05/05/2017

Circuito Mais Música promove show de Luiz Caldas e Ju Moraes

 

Depois de movimentar Itabuna, a 4ª edição do Circuito Mais Música chega a Salvador  neste sábado (06) com shows de Luiz Caldas e Ju Moraes, no Parque Costa Azul, a partir das 17h. Além da programação cultural com entrada gratuita, o projeto também promove oficina destinada a adolescentes sobre Música e Tecnologias com a facilitadora Lu Barretto.

Realizado pela Da Cultura Projetos e Soluções e Marketing Cultural da Caderno 2 Produções, o projeto tem apoio do Governo da Bahia, por meio do Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural (Fazcultura), da Secretaria da Fazenda e de Cultura da Bahia.

A primeira edição do projeto aconteceu em 2010 e de lá para cá mantém entre as suas principais características a itinerância entre as cidades da Bahia e a programação voltada a novos públicos, incentivando os jovens a participarem de eventos culturais e atividades ligadas à música.

Luiz Caldas - Dono dos hits “Magia”, “Haja Amor”, “Tieta” e “É Tão Bom”, o multi-instrumentista é o criador da sonoridade híbrida mais tarde batizada de axé-music. Ganhou destaque nacional com “Fricote” e já compôs mais de 130 músicas. Atualmente, com mais de 40 anos de carreira, seu repertório passeia pelo rock, forró, MPB, samba e axé. Recentemente iniciou um projeto que disponibiliza músicas gratuitas lançadas mensalmente em seu site. Luiz Caldas é o exemplo da música sem fronteiras.

Ju Moraes - A baiana Ju Moraes encantou os brasileiros de norte a sul, cantando versões emocionantes de clássicos do cancioneiro popular durante o The Voice Brasil, exibido pela TV Globo em 2012, primeira edição do reality. Em parceria com o multi-instrumentista Mikael Mutti, gravou o primeiro CD-DVD, “Em Cada Canto Um Samba”, que foi lançado em 2014 pela gravadora Universal Music. Em 2016 gravou seu mais recente CD com músicas novas, regravações e pitadas do samba com o eletrônico, sem perder a tradição. E nesse ritmo Ju desponta no Brasil como uma revelação da safra de novos cantores da Música Popular Brasileira.

  • SERVIÇO

Circuito Mais Música - Show de Luiz caldas e Ju Moraes

Local: Parque Costa Azul

Horário: 17h

Entrada Franca

Últimos dias para conferir a exposição Amém Axé no Centro Cultural Solar Ferrão

Ainda está em tempo de conferir a exposição ‘Amém e Axé’, que aborda duas vertentes religiosas através das fotografias de Ricardo Sena (que compõem a parte Axé) e das esculturas de santos católicos (Pop Saints) no estilo kitsch da artista Giórgia Legalle (que compõem a parte Amém), no Centro Cultural Solar Ferrão (Pelourinho), em cartaz até este domingo (07), com entrada gratuita.

A designer industrial e de interiores Giórgia Legalle, que atua há mais de 12 anos na área de decoração, pintura e desenvolvimento de esculturas estilizadas, possui uma linha de criação voltada para a estética kitsch, a qual se baseia na reinvenção de formas de expressão convencionais. Os ‘Pop Saints’ (Santos Pops), peças exclusivas criadas por Giórgia, são figuras kitsch de santos católicos pintados com cores fortes, flores e ornados com elementos customizados.

Já a parte ‘Axé’ conta com as fotografias de Ricardo Sena, que trabalha com a luminosidade em suas fotos, remetendo a uma “pomba da paz”. O fotógrafo mostra um recorte em fotografias, todas em preto e branco, sobre festividades e rituais das religiões de matriz africana, tendo como geografia do trabalho as cidades de Salvador, Santo Amaro, Cachoeira e a Ilha de Itaparica. “As fotografias desta exposição não se limitam à função de documentar, como objeto de memória, o universo infindável que é o do Axé. A intenção é apresentar o desafio de colocar em diálogo o caráter documental com uma poesia imagética bem elaborada, ainda que casuística”, pontua Ricardo.

O Solar Ferrão integra os espaços administrados pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

  • Serviço:

EXPOSIÇÃO ‘AMÉM & AXÉ’

Local: Galeria do Centro Cultural Solar Ferrão - Rua Gregório de Matos, 45, Pelourinho

Período: até 07/05/2017 (domingo)

Visitação: terça a sexta, de 12h às 18h. Sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h

Entrada: grátis

Telefone: (71) 3116-674

Últimos dias para conferir os trabalhos dos artistas Chico Mazzoni e Denissena

A Capela e Galeria 3 do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) expõem, respectivamente, as mostras ‘Retratos do Mundo Flutuante’ do artista visual e arquiteto Chico Mazzoni, e ‘Pássaros’ do artista visual Denissena, até o próximo domingo (7). Ambas são abertas ao público.

