13/05/2017

Ilhéus: TPI anuncia ´Os fuzis da senhora Carrar´, na Tenda

 

O Teatro Popular de Ilhéus (TPI) anunciou para o próximo dia 27 de maio, às 20h, a estreia de seu novo espetáculo: “Os fuzis da senhora Carrar”, da obra do alemão Bertolt Brecht e com direção de Romualdo Lisboa.  A estreia será na Tenda, espaço cultural administrado pelo grupo ilheense e localizado na Avenida Soares Lopes.

“Os fuzis da senhora Carrar” é o primeiro espetáculo da ‘Trilogia da Guerra’, que será apresentada pelo grupo neste ano, ainda com os espetáculos “A mãe coragem e seus filhos” e “A Santa Joana dos matadouros”, todos da obra de Brecht.  O elenco de "Os fuzis da senhora Carrar" contará com: Tânia Barbosa, Pablo Lisboa, Ely Izidro, Takaro Vítor, Márcia Mascarenhas, Cândida Souza e Cabeça Izidoro (também diretor musical). Os ingressos, limitados, já estão sendo vendidos na bilheteria da Tenda e na Papirus Livraria.

Sinopse

Durante a Guerra Civil Espanhola (1936 – 1939), na província de Andaluzia, Teresa Carrar tenta manter seus filhos protegidos do conflito. Mas a guerra não poupa ninguém, principalmente os pobres. Escrita em 1937, “Os fuzis da senhora Carrar” provoca o público a pensar sobre a estupidez das guerras, a desumanização e impotência a que são submetidas as sociedades. Seja em nome de Deus ou do capital, toda guerra provoca dor e o distanciamento da humanidade em busca de igualdade e justiça. A classificação indicativa do espetáculo é de 12 anos.

Campanha

Com o slogan “sua contribuição vale um espetáculo’’, o grupo lançou nas redes sociais uma campanha com o objetivo de arrecadar fundos para o processo de montagem do novo espetáculo. O objetivo é que o próprio público e comunidade artística contribua na aquisição de elementos cenográficos e de figurino.  Os vídeos da campanha contam com participações do ator Amauri Oliveira, Carlos Carvalho (CPT-Recife), “Zebrinha” (Bando de Teatro Olodum), Ana Cristina Evangelista (Grupo Zebriskie) e outros importantes nomes do cenário artístico nacional.

Os colaboradores da campanha receberão um ingresso exclusivo para a pré-estreia de “Os fuzis da senhora Carrar”, no dia 26 de maio, às 20h, também na Tenda. Quem não puder comparecer ao evento poderá solicitar a doação do ingresso para um estudante da rede pública de ensino. O TPI, através da execução de uma série de atividades sociais, mantém parceria com diversas instituições em Ilhéus.  As contribuições são feitas exclusivamente através de depósito identificado na conta do TPI. Em Ilhéus, ainda há a opção do ingresso ser entregue no domicilio do contribuinte, mediante contato prévio por telefone.

Decreto de Rui garante uma futura ampliação do Hospital do Cacau

O governador da Bahia, Rui Costa, assinou decreto que indica para desapropriação a área contígua ao novo Hospital Costa do Cacau, à margem da rodovia Ilhéus-Itabuna, visando a proteção e futura ampliação da unidade hospitalar, cuja primeira etapa está prevista para ser entregue no início do segundo semestre deste ano.

O assunto havia sido tema de uma conversa entre o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, e o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas Boas, no último dia 29 de abril, quando os dois inspecionaram a obra. Mário temia que a área particular fosse objeto de especulação imobiliária, por sua importância de localização, bem à frente o Hospital do Cacau.

“Este é um gesto visionário, só possível quando se tem um gestor que além de político tem visão de planejamento estratégico”, elogiou José Nazal Soub, vice-prefeito e secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, a oficialização do decreto 17.536/2017 por parte o governador da Bahia.

Escola também

Durante a conversa que teve com Fábio Vilas Boas, o prefeito de Ilhéus também anunciou que o município já projeta a construção de uma escola municipal naquela região. “Nos últimos anos surgiram dois grandes conjuntos de habitação popular no entorno do hospital. É preciso planejar e pensar o desenvolvimento da cidade em direção ao Banco da Vitória”, justificou Mário Alexandre.

