04/04/2017

Famílias no semiárido baiano são equipadas para enfrentar estiagem

 

Cerca de 430 famílias de produtores rurais, vinculadas a associações comunitárias dos municípios de Bom Jesus da Lapa, Central, Cotegipe e Wanderley, estão melhor estruturadas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) para conviver com a estiagem e melhorar a produção.

Elas acabam de ser equipadas com tratores e implementos, um investimento de mais de R$ 400 mil feito com recursos do Orçamento Geral da União, destinados à Codevasf por emendas parlamentares.

Ao todo, a Codevasf está investindo, somente na região do Médio São Francisco baiano, cerca de R$ 3 milhões, e garantindo 28 tratores igualmente equipados para associações comunitárias rurais e prefeituras de 17 municípios da área de atuação da 2ª Superintendência Regional, sediada em Bom Jesus da Lapa.

As entidades beneficiadas esta semana pela ação são a Associação de Desenvolvimento Comunitário do Município de Bom Jesus da Lapa, Associação Beneficente de Palmeiras, do município de Central; a Associação Comunitária dos Pequenos Produtores Rurais da Fazenda Rio Grande II, do município de Cotegipe; e a Associação Comunitária da Mata, do município de Wanderley.

“A Codevasf está cumprindo seu papel de desenvolvimento da região do Médio São Francisco baiano. É de fundamental importância possibilitar a melhoria de vida das comunidades ribeirinhas e toda a comunidade do semiárido, essa região tão sofrida. Sem sombra de dúvidas, é um grande avanço que essas comunidades terão na produção agrícola”, diz Harley Nascimento, superintendente regional da Codevasf em Bom Jesus da Lapa.

“O trator vai melhorar muito o nosso trabalho, tanto dos associados como da comunidade local, em tarefas como arar a terra, colocar grades e carregar nossa produção”, diz Orlandina Tarrão, presidente da Associação Beneficente de Palmeiras, do município de Central, que produz principalmente milho e mamona.

“Nós não tínhamos uma máquina para trabalhar e, com um trator como esse em nossas mãos, vamos poder produzir mais, fazendo com que a associação cresça. Nós vamos utilizar mais para arar as nossas terras”, ratifica Edivaldo Pomponet, presidente da Associação Comunitária da Mata, do município de Wanderley.

Os outros municípios a serem contemplados por esse tipo de ação na região são Baianópolis, Barra, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Central, Cotegipe, Irecê, Lapão, Oliveira dos Brejinhos, Paratinga, Santa Maria da Vitória, São Desidério, São Félix do Coribe, Serra Dourada, Tabocas do Brejo Velho, Urandi e Wanderley.

Casa Nova: Em nota, Prefeito repudia funcionamento precário da agência do BB

Em muitas cidades do sertão baiano e pernambucano as agências do Banco do Brasil estão funcionando com pouco dinheiro em suas reservas devido a grande onda de assaltos que vem se espalhando na região. Em Pilão Arcado e Campo Alegre de Lourdes as agências funcionam precariamente. No dia 7 de fevereiro, bandidos explodiram as agências do banco do Brasil e Bradesco em Remanso, até hoje elas continuam fechadas sem previsão de serem reabertas. Em outras cidade, os moradores temem acontecer o mesmo, ficando sem os serviços bancário.

Em Casa Nova, o prefeito Wilker Torres (PSB) não deu importância as limitações impostas pela gerencia do banco, publicando nota de repúdio sobre a falta de dinheiro na agência.

  • Confira:

Sr. Gerente do Banco do Brasil / Casa Nova-BA,

Vim manifestar com veemência o meu repúdio à falta de dinheiro nos caixas eletrônicos do BANCO DO BRASIL nos finais de semana em Casa Nova-BA.

O comércio e o cidadão casanovense, tem sido prejudicado pela falta de dinheiro nos finais de semanas, nos caixas eletrônicos desta agência, sendo que, essa agência, que faz o pagamento do pessoal contratado / concursado da prefeitura municipal de Casa Nova.

É inadmissível tal ato, já que, não existem outras formas de saque em contas do banco do Brasil na cidade, nem caixas 24 horas.

É grave o nível de desrespeito e incontornável o grau de indignação da população.

Assim, em nome servidores da prefeitura e usuários do Banco do Brasil de Casa Nova, solicitamos que sejam feitas mudanças imediatas em relação a quantidade disponível de dinheiro nos caixas eletrônicos desta agência, pois é inaceitável que os servidores e demais usuários do Banco do Brasil, sejam prejudicados.

