28/04/2017

Salvador: Médicos de maternidade referência ameaçam com greve

 

Após paralisação de advertência realizada no último dia 17, os médicos da Maternidade de Referência Professor José Maria de Magalhães Netto não descartam a possibilidade de uma greve por tempo indeterminado.

Sob administração do Instituto Hygia, a unidade tem passado por dificuldades preocupantes por se tratar da principal maternidade do estado, afirmou o presidente do Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed), Francisco Magalhães.

"Temos uma redução de vagas sistêmica nas maternidades não só na Bahia, mas em todo o Brasil. Ela está passando por uma dificuldade e tem uma situação diferenciada das outras porque é de referência. Todo caso especial vai para essa maternidade", completou ao ressaltar que a unidade vem sofrendo redução na equipe, principalmente de médicos, auxiliares e enfermeiros.

Segundo Magalhães, as principais reivindicações dos médicos da unidade estão relacionadas ao vínculo empregatício e pagamento de salários.

"Sentamos na última quarta com a Hygia e com a Sesab [Secretaria de Saúde da Bahia] e externamos a necessidade de se estabelecer de imediato a questão do vínculo dos médicos, com CLT, além do pagamento em dia", pontuou.

Após a assembleia, houve uma promessa de regularização dos problemas, mas os profissionais permanecem sem uma definição da empresa.

"Nós estamos esperando uma convocação, porque saímos da reunião com a definição que eles devem em pouco tempo resolver a questão do vínculo e do pagamento do pessoal. Me parece que os PJ [pessoa jurídica] já pagaram recentemente. Agora, nos aproximando de outro mês, já pensamos que será uma nova luta", ressaltou o presidente do Sindimed.

Ainda assim, reconheceu que a relação desta empresa com o sindicato melhorou, já que estão aparentemente mais abertos ao diálogo.

O histórico da Hygia pode se tornar um ponto preocupante na relação, já que a empresa é acusada de deixar uma dívida de mais de R$ 95 milhões no Hospital Municipal de Barueri, em São Paulo.

"A população se torna vítima, a mulher se torna vitima dessa situação caótica precarizada. A maioria das maternidades hoje está em uma situação que é um inferno", avaliou Magalhães.

Maragogipe: Falso dentista com quase 25 anos de 'atuação' é preso

Um falso dentista foi preso em flagrante na manhã desta quinta-feira (27) em Maragogipe, no Recôncavo.

O acusado foi preso em uma ação conjunta entre o Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA) e a Policia Militar. José Francisco Araújo, de 59 anos, exercia a função há quase 25 anos.

Segundo o CRO-BA, o homem atendia em torno de cinco pacientes por dia, cobrando em média R$ 50 por extração e R$ 250 por prótese total.

Conforme Carlos Dourado, presidente da Comissão de Fiscalização do conselho, o local onde o acusado atuava estava em condições insalubres [que causa mal à saúde], com “alto risco” de contaminação de doenças infectocontagiosas.

O CRO-BA informa que o exercício ilegal da profissão de cirurgião-dentista é crime, além de colocar em risco a saúde de pacientes. O falso dentista vai responder pelo exercício ilegal da profissão da odontologia. Caso seja condenado, pode pegar de seis meses a dois anos de prisão.

Rui Costa autoriza construção de policlínica regional em Valença

Com um investimento de R$ 21,2 milhões em obras e equipamentos, o governador Rui Costa autorizou nesta quinta-feira (27) a construção da policlínica regional de Valença.

O consórcio público federativo que vai administrar a unidade é formado por 12 municípios da região baixo sul da Bahia: Cairu, Camamu, Gandu, Igrapiúna, Ituberá, Nilo Peçanha, Nova Ibiá, Piraí do Norte, Taperoá, Teolândia, Valença, Wenceslau Guimarães.

"Esse equipamento aqui vai ser importante para fortalecer a prevenção da saúde. Nós já entregamos, nos últimos dez anos, mil e setecentos postos de saúde pela Bahia, mas o povo não tinha onde fazer os exames solicitados nas consultas feitas nesses postos de saúde, agora terão as policlínicas", destacou o governador.

Além de Valença, já foram implantados consórcios nas regiões de Santo Antônio de Jesus, Teixeira de Freitas, Jequié, Irecê, Guanambi, Camaçari/Salvador, Feira de Santana e Alagoinhas.

Ainda em Valença, Rui Costa entregou o posto da 33° Companhia Independente da Polícia Militar e duas viaturas, autorizou a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a celebrar três convênios no âmbito do programa Bahia Produtiva, entregou um barco equipado para pesca oceânica e inaugurou a rede elétrica do bairro Novo Horizonte.

Hospital Roberto Santos recebe unidades notificantes de doadores de córneas

O Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) sediou, na manhã desta quinta-feira (27), o Encontro de Unidades Notificantes de Possíveis Doadores de Córneas. Promovido pela Central de Transplantes e pelo Banco de Olhos da Bahia - setores localizados dentro da estrutura da instituição, no bairro do Cabula, o evento contou com a presença de 45 representantes de hospitais de todo estado.

José Admirço Lima Filho, diretor-geral do HGRS, foi o responsável pela abertura da atividade. O gestor, que é também anestesiologista, falou sobre a importância do processo de doação, captação e transplante de órgãos: "costumo fazer anestesia para diversos casos e já tive oportunidade de presenciar a felicidade de quem recebe um órgão. É algo inexplicável. Acredito que ser doador e atuar profissionalmente nesse processo é ter compaixão. Não tenho dúvidas de que a doação é um dos maiores gestos de amor que se pode ter".

Foi ele também o escolhido pelos organizadores para entregar uma honraria ao chefe do Apoio Administrativo do Hospital Roberto Santos, Irineu Valle. De acordo com a Central de Transplantes e Banco de Olhos da Bahia, o setor cuja coordenação é do servidor merece o reconhecimento de Amigo do Transplante, devido à atenção e presteza dispensadas. "Nós temos a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante - Cihdott, que é bastante eficiente, mas é incontestável a diferença que faz o empenho de Irineu nas notificações de óbito e, consequentemente, de possíveis doadores de córneas", destacou Admirço.

No encontro, os profissionais discutiram as etapas do processo de doação de córneas na Bahia. Conduziram as palestras as enfermeiras Monalisa Rodrigues e Marli Nascimento, do Banco de Olhos da Bahia; Mirela Andrade , da Organização de Procura de Córneas (OPC), e Carolina Melo Sodré, da Central de Transplantes, além das médicas Márcia de Souza - Banco de Olhos da Bahia, e Rita de Cássia Pedrosa - coordenadora Estadual de Transplante.

Estiveram na pauta temas como fluxo de distribuição, epidemiologia da doação, orientações para notificação (critérios de exclusão e elegibilidade de doadores), entrevista familiar para doação de córneas e anatomia, histologia e fisiologia ocular (principais indicações e tipos de transplantes de córnea, técnica de enucleação).

 

Fonte: BN/Ascom HGRS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!