29/03/2017

Catu: Arte musical integra escola e comunidade

 

A arte musical tem sido um elemento de integração dos estudantes do Colégio Estadual Maria Isabel de Melo Góes (Cemimg), em Catu, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), e a comunidade local. Por meio do Coral Jovens Cantores, os alunos desenvolvem, em sala de aula, atividades de iniciação à percepção musical, técnica vocal e dicção, e fora do colégio, realizam apresentações em praças públicas e em diferentes eventos.

A professora de Arte e regente do coral, Josy Góes, afirma que o grupo tem feitos apresentações em Catu e também em Alagoinhas e Salvador. “Temos tido uma ótima repercussão por onde mostramos o trabalho, que tem um espírito coletivo, com diversas vozes que se multiplicam. Esta é uma iniciativa que traz benefícios para a vida escolar do aluno, como a melhora da disciplina e do rendimento em sala de aula”. A formação do coral na escola é motivada pelo projeto estruturante Encontro Coral Estudantil, um dos projetos de arte e cultura da Secretaria da Educação do Estado, para promover o protagonismo estudantil e dinamizar o ambiente escolar.

O estudante Vinícius Lessa, 19, é um dos 19 integrantes do Coral Jovens Cantores, como barítono, e fala como a participação no grupo tem contribuído para o seu desenvolvimento escolar e humano. “É sempre uma experiência incrível cantar no coral, porque a música é arte, é tudo, faz parte da minha vida. A música expressa sentimentos e nos ocupa a mente. É sempre muito gratificante cantar ao lado dos colegas”.

O Coral Jovens Cantores tem um repertório eclético, passando por canções da MPB, do sertanejo e do gospel, entre outros estilos musicais. Segundo o diretor da unidade escolar, Delmaci Ribeiro, a música tem sido um instrumento propulsor de transformações sociais. “Este é um trabalho que é levado para além dos muros da escola, o que serve para mostrar à população o que a nossa escola vem fazendo para contribuir no processo de ensino e aprendizagem dos seus estudantes”.

Estudantes de Correntina realizam ações para proteger rios da cidade

A preocupação com a proteção, a conservação e o uso racional da água no município de Correntina, no oeste do estado, tem motivado a realização de diferentes ações pedagógicas no Colégio Estadual de Correntina. Palestras, debates e aulas de campo são algumas iniciativas que buscam despertar nos estudantes e na comunidade local a adoção de práticas sustentáveis, voltadas a contribuir para o cuidado com os recursos hídricos na cidade banhada pelos rios Correntina, Arrojado, Santo Antônio, Guará e Rio do Meio, da Bacia Hidrográfica do Rio Corrente.

A ação alerta para problemas como a poluição e o uso inadequado das águas, que ameaçam os mananciais. O estudante Ronivon Figueiredo de Almeida, 17, 2º ano, fala da preocupação cotidiana que todos devem ter com os recursos hídricos. “Nossa água está reduzindo cada vez mais, e isso é devido ao mau uso e à falta de consciência. Podemos começar essa preservação em casa, adotando medidas como tomar banho em período curto, fechar a torneira enquanto escova os dentes, reutilizar a água da lavanderia e reduzir a quantidade de água durante a Izael Rocha Silva, 19, está no 3º ano do curso técnico de nível médio em Agropecuária e destaca que a abordagem do tema é fundamental para a sua formação técnica e o exercício da futura profissão. “Além de obter conhecimento na minha profissão sobre o melhor uso da água, nas palestras fico informado sobre a escassez dela em alguns lugares, inclusive na Bahia. Aqui, na cidade, ainda temos muita água, mas se não cuidarmos pode faltar. Água é vida, devemos utilizá-la de maneira responsável”.

A professora de Sociologia, Aparecida Amaral Silva, enfatiza as atividades multidisciplinares que contribuem para os estudantes desenvolverem uma consciência socioambiental necessária para garantir os múltiplos usos da água pelas atuais e futuras gerações. “Buscamos promover conhecimentos sobre a água. Realizamos rodas de conversa com biólogos e representantes de movimentos sociais, no auditório da escola, sobre a situação dos rios que banham a cidade. Também já visitamos o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Correntina, para que os estudantes conheçam o processo de tratamento do esgoto. Todo conhecimento nesta fase da vida é fundamental para a formação de cidadãos conscientes sobre o seu papel por um mundo sustentável”.lavagem da calçada e do carro. Precisamos nos preocupar em deixar água para as próximas gerações”.

Governo intensifica campanha de conscientização de utilização da água

Em meio às comemorações pelo Dia Mundial da Água, comemorado no dia 22 de março, a Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), intensifica, através do projeto Amigos da Água, ações de conscientização. O primeiro município visitado foi a Comunidade de Estiva, no município de Itapé, que vem sofrendo com as dificuldades de abastecimento. A ideia, como explicou o secretário de Infraestrutura e Saneamento, Cássio Peixoto, é fazer com que a população, que já vem sofrendo em diversas partes do estado com a pior seca dos últimos cem anos, reflita e construa novos hábitos. “De forma, a obter uma nova consciência referente ao uso desse bem, que é vital para todas as atividades humana”, afirma.

Foram desenvolvidas atividades lúdicas de Educação Sócio Ambiental e Sanitária, envolvendo não apenas educadores e alunos, mas também a sociedade civil e setores públicos. E neste contexto, o técnico Armando Campos Júnior enfatizou que “sem água não há vida e que o equilíbrio e o futuro de nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos”.

Mais além, a coordenadora do projeto, Ruth Viera frisou que “segundo alerta da Organização das Nações Unidas (ONU), até 2030 a demanda por água deve aumentar 50%, o que exigirá mais esforços para melhorar os sistemas de coleta e tratamento de águas residuais e garantir água tratada e esta campanha é de extrema importância”, destacou.

Ainda, técnicos da Sihs, juntamente com da Embasa, realizaram ações de capacitação para os integrantes da comissão de acompanhamento de obras na Barragem do Rio Colônia, que garantirá o abastecimento de água de qualidade por muitas décadas para mais de 350 mil moradores de Itabuna e região.

Inscrições abertas para seletiva baiana dos Jogos Escolares da Juventude

Estão abertas as inscrições para a seletiva municipal dos Jogos Escolares da Juventude, nas modalidades coletivas e individuais, para estudantes atletas nas faixas etárias de 12 a 14, e de 15 a 17 anos. Alunos interessados no torneio classificatório devem ser inscritos gratuitamente pelos representantes das instituições de ensino onde estudam até o dia 24 de abril, pessoalmente, na sede da Superintendência dos Desportos do Estado (Sudesb), no bairro do Imbuí, em Salvador.

A seletiva é promovida pelo Governo do Estado, por meio da Sudesb, autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). Os participantes precisam apresentar documento de identificação com foto, comprovante de matricula e atestado médico. Os jogos ocorrem entre 6 de maio e 9 de julho (etapa de 12 a 14 anos) e de 6 de maio a 2 de setembro (etapa de 15 a 17 anos).

A ficha de inscrição e o regulamento podem ser baixados no blog dos jogos, localizado no site da Sudesb. Serão 14 modalidades em disputa: basquete, vôlei, futsal, handebol, xadrez, natação, atletismo, vôlei de praia, judô, luta olímpica, tênis de mesa, ginástica rítmica, badminton e ciclismo.

 

Fonte: Ascom  Educação/Ascom Siha/Ascom Sudesb/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!