Informamos ainda, que a não resolução dessa problemática, será tomada as providencias cabíveis.

WILKER TORRES

Prefeito de Casa Nova-BA

Cidade de Rodelas recebe de braços abertos o projeto “Na mala do Poeta”

No último dia 31 de março, na cidade de Rodelas, aconteceu mais uma edição do projeto "Oficinas e Recital - Na mala do poeta tem poesia de todo jeito". Essa edição fechou o ciclo das três cidades envolvidas nesse projeto, que antes passou por Paulo Afonso e Glória.

Uma das ações desse projeto foi percorrer pelo Centro de Educação João Justiniano da Fonseca com oficinas de Cordel e Xilogravura para alunos, que puderam aprender um pouco sobre a história do cordel, da técnica de talhar a madeira e fazer uma espécie de carimbo. Estivem envolvidos os artistas e arte-educadores Romildo Alves e Luiz Natividad, que também puderam construir um poema coletivo, que comporá a coletânea de poesias que será publicada como resultado dessa ação.

Também puderam construir gravuras com uma técnica muito fácil, utilizando e reutilizando materiais que poderiam ser descartados, como isopor, latas de refrigerante, entre outros, envolvendo os alunos nas oficinas. A receptividade dessa Escola, da diretora e de toda sua equipe foi excepcional.

Como culminância, o projeto contou também com a segunda etapa, que foi o Recital de poesia, “Na mala do poeta tem poesia de todo jeito”, uma ação que já completa dez anos e já promoveu 21 edições, em que já passaram pelo projeto artistas consagrados, como Maciel Melo, Flávio Leandro, Os Nonatos, Jessier Quirino, entre outros.

Nas duas edições anteriores, na cidade de Paulo Afonso, se apresentaram o grupo Em Canto e Poesia, de Pernambuco e Bia Leite, na cidade de Glória, quem abrilhantou o evento foram o consagrado músico e poeta Maviael Melo, Ednardo Dali e Igor Gnomo Group. Na cidade de Rodelas, abrilhantando o evento, e alternando entre poesia e música, se apresentaram o poeta Chico Pedrosa, uma sumidade na poesia e o Trio Zé Madruga, com um forrozinho pé-de-serra bem aconchegante, além de stands com livros de autores e exposições de arte.

O público dançou, riu, curtiu e se emocionou com os "causos" do poeta Chico Pedrosa e com o forró aconchegando do trio Zé Madruga. Com uma diversidade, entre crianças, adultos, jovens da terceira idade, que curtiram bastante essa grande movimentação cultural, fechando com chave de ouro esse ciclo das três edições do projeto.

O projeto é uma realização da Clarear Produções, com apoio financeiro do Governo do Estado, através do do Edital "Culturas Populares" do Fundo de Cultura da Bahia das Secretarias da Fazenda e de Cultura do Estado da Bahia, pelo Centro de Culturas Populares e Identitárias.

Lula terá apoio de pelo menos seis governadores do Nordeste

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que lidera, com folga, todas as pesquisas sobre sucessão presidencial, já tem alianças naturais com pelo menos seis dois nove governadores do Nordeste.

São eles Wellington Dias, do Piauí, Flávio Dino, do Maranhão, Camilo Santana, do Ceará, Rui Costa, da Bahia, Renan Filho, de Alagoas, e Ricardo Coutinho, da Paraíba.

Dias, Santana e Costa são do PT e, portanto, são aliados naturais de Lula. Dino, do PCdoB, fez seu primeiro gesto de apoio quando visitou Lula na semana passada e afirmou que o Brasil precisa voltar a pensar com grandeza. Renan Filho, embora seja do PMDB, deve seguir os movimentos do pai Renan Calheiros (PMDB-AL), que, no fim de semana, explicitou seu rompimento com Michel Temer. E Coutinho, do PSB, esteve ao lado de Lula na inauguração popular da transposição do São Francisco.

O movimento de todos esses governadores tem razões ideológicas, mas também faz parte da lógica eleitoral. Como o golpe de Temer e da coalizão PMDB-PSDB é rejeitado por quase 70% dos nordestinos, apoiar Lula será uma questão de sobrevivência política para os políticos que disputarão cargos majoritários. Estar contra Lula significará estar contra o eleitor.

Mais do que simplesmente apoiá-lo, os governadores do Nordeste também poderão organizar uma frente ampla em defesa da legalidade, para impedir que a direita brasileira impeça Lula no tapetão, com condenações em primeira e segunda instância.

 

Fonte: Ascom Codevasf/Ascom SecultBA/Ação Popular/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!