o consagrado JAM no MAM, que apresenta suas sessões musicais com repertório que mescla o melhor do jazz e ritmos brasileiros. A banda Geleia Solar está sempre a postos para potencializar convergências musicais, desenvolvendo uma linguagem própria dentro deste estilo universal, o jazz. A jam session acontece a partir das 18h, com ingressos a R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia).

Apresentadas pelo Ministério da Cultura e Instituto CCR, as jam sessions da JAM no MAM em 2017 têm o patrocínio da CCR Metrô Bahia. O projeto conta também com o apoio institucional do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia, do Museu de Arte Moderna da Bahia, da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia e da Kofre.

A atividade infantil Pinte no MAM está suspensa temporariamente. Já o projeto MAM Medita acontece normalmente neste domingo (26), no Pátio Unhão, às 16h, aberto ao público. O MAM-BA oferece visitas monitoradas e performances. Seu acervo tem cerca de 1,2 mil obras de arte modernistas e contemporâneas. O museu dispõe ainda do Solar Café.

  • SERVIÇO

Exposição ‘Só Cabeças’

Onde: Casarão do MAM-BA

Data: Até 16 de abril

Entrada gratuita

JAM no MAM

Onde: Pátio Unhão

Data: 25 de março (sábado)

Horário: 18h

MAM Medita

Data: 26 de março (domingo) às 16h

Onde: Pátio Unhão

Entrada gratuita

 

 

Fonte: SecultBa/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!