14/05/2017

Utinga: descoberta de campo de gás natural agita Chapada

 

A possível descoberta de um campo de gás natural na zona rural de Utinga, Chapada Diamantina, vem agitando a população da cidade. A descoberta se deu de maneira inusitada. Uma empresa estava perfurando poços artesianos no distrito de Cambuí, quarta-feira passada, quando foram surpreendidos por uma grande rajada de fogo. O episódio se repetiu em outro poço da região, a cerca de um quilômetro de distância. As autoridades locais ainda não sabem se as labaredas foram mesmo originadas por gás natural. Agora, o município vive a expectativa da descoberta também de petróleo, já que o gás normalmente fica sobre uma reserva de óleo. A probabilidade de injeção de altos recursos na economia por meio de royalties é o assunto da vez entre moradores, empresários e políticos de Utinga

Alívio

Petrobras e Ministério das Minas e Energia já foram contatados pela prefeitura da cidade, que solicitou análises mais detalhadas. Com cerca de 20 mil habitantes, enfrentando uma seca severa e tendo como principal fonte de renda os repasses federais, Utinga ganharia um impulso e tanto para sair da crise. “É preciso saber se esse gás tem valor, mas a probabilidade nos anima muito”, disse o prefeito Joyuson Vieira (PSL). A seca, curiosamente, foi o que levou à perfuração de poços e a consequente descoberta.

Conquista: TJ-BA obriga Município convocar aprovados em concurso

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) manteve a decisão da 1ª Vara da Fazenda Pública de Vitória da Conquista, no sudoeste do estado, que obriga a Administração Municipal a convocar os aprovados em concurso público para preenchimento de diversas vagas, incluído professores.

A ação foi movida por professores aprovados no certame.

O Município de Vitória da Conquista apresentou um pedido de suspensão da liminar de 1º Grau.

A decisão questionada determina a convocação de 104 aprovados de forma imediata.

A municipalidade alegou que a convocação terá efeitos “nefastos”, e acarretará problemas contra a ordem e a economia públicas, “ferindo-se o interesse público”.

“Ordenar, de imediato, que o Município proceda a nomeação e a posse das impetrantes, quando ainda sequer expirou o prazo de validade do concurso, é ocasionar grave lesão à ordem e à economia públicas, posto que, mantendo-se a sentença, o ente federado terá que, desorganizadamente e de sobressalto, desprender quantia para arcar com os custos desses ‘novos’ servidores, aumentando despesas repentinamente e de uma só vez”, diz a petição.

Disse ainda que a contratação temporária não pode ser utilizada como fundamento para convocação dos aprovados, e que tal contratação foi necessária para não descontinuar o serviço público.

A Administração ainda diz que a convocação dos professores causará transtornos aos professores que já estão em sala de aula, e para os alunos.

Salienta que a distribuição de professores é feita no início do ano letivo e, que, agora, já está quase no meio do ano.

Segundo a desembargadora Maria do Socorro, presidente do TJ, a decisão questionada, só obriga a nomeação de nove aprovados e que “não há qualquer determinação de rescisão de contratos temporários”.

“E neste ponto, embora o Município alegue lesão grave à sua economia, não apresenta argumento concreto sobre o alegado”, pontua.

A presidente do TJ-BA diz que o Município não apresentou qual seria o valor da remuneração dos candidatos alcançados pela decisão e qual seria o impacto nas finanças do município.

“De igual modo, o ato de lotação dos candidatos nomeados não representa por si só uma lesão grave à ordem pública, ainda que sejam professores e que o ano letivo esteja no meio. Em suma, não se verifica, concretamente, a alegada lesão grave à ordem ou à economia públicas”, disse em seu voto.

Pindaí: preso delegado suspeito de peculato e associação para tráfico

O delegado titular de Pindaí, Nilo Ebrahin Ribeiro Bonfim, de 46 anos, foi preso por ser suspeito de peculato e associação para o tráfico. A Polícia Civil divulgou a informação nesta sexta-feira (12) e outras três pessoas, que não são servidores da Polícia Civil, também foram presas suspeitas de parceria com ele.

Conforme as informações divulgadas, o delegado começou a ser investigado pela Corregedoria da Corporação (Correpol) após receberem denúncias de participação em crimes como peculato, associação para o tráfico e venda de inquéritos, dentre outros. Os delitos teriam sido cometidos em 2016, enquanto ele era delegado titular de Cariranha.

O mandado de prisão preventiva de Nilo foi expedido pelo Juízo Criminal de Cariranha e cumprido por agentes da Correpol.

Conselho Municipal da Juventude retoma atividades, em Conquista

Após quase um ano suspenso, o Conselho Municipal da Juventude retomou as atividades nessa quinta-feira, 12. O encontro, realizado no Estação da Juventude, é reflexo do empenho do Governo Mais Perto de Você para nomeação dos novos membros que ocupam as cadeiras direcionadas ao poder público, em articulação com os representantes da sociedade civil.

Segundo o coordenador da Juventude, Mateus Novais, o Governo Municipal tem como meta conferir força aos conselhos, para que eles possam trabalhar em parceria com a administração. Além disso, ele avaliou o retorno das atividades do órgão: “Ficou clara a necessidade de realização de atividades de formação dos conselheiros, como também de se pensar as ações para a comunidade a partir do trabalho feito entre os membros do próprio Conselho, principalmente porque temos representações de quase todas as entidades que compõem a sociedade de Vitória da Conquista.”

Representante da Associação de Agricultores Familiares da Comunidade de Quilombo de Ribeirão do Paneleiro, Juliana Gonçalves ocupa a cadeira de representante da Zona Rural. Para ela, é necessário pensar também em ações efetivas para a Zona Rural da cidade, que atenda às necessidades dessa população jovem. “Espero que, nesse novo mandato que se inicia, a gente possa estar trabalhando de maneira mais afinco, objetiva, para podermos atender demandas que requer nossa atenção e nossa ação”, declarou.

Diêgo Gomes, membro do órgão como representante da sociedade civil, revelou que foi proposto à Coordenação que seja apresentado um calendário de programação das ações para debate coletivo e destacou a relevância do papel do Conselho. “É importante para a juventude, que será ouvida, e importante para o poder público, que poderá realizar ações em consonância com o nosso anseio”, afirmou.

O encontro contou com pauta livre. Na ocasião, ficou definido que serão iniciados os preparativos para a eleição da nova composição da sociedade civil no Conselho, composta por 10 membros, que acontecerá no próximo mês de julho. Além disso, o grupo já tem data marcada para a próxima reunião: será no dia 8 de junho, às 17 horas, no Estação da Juventude.

 

 

Fonte: Correio/BN/BlogdaResenhaGeral/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!