Com uma expressão plástica que transita entre a figuração e a abstração, Chico Mazzoni buscou expressar em ‘Retratos do Mundo Flutuante’ uma linguagem contemporânea na série. Com 31 quadros (incluindo três dípticos e um tríptico), ele imprime a influência da cultura japonesa em seus trabalhos, “numa busca da paisagem improvável, dos retratos do mundo que flutua na nossa imaginação”, pontua. Durante o processo, foi utilizada pintura acrílica e acrílica em baixo relevo sobre telas em formatos 80 X 80 cm, 90 X 90 cm, 100 X 100 cm.

Já em ‘Pássaros’, Denissena apresenta 17 trabalhos que mesclam esculturas em ferro, arte digital, graffiti, vídeo e performance, buscando expressar através das linguagens visuais a ideia da liberdade artística e questões de preservação ao meio ambiente numa temática poética. A exposição tem por objetivo criar um diálogo entre a arte e o público, buscando atrair para a visitação não só pessoas que já frequentam o museu, mas àqueles que não o conhecem.

O MAM-BA oferece visitas monitoradas e performances. Seu acervo tem cerca de 1,2 mil obras de arte modernistas e contemporâneas. Confira as novidades na página do Facebook: ‘Museu de Arte Moderna da Bahia’.

  • SERVIÇO

Exposição ‘Retratos do Mundo Flutuante’ de Chico Mazzoni

Quando: Até 7 de maio (domingo)

Visitação: De terça a domingo, das 13h às 19h

Onde: Capela do MAM-BA

Entrada gratuita

Exposição ‘Pássaros’ de Denissena

Quando: Até 7 de maio (domingo)

Visitação: De terça a domingo, das 13h às 19h

Onde: Galeria 3 do MAM-BA

Entrada gratuito

Palacete das Artes sedia exposição “Formas e Sentimentos” de Elisabeth Coutinho

O primeiro pavimento do Palacete das Artes recebe nesta quinta-feira (04), às 19h, a exposição “Formas e Sentimentos”, da artista visual e restauradora Elisabeth Roters Coutinho. A mostra apresenta cerca de 40 esculturas em argila, explorando o tema “cabeças”.

Conforme explica a curadora da exposição, Nanci Novais (artista plástica, professora e diretora da Escola de Belas Artes da Ufba), a artista visual Elisabeth Coutinho encontrou na cerâmica o que considerou o recurso mais eficiente para materializar suas obras/cabeças e aprofundar seus estudos de efeitos de volumes, sombras, brilhos, texturas, contrastes e expressões.

Para Nanci, Coutinho está contribuindo para o reconhecimento da cerâmica como expressão artística das mais valorizadas na contemporaneidade. “O resultado é uma grande produção onde a referida artista demonstra através do domínio da técnica, todo seu potencial criativo. No acabamento final, cada peça tem o seu tratamento particular, seja vitrificada ou simplesmente polida com cera, quando faz sobressair formas ou incisões que escaparam ao seu toque ou simples efeitos inesperados que acontecem muitas vezes pela magia do fogo no ato da queima”.

O crítico de arte César Romero acrescenta detalhes nas esculturas de cabeças da artista. “Uma característica das esculturas de Elisabeth é que, em muitas, aparecem um nariz curvo, aquilino, saído da testa indo até a boca, causando um elemento surpresa muito bem posto. Boca e lábios proeminentes, olhos afundados. Estas características formam sua linguagem, vem de sua vida instintiva profunda. Na tradição, no transitar de ideias, ela organiza o caos, movida pela necessidade interna de expressar sentimentos e fatos decorrentes de sua época. Um trabalho incansável no credo e obstinação.”

Ao convidar o público para a abertura da exposição, o diretor do Palacete das Artes, Murilo Ribeiro, explica que “Formas e sentimentos” é a primeira mostra em cartaz no museu, a partir da proposta de abrigar e contribuir com a divulgação dos trabalhos de artistas ceramistas. “Esta semente foi plantada por aqui há dois anos, com a realização da oficina de cerâmica que reúne aprendizes e mestres para, juntos, disseminar a cultura através do estudo de uma técnica e da troca de experiências. O museu está de portas abertas para a arte contemporânea da cerâmica. Que venham os trabalhos e os artistas com suas cerâmicas escultóricas”.

A exposição ficará em cartaz até o dia 4 de junho, podendo ser vista de terça a sexta, das 13h às 19h, e sábado, domingo e feriado, das 14h às 18h.

O Palacete das Artes é um órgão vinculado ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural/Secretaria de Cultura. Funciona de terça a sexta, das 13h às 19h, e sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h. Mais informações no tel. 71 3117 6987.

  • SERVIÇO:

ABERTURA DA EXPOSIÇÃO “FORMAS E SENTIMENTOS”, DE ELISABETH COUTINHO

Data: quinta-feira (04), às 19h / Visitação: até 4 de junho

Local: Palacete das Artes - Rua da Graça, 28

 

Fonte: SecultBa/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!