13/05/2017

Salvador: Agenda de eventos musicais no final de semana

 

A capital baiana oferece diversas opções de lazer e cultura para o fim de semana. Tem atrações para todos os gostos. Veja a programação para as atrações musicais que estarão disponíveis em Salvador neste sábado e domingo.

Estrastoférica

No show "Estrastoférica", Gal canta canções inéditas e grandes sucessos. Ela homenageia novos compositores, como Marcelo Camelo, Mallu Magalhães, Criolo, Céu, Jonas Sá, Lira (ex-Cordel do Fogo Encantado), Domenico Lancellotti, Moreno e Zeca Veloso. A cantora também celebra artistas de outras gerações, a exemplo de Tom Zé, Milton Nascimento, Antonio Cicero, Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Caetano Veloso. O evento acontece no sábado (13), e vai marcar o aniversário de um ano da reabertura da Concha Acústica do Teatro Castro Alves (TCA). Os ingressos são vendidos a R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). No caso de compra de meia-entrada de estudantes, o acesso ao local do show será possível apenas mediante apresentação da Carteira de Estudante. O evento contará com participação de Nara Gil e Márcia Castro.

Festa das Patroas

A cantora Marília Mendonça e a dupla Maiara & Maraísa trazem a turnê "Festa das Patroas" para Salvador, nesse sábado (13). No evento, as artistas vão animar o público com canções de sucesso como "Infiel", "Eu sei de cor", "Alô Porteiro", "Medo bobo", "10%", "Você faz falta aqui", dentre outras. A cantora Paula Mattos também participa do evento, que acontece no Wet’n Wild. Os ingressos custam R$ 45 (pista), R$ 100 (camarote), R$ 200 (lounge open bar) feminino e R$ 220 (lounge open bar masculino) e podem ser adquiridos na loja Salvador Tickets, que fica localizada no 2° piso do Shopping da Bahia.

Cantora Cris Pereira apresenta show 'Folião de Raça' em Salvador e Cachoeira

A cantora brasiliense Cris Pereira apresenta shows do álbum de estreia, "Folião de Raça", em Salvador e Cachoeira, no Recôncavo Baiano, nos próximos dias 16, 17 e 18 de maio. No repertório, clássicos do samba e do samba-canção, elementos do jazz e da música afro-brasileira.

Em Salvador, o show será nos dias 16 e 17, no Teatro Vila Velha. O mesmo show seguirá para Cachoeira no dia seguinte, 18, em show único no Cine Theatro Cachoeirano. Na capital baiana, a participação especial será de Juliana Ribeiro. Já no recôncavo, Cris Pereira receberá Dona Ana, filha da cantora e compositora Dona Dalva Damiano de Freitas.

Acompanhada dos músicos Lucas de Campos (violão e direção musical), José Cabrera (piano), Rodrigo Salgado (baixo) e Leander Motta (bateria e percussão geral), Cris irá mostra ao público músicas de “Folião de Raça”, como “Clareira, “Deixa Estar” e a faixa-título, além de interpretar temas de Baden Powell, Paulo César Pinheiro, Candeia e Dorival Caymmi.

Dirigido por Lucas de Campos e Leander Motta, “Folião de Raça” é o disco de estreia da cantora brasiliense Cris Pereira. Lançado em 2013, o trabalho traz composições de grandes sambistas de Brasília como Sérgio Magalhães, Vinícius de Oliveira, Cacá Pereira e Ana Reis e conta, ainda, com a participação especial de Dona Ivone Lara na faixa “Espelho da Vida”, de autoria de Dona Ivone e Delcio Carvalho. Depois das apresentações em São Paulo e na Bahia, a turnê “Folião de Raça”, segue para o Rio de Janeiro e Brasília.

