02/04/2017

Salvador vai ganhar primeiro Centro de Iniciação ao Esporte

 

Até o fim do ano, Salvador deve ter seu primeiro Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), em Itapuã. A ordem de serviço para início das construções foi assinada nesta sexta-feira (31) pelo prefeito ACM Neto, no local onde será instalado o equipamento, na Rua da Ilha. A ação integra o pacote de medidas em comemoração ao aniversário de 468 anos de Salvador. O equipamento será multiuso, voltado para a iniciação e ao esporte de alto rendimento, estimulando a formação de atletas em áreas de vulnerabilidade social. O segundo CIE será construído em São Marcos, na Avenida São Rafael.

Na solenidade, que contou com apresentações de taekwondo e boxe, o prefeito reconheceu a transformação social que é promovida através do esporte. "É possível vencer na vida e levar esperança ao coração das pessoas através do esporte. Temos investido nessa área porque sei que uma galera enorme de jovens da nossa cidade, quando tem os seus corações tocados pelo esporte, saem da rua, saem dos vícios”, disse. ACM Neto recebeu, através do membro da Federação de Taekwondo da Bahia, Carlos Sidrônio, o título honorário de faixa preta em taekwondo, como agradecimento pela instalação do equipamento esportivo na comunidade,

As unidades de Itapuã e São Rafael terão a mesma estrutura: ginásio poliesportivo, com arquibancada para 195 pessoas, além de área de apoio, com administração, sala de professores e técnicos, vestiários, chuveiros, enfermaria, copa, depósito, academia e sanitário. O custo dos dois equipamentos é de cerca de R$ 6 milhões, com recursos do Ministério dos Esportes e uma contrapartida do município. A área construída é de 1,6 mil metros quadrados, em um espaço de 2,5 mil metros quadrados. O prazo previsto por contrato é de seis meses a partir da ordem de serviço.

O espaço será adequado para a prática de diversas modalidades olímpicas, a exemplo de basquetebol, ginástica rítmica, handebol, judô, taekwondo e vôlei. Também haverá adaptações para práticas de modalidades paraolímpicas, a exemplo do judô e voleibol sentado. As modalidades não-olímpicas que poderão ser praticadas nos CIEs são futsal e capoeira. Serão beneficiadas crianças entre 6 e 16 anos, através de projetos de iniciação esportiva realizadas nas duas comunidades.

Projeto social

A proposta com a construção desta estrutura é desenvolver o senso crítico e a autonomia de crianças e adolescentes, a sociabilidade e o bom convívio entre aqueles em situação de risco; estimular habilidades e coordenação motoras; disseminar os conceitos da cidadania, do respeito ao próximo, ao patrimônio público e à vida de forma geral; estabelecer um vínculo entre os espaços construídos e as comunidades de origem dos beneficiados; e alcançar o respeito e o carinho da sociedade pela certeza de estar executando um projeto de relevância social, cultural e esportiva no município.

O modelo de gestão a ser implementado pelo município prevê a participação efetiva da comunidade, priorizando a realização de atividades em conjunto com as escolas, clubes, federações e associações. Nesse sentido, buscará a construção de uma agenda unificada em que cada parceiro seja envolvido na programação geral das atividades desenvolvidas. “Com os centros prontos, esperamos desenvolver o senso crítico e a autonomia de crianças e adolescentes, explorar a sociabilidade e o bom convívio entre grupos, além de lapidar o lado atleta de cada um”, afirma o secretário de Trabalho, Esportes e Lazer (Semtel), Geraldo Júnior.

PAC 2

A concepção e implementação dos CIEs fazem parte da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do governo federal. O objetivo dos centros é ampliar a ofertade equipamento esportivo qualificado, incentivando a iniciação esportiva em locais com alta vulnerabilidade social nas grandes cidades brasileiras.

Após seleção ocorrida em 2013, foram selecionadas 285 propostas. Ao todo, o investimento do governo federal será de R$ 836 milhões.

Atletas e educadores levam arte e esporte para crianças de Lauro

Muito esporte e muita arte para as crianças e jovens de Lauro de Freitas/BA, com tendas de música, dança, cinema e teatro além  de 8 miniestações esportivas e uma rampa de skate no meio da Arena Caravana, tudo a partir da próxima segunda-feira (03), até quinta-feira (06), no Estádio Municipal do Itinga, com apoio da prefeitura de Lauro de Freitas.

A garotada terá a chance de assistir as manobras de um dos maiores campeões mundiais de skate, o brasileiro Sandro Dias/Mineirinho, atleta convidado da Caravana do Esporte. E os professores e gestores da rede pública de ensino e das áreas da cultura e do esporte do município vão vivenciar na ARENA CARAVANA as metodologias do esporte e da arte educacionais, desenvolvidas pelo Instituto Mpumalanga e pelo Instituto Esporte & Educação. E conhecer os materiais esportivos, desenhos de quadras e instrumentos musicais diferenciados utilizados pelas CARAVANAS.

A medalhista olímpica do vôlei, Ana Moser, a medalhista olímpica do boxe, Adriana Araújo, o hexacampeão mundial de skate, Sandro Dias Mineirinho, o skatista e ativista Sandro Testinha, vão se encontrar com as crianças nas estações de esportes.  O ator Josafá Filho, as cantoras Juliana Ribeiro, Luciana Oliveira e Renata Jambeiro, e o vocalista do Jammil e Uma Noites, Levi Lima,  visitarão as crianças  nas tendas de música e dança a convite dos projetos.  Todos estarão ainda no Show da Caravana, na quarta(05), às 19h.

Sobre os projetos

As Caravanas levam mensalmente a municípios do interior do país as metodologias do  esporte e da  arte educacionais desenvolvidas pelo Instituto Esporte & Educação e pelo Instituto Mpumalanga. Os projetos têm foco na formação de professores e gestores do ensino fundamental, de profissionais da cultura e do esporte e de educadores sociais de municípios das várias regiões do país.

“A ação das Caravanas, afirma Adriana Saldanha, diretora geral dos projetos, busca favorecer  a ampliação das atividades esportivas e a adoção das linguagens artísticas como ferramentas pedagógicas nas escolas, colocando a criança e o jovem no centro de uma educação de qualidade”.

A Caravana do Esporte e a Caravana das Artes são ações de responsabilidade social da ESPN, da  DISNEY e do UNICEF, em parceria com o Instituto Mpumalanga e com o Instituto Esporte & Educação.  A Caravana do Esporte tem apoio do Ministério do Esporte por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.  A  Caravana das Artes é uma realização do Ministério da Cultura com o Instituto Mpumalanga, por meio da Lei Rouanet.  Os projetos contam com patrocínios:  Itau, Rede, Otis, Mondelez e EDP .

 

Fonte: Correio/Bahia Já/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!