28/06/2012

ILHEUS: Governo libera recursos para obras

 

Parte dos cerca de R$ 20 milhões em recursos para a execução de projetos que se encontram no Sistema de Convênio do Governo Federal (Sincov) já começaram a ser liberados para a construção de diversas obras em Ilhéus. Esses recursos, que se destinam à implantação e melhoria de equipamentos urbanos e são oriundos do orçamento de vários ministérios, foram solicitados pela Prefeitura de Ilhéus, através da apresentação de projetos, já devidamente analisados e aprovados.

Segundo o prefeito Newton Lima, além de recursos para a implantação de novos projetos, também foi feito um esforço para liberar verbas já consideradas perdidas por descaso de ex-gestores. “Através de um trabalho profícuo junto às autoridades federais e estaduais conseguimos demonstrar que esse dinheiro era importante para o desenvolvimento de Ilhéus e conseguimos fazer com que fossem transformados em investimentos, a exemplo da construção de casas e melhorias no Teotônio Vilela”, revelou.

Informa o secretário da Indústria, Comércio e Planejamento, Jorge Bahia, que os projetos foram elaborados pelo Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP) do Município, dentro das prioridades eleitas pelo prefeito Newton Lima. Grande parte dos projetos prevê uma contrapartida financeira de 4% dos recursos que serão repassados pela União, exigindo, portanto, a destinação de verbas municipais específicas para a execução das obras.

Dentre os recursos analisados e já aprovados está o destinado para a construção da Praça de Esportes e da Cultura – conhecida como Praça do PAC –, no valor de R$ 1,9 milhão. A obra, que será construída no bairro Nossa Senhora da Vitória, já foi licitada e o processo encontra-se em fase de homologação e dentre de pouco tempo será anunciada a empresa ganhadora da concorrência e o início dos trabalhos de edificação.

Dos recursos previstos no Sincov, parte já foram liberados pelos ministérios da Educação, Saúde e Cultura e destinam-se a áreas importantes e que beneficiam diretamente a população carente, propiciando uma melhoria significativa na prestação dos serviços públicos. “As áreas para a construção desses equipamentos já foram selecionadas, o que evitará problemas de continuidade”, informa Jorge Bahia.

Centrais de abastecimento – A reforma nas duas maiores centrais de comercialização de produtos agropecuários de Ilhéus já foi aceita pelo Sistema de Convênio do Governo Federal (Sincov). Recursos da ordem de R$ 11,36 milhões serão investidos nas obras das Centrais de Abastecimento do Malhado e da Urbis, ambas com contrapartida do Município de Ilhéus. Os recursos estão previstos para serem liberados nos anos de 2012 e 2013.

De acordo com o projeto elaborado pelo Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP), mais de 90% da produção agrícola de Ilhéus é comercializada no distrito sede do Município, com grande ênfase para as duas centrais, conforme dados fornecidos pela Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac). Ainda segundo os mesmo dados, existem em torno de 9 mil produtores agrícola-familiar no Município de Ilhéus, distribuídos em aproximadamente 60 associações. Deste total, pelo menos 50% comercializa seus produtos na Central de Abastecimento do Malhado.

Maior centro de comercialização do Município, a Central de Abastecimento do Malhado possui uma área total construída de 14.267,09 m², distribuída em três pavilhões, que abrigam 1.180 pontos fixos (boxes) e 800 pontos flutuantes que são montados regulamente nos finais de semana. Inaugurada em 1981, circulam semanalmente Central de Abastecimento do Malhado em torno de 10 mil pessoas (de segunda à sexta-feira) e nos finais de semana (sábado e domingo) cerca de 50 mil pessoas.

Fonte: O Tabuleiro

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!