05/04/2017

Gosto de ferro na boca: o que pode ser? Causas prováveis

 

A cavidade bucal pode dar vários indícios de que algo não vai bem com seu corpo. Um deles é o paladar alterado, que costuma surgir principalmente por um gosto de metal na boca. Suas causas envolvem uso de substâncias e doenças, o que revela a importância de investigar se algo mais sério está acontecendo.

Gosto metálico na boca: o que é?

As células das papilas gustativas da boca têm sensores que captam as características do alimento e o transmitem para o cérebro, gerando o que chamamos de sabor ou gosto. Porém, algumas alterações no nosso organismo podem interferir no paladar, em um fenômeno que é chamado de disgeusia.

Uma das alterações é o gosto de ferro na boca, que geralmente é fruto de secura bucal.

  • Causas do gosto de ferro na boca

Ansiedade

Um dos sintomas de crises de ansiedade é a redução da saliva, que deixa a boca seca. Com isso, surgem alterações como garganta seca, queimação na língua, mau hálito e paladar metálico.

Bebida alcoólica

Por ser diurético e aumentar a liberação de urina, o álcool faz com que fiquemos desidratados. Como resultado a boca fica ressecada e o gosto ruim é sentido.

Câncer

O tratamento com radioterapia e quimioterapia para tumores na cabeça ou pescoço pode provocar a sensação de ferro na mucosa.

Além disso, o câncer é uma doença sistêmica que atinge o organismo como um todo, não apenas uma região, também sendo responsável por aftas e lesões na boca.

Dengue

A febre é um sintoma de dengue que faz com que o doente perca água pela respiração e transpiração. Com isso, o organismo fica desidratado e a sensação de ferro na boca pode surgir.

Diabetes

Um dos sintomas de diabetes mellitus é justamente a alteração do paladar, que surge em decorrência da boca seca provocada pelos altos níveis de glicose no sangue.

Refluxo

Segundo o cirurgião-dentista Mateus Windlin, da rede de centros médicos dr.consulta, problemas relacionados ao trato gastrointestinal podem acarretar no paladar alterado, como refluxo. Isso ocorre pois o conteúdo do estômago acaba voltando para a boca e, com ele, vem o gosto desagradável.

Falta de higiene

O odontologista Mateus Windlin explica que alguns problemas causados pela falta de uma higiene bucal correta podem ter como sintoma o gosto de ferro na boca. Entre eles, estão gengivite, cáries, infecções na boca e presença de bactérias.

Fígado

O especialista revela que alterações no fígado, como inflamações e doenças virais, podem alterar a produção da bile. Com isso, o estômago fica irritado, pode haver enjoo, vômitos e boca amarga.

Gravidez

O corpo da gestante passa por alterações nas papilas gustativas e no sistema digestivo, que, por ficar mais lento, causa refluxo. Esse processo é normal e resulta em um gosto amargo na boca durante a gravidez.

O dentista Mateus defende que a sensação pode ocorrer também com o paladar metálico. No entanto, o infectologista Paulo Olzon discorda e diz que não é comum sentir isso nessa fase.

É sintoma de gravidez?

A disgeusia surge aproximadamente no sexto mês de gestação, ou seja, no segundo mês após a fecundação. Portanto, ela é um dos sintomas para desconfiar da gestação.

Hemocromatose

É uma patologia hereditária relacionada ao excesso de ferro no organismo, que acaba atingindo até mesmo o paladar.

Infecções

Infecções estão geralmente associadas à febre, sintoma que deixa o corpo desidratado por perder água na transpiração e respiração. Isso causa secura e faz com que surja o gosto de ferro na boca.

Asma, bronquite, gripe, tuberculose e pneumonias são alguns dos muitos acometimentos que entram nessa categoria.

Medicação

Algumas fórmulas contêm substâncias que podem alterar o paladar, deixando-o metálico. De acordo com o infectologista Paulo Olzon, medicamentos para Aids costumam dar esse feito.

Já o dentista Mateus Cóstola complementa que terapias voltadas para o câncer, como radioterapia e quimioterapia, podem provocar a alteração se forem feitas no pescoço ou na cabeça.

Problemas nos rins

Condições reumatológicas como insuficiência renal também causam esse sintoma. Paulo Olzon afirma que elas provocam a diminuição de saliva e acarretam na boca mais seca, que é o gatilho para alterações no paladar.

Mau humor por causa da dieta? Aprenda a driblar a situação

Ficar de bem com a vida durante o período de privação de comida é querer demais. E a ciência está aí para mostrar que dieta radical e mau humor sempre dão match.

Isso tem a ver com uma substância cerebral chamada serotonina, que regula o humor, o sono e o apetite. A fabricação desse neurotransmissor depende do suprimento de um aminoácido essencial, o triptofano, presente em alimentos que contêm proteína.

“Mas a disponibilidade da serotonina no cérebro depende do carboidrato. Ele facilita a entrada do neurotransmissor no sistema nervoso”, comenta o endocrinologista Marcio Mancini. Cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, afirmam: além de deixar você mal-humorada, a falta de serotonina dificulta o controle de emoções ligadas à raiva e à agressividade.

COMO AMENIZAR

Se o programa de emagrecimento proíbe até mesmo os alimentos fonte de carboidrato complexo, como batata-doce, mandioca e cereais ou grãos integrais, pratique atividades que proporcionem prazer. “Muita gente não tem outra felicidade que não seja comer. E, quando restringe drasticamente essa fonte de satisfação, fica em sofrimento”, explica Marilice Rubbo.

Para aguentar o tranco, a psicóloga sugere incluir na rotina outros tipos de entretenimento, como um hobby ou realizar passeios ao ar livre. Sair com os amigos também distrai e ajuda você a tirar o foco da comida.

 

Fonte: MSN/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!