02/05/2017

Uauá: Governo certifica Comunidades de Fundo de Pasto

 

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), certificou 20 comunidades tradicionais de fundo de pasto neste sábado (29), em Uauá, no nordeste do estado. A ação ocorreu durante a 9ª edição do Festival do Umbu, evento anual que reúne organizações e entidades de expressiva atuação na área da agricultura familiar e economia solidária, sob realização da Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc). A certificação foi realizada pelo vice-governador João Leão e pela titular da Sepromi, Fabya Reis.

Para a secretária, trata-se de “uma conquista histórica deste segmento, que amplia ainda mais as portas para a garantia de direitos, sobretudo ao território, algo tão caro e fundamental para suas lutas”. Ela informou que com essa a medida o governo estadual chega à marca de 430 certificados entregues em toda a Bahia. “Assim cumprimos nossa missão institucional e avançamos nas contribuições para o enfrentamento ao racismo institucional e à invisibilidade histórica que acometem os povos e comunidades tradicionais”, afirmou Fabya Reis.

O vice-governador João Leão destacou que as certificações, juntamente com as políticas de apoio à produção de alimentos dos pequenos agricultores, são instrumentos importantes para alavancar o semiárido. “É uma região com potencial de desenvolvimento. Vejo nestes espaços possibilidades de crescimento muito grandes”, destacou. Na agenda, juntamente com a comitiva, ele também visitou a agroindústria da Coorpercuc e conheceu os produtos exclusivos da organização, a exemplo da cerveja de Umbu, bastante apreciada no evento.

A presidente da Coopercuc, Denise Cardoso, ressaltou que o Festival do Umbu é um evento construído coletivamente por entidades parceiras, sendo um espaço de visibilidade, comercialização, intercâmbio de experiências, formação e fortalecimento institucional. “Aqui afirmamos ao mundo que o semiárido é viável e nele podemos produzir com qualidade, possibilitando uma alimentação de milhares de pessoas. Não podemos esquecer, portanto, a importância da agricultura familiar para as populações em todo o mundo”.

Deputado José Nunes é vaiado durante Festival do UMBU em Uauá

O deputado federal José Nunes (PSD) esteve presente neste sábado (29)  no município de Uauá o deputado participou do  IX Festival do UMBU que ocorre todos os anos no município, porém ao se dirigir a tribuna para discursar o deputado foi surpreendido com vaias de toda a população presente.

Com palavras de "Golpista, Golpista" os manifestantes vaiaram e fizeram gestos de reprovação ao deputado durante todo o discurso.

A principal queixa da população foi o voto que o Deputado Federal deu ao favorável ao Projeto de Lei 4302 que libera a terceirização do trabalho porém que poderá trazer prejuízo aos direitos trabalhistas como férias e 13º.

A lista dos deputados que votaram a favor foi amplamente divulgada nas redes sociais e pela primeira vez vem causando grandes transtornos a vida dos políticos que ao participar de eventos públicos são deparados com a rejeição popular.

Além de José Nunes os deputados federais Mário Negromonte Jr e João Bacelar que também votaram a favor da terceirização e tiveram ampla votação nas cidades circo vizinhas também sofreram a mesma chuva de vaias nos últimos eventos públicos que participaram nas cidades de Cícero Dantas e Riachão do Jacuípe respectivamente , e em Uauá não foi diferente a gritaria foi tanta que o deputado José Nunes mudou o tom do discurso para tentar se defender das acusações.

A reprovação do povo parece ter surtido efeito pois durante o discurso o deputado tentou se defender dizendo que vota segundo as suas convicções mas acabou se atrapalhando ao afirmar que havia votado contra a reforma trabalhista e a reforma da previdência porém depois o deputado concertou dizendo que havia votado contra a reforma trabalhista e assumiu o voto contra a reforma da previdência que ainda vai ocorrer no próximo dia 3 de maio, o que mostra que a reprovação do povo já foi suficiente para o deputado mudar o ponto de vista quando aos direitos dos trabalhadores do semiárido baiano.

Melhorias na sede da Codevasf visam mais segurança, conforto e qualidade de vida para os empregados

Sala de apoio à amamentação, espaço de convivência, reforma do auditório e intervenções no estacionamento. Para celebrar o Dia Mundial do Trabalho (1º de maio), a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) destaca uma série de melhorias no edifício-sede que visa mais segurança, conforto e qualidade de vida no dia a dia dos empregados. As ações foram implementadas pela Área de Gestão Administrativa e Suporte Logístico, por meio da Gerência de Patrimônio, Materiais e Serviços Auxiliares (AA/GSA).

"A direção da Codevasf busca diariamente maneiras para valorizar o nosso corpo técnico. Essas melhorias realizadas na infraestrutura da sede demonstram o empenho da empresa em proporcionar um ambiente de trabalho mais moderno, seguro e confortável para todos os trabalhadores da Codevasf. E esse tipo de melhoria também será estudada e implantada nas Superintendências Regionais, de acordo com as necessidades de cada local", afirma a presidente da Companhia, Kênia Marcelino.