•       SERVIÇO:

Turnê Álbum “Folião de Raça” – Cris Pereira

SALVADOR

Participação: Juliana Ribeiro

Data: 16 (Projeto Terça Preta) e 17 de maio

Local: Teatro Vila Velha

Horário: 20h

Ingressos: R$ 10 (meia)

CACHOEIRA

Participação: Dona Ana

Data: 18 de maio

Local: Cine Theatro Cachoeirano

Horário: 20h

Entrada gratuita. Sujeita à lotação do teatro.

Núcleo de Ópera da Bahia inicia atividades no Palácio da Aclamação

Nesta segunda-feira (15), o Núcleo de Ópera (NOP) da Bahia inicia oficialmente as atividades da programação cultural de 2017 no Palácio da Aclamação, localizado no Campo Grande. No salão nobre do solar oitocentista, às 19h, será realizada uma mesa de abertura e logo após serão realizadas performances musicais. O evento é uma realização da ONG Roda Baiana e Com Arte Produções Artísticas e será aberto ao público.

A mesa de abertura vai tratar sobre o posicionamento da comunidade afrodescendente e feminina dentro do mercado de trabalho no segmento artístico no Brasil, com enfoque no estado da Bahia, abordando as possibilidades atuais, oportunidades, profissionalização e perspectivas futuras. Após a mesa, serão apresentadas árias da Ópera Treemonisha, cuja temática trata-se do respeito à diversidade racial, o papel da mulher na sociedade, a importância da educação e da instrução.

Em fevereiro deste ano, o NOP lançou a Programação Anual de ensaios e apresentações artísticas no Palácio da Aclamação. O evento contou com a presença do cantor e compositor Gilberto Gil, intitulado padrinho do Núcleo, além de integrantes do Cortejo Afro. “A gestão cultural e a sociedade, junto com aqueles que têm projetos e iniciativas, como aqui no Palácio da Aclamação, precisam se unir. Esse tipo de iniciativa do Ipac [Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural], de implantar o Núcleo de Ópera nesse espaço do Palácio é fundamental, pois nos permite caminhar”, disse Gil.

Para a programação anual, o Núcleo já prepara três óperas. Uma sobre terreiros de candomblé, outra para crianças, e mais uma que terá inspiração nos festejos juninos. O núcleo é formado por cerca de 70 músicos, cantores e bailarinos e fez a estreia mundial da versão em português da ópera Treemonisha, com orquestração de Aldo Brizzi, no último dia 26 de janeiro no Teatro Castro Alves, equipamento também da Secult. Dividida em três atos, a obra do americano Scott Joplin (1868-1917), considerado o rei do ragtime, foi a primeira ópera escrita por um compositor negro que se tem notícia.

A programação do Núcleo de Ópera faz parte do projeto de dinamização de espaços do Ipac. Além do NOP, o solar oitocentista foi sede de variados eventos com propostas artísticas e culturais neste ano, dentre eles a ‘Feira Pedra Papel Tesouro’, a solenidade de doação do acervo de Roberto Santos (ex-governador da Bahia), ensaios fotográficos para o editorial de moda Bazar (do Jornal Correio) e cenário para gravações de ‘Édipo Rei’, peça francesa dirigida por Gilles Pastor que tem previsão de estreia no final de agosto em Lyon, na França. O Palácio da Aclamação integra a Diretoria de Museus (Dimus) do Ipac, unidade vinculada a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult).

  • MAIS:

Comida Di Buteco

Salvador recebe o tradicional concurso "Comida di Buteco", que elege melhor boteco de cada cidade brasileira, com competição que segue até o dia 14 de maio em 34 estabelecimentos do subúrbio à Itapuã. O ingrediente obrigatório deste ano é cereal. Além do tema obrigatório, todos os petiscos desta edição devem custar até R$ 25,90.

Para votar, basta ir em um dos estabelecimentos que estão participando do concurso, listados no site oficial do "Comida di Buteco", pedir o prato em disputa e, depois, preencher a cédula que o próprio estabelecimento vai entregar. O peso da nota do júri e do público é de 50% cada.

 

Fonte: G1/SecultBa/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!