Bairro Gastronômico

Além do hospital e dos empreendimentos residenciais do Programa “Minha Casa, Minha Vida”, o governo municipal defende e trabalha pela transformação do Banco da Vitória no primeiro “Bairro Gastronômico” de Ilhéus, já que reúne bares e restaurantes bem frequentados pela população da região cacaueira, em especial as de Ilhéus e Itabuna.

Operação Citrus: Promotor não descarta novas prisões

Em entrevista veiculada ontem no programa Tropa de Elite (Rádio Baiana AM), o promotor de Justiça Frank Monteiro Ferrari, titular da 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, afirmou que o Ministério Público do Estado da Bahia (MPE) não descarta a possibilidade de pedir à Justiça novos mandados de prisão no âmbito da Operação Citrus.

Questionado sobre essa possibilidade, o promotor respondeu que “havendo provas robustas de outros agentes públicos ou privados, sem dúvida isso pode acontecer. Mas as investigações seguirão com a observância da legalidade, da técnica, com toda cautela, para que não se cometa injustiças. Se encontrarmos elementos que justifiquem a necessidade de novas prisões, sem dúvida isso voltará a se repetir”.

Três dos seis alvos dos mandados de prisão temporária cumpridos no dia 21 de março de 2017 continuam presos de forma preventiva, o vereador Jamil Ocké (PP), o ex-secretário de Desenvolvimento Social Kácio Brandão e o empresário Enoch Andrade. É importante lembrar que eles e nenhum dos outros cinco denunciados pelo MPE sofreram condenação. Portanto, todos poderão ser inocentados ao final do processo, caso a Justiça entenda que os supostos crimes e autoria não foram provados.

Logo no começo da entrevista conduzida pelos radialistas Marinho Santos e Robertinho Scarpita, o promotor Frank Ferrari disse que as investigações da Operação Citrus continuam “para se buscar a mais ampla e completa elucidação dos fatos”.

O Tropa de Elite vai ao ar sempre a partir das 16 horas. Marinho e Scarpita prometeram reproduzir a entrevista com o promotor na edição desta sexta-feira.

Justiça suspende vendas de lotes em empreendimento localizado em Trancoso

A justiça determinou a suspensão das vendas de lotes do "Fasano Trancoso", um empreendimento imobiliário e hoteleiro em Trancoso, distrito de Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, por conta de uma ação de reintegração de terras. O local é um dos destinos turísticos mais procurados do estado.

A proprietária de um terreno de 28 hectares, Joaquina Antônia Soares, que diz fazer parte do território do empreendimento, pediu à Justiça a devolução das terras.

A decisão, da segunda-feira (8), é da desembargadora Gardênia Pereira Duarte. A magistrada justifica que é necessário proteger "o direito da posse garantido desde há muito pelos contratos de aforamento exibidos e testemunhos validamente obtidos", diante da "ocupação irregular da área". Ela estabelece multa de R$ 10 mil se a decisão for descumprida. O G1 procurou o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), mas não houve resposta até a publicação desta reportagem.

O advogado de Joaquina Antônia Soares, Nirvan Dantas, disse que o terreno foi doado à ela pelo antigo proprietário da terra. Ela chegou a morar no local durante anos, e depois resolveu sair, mas continuava cuidando do terreno. Em 2010, ela entrou com uma ação demarcatória, mas a defesa disse que o terreno acabou ocupado pelo empreendimento.

O empreendimento tem um território total de 293 hectares, que inclui um hotel, vilages para venda e locação, além dos lotes de terreno para construir. O diretor da incorporadora Bahia Beach, responsável pelo empreendimento, Frederico Schilirio, disse ao G1 que a empresa tem documentos que comprovam a aquisição das terras e que irá recorrer da decisão. Por enquanto, as vendas dos lotes estão suspensas.

"É uma decisão liminar. O mérito não foi julgado e, do nosso lado, estamos tranquilos. A gente tem posse do terreno de 43 anos. Nós compramos todas as áreas e temos matrícula. Nas coordenadas que eles passaram do terreno, fica fora da nossa área de vilas e hotel. A gente tem que respeitar a suspensão da venda de lote até que seja julgado nossa contra-argumento", disse.

 

Fonte: Jornal Bahia Online/BlogdoGusmão/G1/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!