A Codevasf vai inaugurar em maio a Sala de Apoio à Amamentação com o objetivo de assegurar um local adequado para as funcionárias que retornam da licença-maternidade e precisam retirar o leite materno durante a jornada de trabalho. Essa prática contribui para a manutenção da produção do leite e evita o desconforto físico que as mamas cheias e doloridas podem causar – em alguns casos, até o desenvolvimento de mastites.

A criação da Sala de Apoio à Amamentação foi anunciada pela presidente da Codevasf durante as comemorações do Dia Internacional da Mulher (8 de março). “A sala será um ambiente acolhedor, tranquilo e apropriado à coleta e ao armazenamento do leite – permitindo que, ao final de cada expediente, a mãe possa levar o leite para seu filho ou fazer a doação do excedente ao Banco de Leite Humano do Hran (Hospital Regional da Asa Norte)”, explicou Kênia Marcelino no evento.

A sala, que está sendo implantada na Unidade de Benefícios e Saúde Ocupacional, no segundo andar, segue as especificações técnicas da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal e está em processo de registro no Ministério da Saúde por meio do projeto “Mulher trabalhadora que amamenta”. O local contará com freezer, termômetro e poltrona – um investimento de R$ 4 mil.

Relaxamento e integração

Localizado na área externa do prédio da Companhia, ao lado das instalações do Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Instituições de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (Sinpaf) e da Associação dos Empregados da Codevasf (Assemco), o Espaço de Convivência é uma área criada para que os servidores tenham momentos de relaxamento, nas pausas que fazem diariamente para as refeições, ou em momentos de ações voltadas para a integração. A área foi inaugurada em março deste ano e contou com investimento de aproximadamente R$ 37 mil.

“O espaço foi projetado com o intuito de trazer mais interação e conforto nos intervalos de trabalho, além de ser um local onde os funcionários podem se encontrar para relaxar, conversar, fazer refeições e realizar eventos comemorativos, como aniversários e chás de fralda”, ressalta a gerente-executiva da Área de Gestão Administrativa e Suporte Logístico, Ionara Oliveira.

O Espaço de Convivência está aberto diariamente para almoço, das 11h às 14h, e conta com utensílios de apoio, como micro-ondas, geladeira, talheres, copos e pratos. Para uso em comemorações, que devem ser em horário a partir das 17h30 (após o expediente), é necessário reservar o espaço, por meio do telefone (61) 2028-4738.

Com o propósito de manter a qualidade do espaço, a AA definiu algumas regras básicas de uso: não deixar alimentos na geladeira; não usar alumínio no micro-ondas; lavar, secar e guardar os utensílios usados; e não fumar.

Segurança

O crescente aumento de veículos na região da sede da Codevasf impactou não apenas na dificuldade para encontrar uma vaga adequada, mas também na necessidade de aumentar a segurança de empregados, usuários e veículos no estacionamento em frente a empresa. Uma das ações implantadas pela AA/GSA com essa finalidade foi a instalação de seis câmeras no estacionamento cercado (inferior e superior).

As câmeras estão integradas ao circuito fechado de televisão da Companhia, que conta com gravadores digitais para armazenar as imagens. O investimento foi de aproximadamente R$ 20 mil.

Outra medida de segurança adotada foi o reforço no patrulhamento do estacionamento cercado. A nova empresa de vigilância contratada pela Codevasf possui três vigilantes em rondas. Além disso, os portões de entrada e saída são fechados a partir das 20h.

A Gerência de Patrimônio, Materiais e Serviços Auxiliares orienta que os usuários não deixem objetos dentro do carro e verifiquem o fechamento correto de portas e vidros do veículo. Outra recomendação, ao sair após as 18h, é procurar ser acompanhado pelo vigilante do estacionamento até o carro.

O adesivo de identificação de veículos fornecidos aos empregados da Codevasf também contribui para a segurança, uma vez que permite a equipe de vigilância avisar ao proprietário sobre alguma ocorrência com o veículo, como luzes acesas, vidros abertos, alarmes tocando etc.

Em relação ao gramado na lateral do edifício da Companhia e outras áreas externas usadas como estacionamento, a gerência destaca que esses locais não estão sob responsabilidade e vigilância da empresa e, por isso, não recomenda o uso.

A fim de oferecer mais segurança para a circulação de pedestres, a AA/GSA construiu ainda calçadas na lateral oeste do prédio. O investimento de aproximadamente R$ 50 mil atendeu uma demanda do Governo do Distrito Federal.

Modernização

A recente troca de poltronas, piso e revestimento do Auditório Avelino Costalonga foi outra melhoria executada pela AA/GSA. O investimento de R$ 130 mil teve como objetivo modernizar e oferecer mais conforto aos empregados e colaboradores que usam o espaço.

O auditório conta com 103 lugares e sistema de refrigeração e projeção de imagens.

O agendamento pode ser feito pelo e-mail servicosgerais@codevasf.gov.br .

As poltronas, mesa e cadeiras substituídas foram reaproveitadas para a montagem de um miniauditório na Presidência da Codevasf, com 25 lugares, refrigeração e sistema de projeção de imagens.

 

Fonte: Ascom Sepromi/MonteSanto.net/Ascom Codavasf/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!