03/05/2017

Salvador: Espetáculo 'Barrela' volta a cartaz

 

Estreia em Salvador neste mês de maio a remontagem do espetáculo Barrela, uma obra de Plínio Marcos, dirigida Por Nathan Marreiro, da Cia de Teatro Gente. As apresentações serão no Teatro Vila Velha, onde serão comemorados os10 anos de estreia da montagem.

A peça entra em cartaz de 11 a 21 de maio, de quinta-feira a domingo, 20h e 19h no domingo. O valor antecipado é de R$30 e R$ 15 até dia 10 de maio e R$ 40 e R$ 20 após a estreia.

A trama se passa dentro de uma cela, onde os presos Portuga (Ismael Marques), Bahia (Amós Heber), Tirica (Everton Machado), Fumaça (Jhoilson Oliveira), Louco (André Nunes), Bereco (Victor Kizza) e o recém-chegado Garoto (Felipe Velozo) dividem seus dias, suas histórias, seus problemas, suas frustrações, o melhor e o pior de cada um.

A tensão entre os companheiros de cela se intensifica depois da chegada do burguês apelidado de Garoto, que seguindo uma prática para alguns tipos dentro da detenção, é estuprado pelos presos. A trama conta ainda com a participação de dois carcereiros interpretados pelos atores Ailson Leite e Daniel Calibam.

O argumento para o roteiro continua atual: a situação atual da população carcerária do Brasil.

  • SERVIÇO

Espetáculo Barrela

Teatro Vila Velha

De 11 a 21 de maio, de quinta-feira a domingo, 20h e 19h no domingo

R$30 e R$ 15 até dia 10/05 e R$ 40 e R$ 20 após a estreia

Espetáculo faz homenagem ao poeta Gregório de Mattos em Salvador

O espetáculo “Boca a Boca: um solo para Gregório”, que homenageia o poeta baiano Gregório de Mattos estreia na sexta-feira (5), no Café-Teatro Rubi, no Sheraton da Bahia Hotel, onde também haverá apresentação no sábado (6). As exibições seguem durante todo o mês, mas às quintas-feiras, sempre às 20h30.

A peça foi apresentada pela primeira vez na cidade de Lisboa, em Portugal. Com encenação e roteiro de João Sanches, o ator Ricardo Bitencourt sobe ao palco para declamar poesias e falar sobre a vida e a obra de Gregório de Mattos.

Ao vivo, o músico Leonardo Bittencourt executa a trilha sonora que tem canções do The Doors, Nirvana, Ramones, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Novos Baianos.

O ticket couvert artístico custa R$ 60 e pode ser comprado no site Compre Ingressos ou na bilheteria do Café-Teatro Rubi.

O espetáculo busca reconhecer a importância do poeta baiano, que é considerado, por muitos teóricos, o primeiro escritor brasileiro efetivamente nascido no Brasil, em 1636. O roteiro apresenta um conjunto de 40 poemas ou trechos de poemas de Gregório de Matos, que são divididos não de forma cronológica, mas, sim, por temas, como a sátira de costumes, o sexo, a religião e a crítica ao governo.

  • SERVIÇO

Boca a Boca : um solo para Gregório

Local: Café-Teatro Rubi, no Sheraton da Bahia Hotel

Datas: estreia nos dias 5 e 6 de maio; quintas-feiras de maio, sempre às 20h30

Preço: R$ 60

'Exu – A Boca do Universo' volta a cartaz no Teatro Gregório de Matos

Agradecer a Exu pelas conquistas e um pedido para que continue a abrir os caminhos. Com este mote, o Núcleo Afro Brasileiro de Teatro de Alagoinhas (Nata) retorna com 'Exu – A Boca do Universo', de quinta-feira (4) a domingo (7), às 20h, no Teatro Gregório de Matos, em Salvador. O espetáculo, que já rodou mais de 30 cidades brasileiras pelo Palco Giratório do Sesc 2015, apresenta cinco qualidades/características dentro do universo que é esta divindade e alguns itan – palavra em ioruba que significa lendas, histórias e mitos.

As apresentações dão início ao projeto OROAFROBUMERANGUE, realizado pelo Nata, com apoio financeiro do Governo do Estado, por meio do Fundo de Cultura, e aprovado no Edital Setorial de Teatro da Fundação Cultural do Estado (Funceb). O projeto propõe a realização de diversas ações em 2017 e 2018, nos municípios de Alagoinhas e Salvador. “Traremos uma discussão importantíssima para o repertório do Nata: o empoderamento da mulher negra. Tudo que produzirmos nesses dois anos vai reverberar na montagem do nosso novo espetáculo 'Oxum', com previsão de estreia em outubro do ano que vem”, destaca a diretora Fernanda Júlia Onisajé.

Serão realizadas oficinas para comunidade de Alagoinhas, duas edições do 'Ipadê – Fórum Nata de Africanidade' (em Alagoinhas e Salvador), apresentações de 'Exu – A Boca do Universo' (Salvador), temporadas do projeto 'Natas em Solos - Seis Olhares Sobre o Mundo' (Alagoinhas e Salvador) e manutenção e montagem do espetáculo 'Oxum'. “Teremos ainda nas duas cidades na realização do 'Sarau Noites Afro-Poéticas' e, em janeiro de 2018, a volta de 'Sire Obá'”, ressalta Susan Kalik, que é diretora da Modupé Produtora, empresa responsável pela produção do Nata.

ATeliê voadOR ocupa o MAB com o projeto "Solos Voadores"

Em 2017, a ATeliê voadOR Companhia de Teatro comemora 15 anos e como parte da celebração o grupo vai apresentar dois espetáculos durante todo o mês de maio: "O Outro Lado de Todas as Coisas", todas as quintas-feiras, sempre às 19h e "Uma Mulher Impossível", nas sextas-feiras, às 19h, e sábados e domingos, às 18h, na Museu de Arte da Bahia - MAB, como parte do Laboratório de Experimentação Estética.

A ocupação do MAB com o repertório da Companhia faz parte também do projeto Aqueles que Habitam o Tempo, financiado pelo Edital de Apoio a Grupos e Coletivos Culturais da Fundação Cultural do Estado da Bahia de 2014, e faz parte das comemorações de 15 anos da Companhia de Teatro.

O fio condutor do espetáculo 'O outro lado de todas as coisas' é a idéia do amor na obra de Caio Fernando Abreu. Mesclando histórias de Duda Woyda e de Caio F., Djalma Thürler cria uma dramaturgia intimista para se pensar no amor ou na falta dele, uma constante na obra de "Caio F.".

Já 'Uma Mulher Impossível', que tem a participação especial do ator Jackson Costa em off, é mais um investimento da ATeliê voadOR no diálogo entre o teatro e as subalternidades, um convite a se pensar, em nome de todas as mulheres, sobre o machismo e a violência. "É um manifesto estético, poético, ácido e provocante para um novo feminismo", declara Mariana Moreno.

  • SERVIÇOS

"O outro lado de todas as coisas" - com Duda Woyda

Local: Laboratório de Experimentação Estética, no Museu de Arte da Bahia (MAB), no Corredor da Vitória

Data: 04, 11, 18 e 25 de maio, quinta-feira, 19 horas

Valor: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

"Uma Mulher Impossível" - com Mariana Moreno

Data: 05 a 28 de maio (sextas -19h, sábados e domingos - 18h)

Local: Laboratório de Experimentação Estética, anexo do Museu de Arte da Bahia, no Corredor da Vitória

Valor: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

 

Fonte: G1/Ascom SecultBa/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!