14/05/2017

Ilhéus: Evento apresenta tecnologias a serviço do cacau

 

As novas tecnologias auxiliam nas mais diversas áreas da vida moderna e chegou, mais recentemente, à cadeia produtiva do cacau na região sul da Bahia. As novidades tecnológicas que facilitam a vida do agricultor e elevam a qualidade da amêndoa produzida na região serão mostradas durante o Chocotec, evento que faz parte da Nave de Inovação Bahia Sustentável (Nibs), que desembarca em Ilhéus no próximo dia 17.

O espaço, montado no Centro de Convenções, na Avenida Soares Lopes, funcionará a partir das 13h30 da próxima sexta, 19, último dia do evento. Serão apresentadas novidades em inovação e tecnologia para o cultivo do cacau e a produção do chocolate, assim como demonstração de equipamentos para o agronegócio e técnicas voltadas aos pequenos agricultores.

Na programação, palestras sobre associativismo, a inclusão da cacauicultura na agricultura do século XXI, com Ângelo Palocci, apresentações de cases inovadores em cacau e chocolate e mesa redonda sobre os desafios da cadeia produtiva na região sul da Bahia.

Para Marco Lessa, um dos organizadores do evento, a excelência na qualidade do cacau e do chocolate tem sido o principal objetivo de eventos como o Chocotec, no Nibs. “Não há outra forma de nos diferenciarmos ante o mercado mundial, que não para de crescer. No evento, além de todas as palestras e apresentações, conheceremos o Centro de Inovação do Cacau, que já vem desenvolvendo com sucesso essa estratégia”.

Nibs - Nave de Inovação Bahia Sustentável é um evento gratuito, que ocorre de 17 a 19 deste mês, e vai promover o Google I/O Extended, palestras sobre e-commerce, startups, eSports, Hackathon, feira com exposição de produtos do segmento de realidade virtual, softwares, hardwares e inovação tecnológica, inclusive voltada ao cultivo de cacau e produção de chocolate.

Já estão confirmados nomes como o presidente da Fundação Campus Party, Francesco Farruggia, que fará a palestra de abertura, no dia 17, a partir das 11h, e o ativista da política hacker, Pedro Markun. Além disso, mais de uma dezena de palestrantes nacionais e internacionais estão na programação completa, que pode ser conferida em www.nibsbahia.com/site, onde os interessados devem realizar inscrição.

O evento tem apoio do Governo do Estado, por meio das Secretarias de Turismo (Setur) e de Ciência, Tecnologia e Inovação (Sectiu), da Bahiathursa e Sebrae. Tem como parceiros o Instituto Nossa Ilhéus (INI), a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), o Costa do Cacau Convention Bureau, a Prefeitura de Ilhéus, a Associação de Turismo de Ilhéus e a Localdata Web. A organização é da MVU Promoções e Eventos.

Abertas inscrições para minicursos do Laboratório de Ecologia na UESC

Estão abertas as inscrições para o Minicurso “Escalando o topo das árvores: técnicas de acesso”, que será promovido pelo Laboratório de Ecologia, do Departamento de Ciências Biológicas (DCB), da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). De acordo com a professora de Ecologia, Talita Fontoura, só serão aceitas inscrições para os dois dias do minicurso. Dia 25 de maio, (segunda feira), com inicio às 8h30min e termino às 16h30min e no dia 30 de maio, (terça-feira), das 8 às 11 horas. Basta o interessado escrever para: < lab_ecologia@uesc.br >, até o dia 24-maio, indicando "minicurso de maio", idade, escolaridade e se é aluno da UESC. Estão disponíveis vagas para 12 alunos.

A professora Talita explica que “o Laboratório de Ecologia (EcoLab) continua a oferecer minicursos com o objetivo de mostrar como o trabalho do biólogo pode ser encontrado em vários lugares além da atividade mais conhecida que é a sala de aula. Nesta segunda edição, o LabEco vai mostrar como biólogos podem subir no topo das árvores para coletar sementes, observar outras plantas que só sobrevivem no topo das árvores e observar pássaros e insetos.”

“O mais incrível é que as técnicas que são utilizadas para chegar ao topo das árvores, são quase as mesmas técnicas usadas no alpinismo. É uma experiência única conquistar o topo das árvores, tocar orquídeas e gravatás que sobrevivem somente lá em cima,” frisa Talita Fontoura.

Os minicursos serão ministrados por professores da UESC, um mestrando do EcoLab e um técnico, tem como alvo estudantes e o público em geral para ver as diferentes aplicações das atividades do biólogo. “Além disso, poderão experimentar como pode ser um dia de trabalho do biólogo,” conclui a professora.

Itabuna: Programa Vida Saudável será lançado no aniversário do Conselho do Idoso

Para marcar as comemorações pela passagem dos 18 anos do Conselho Municipal do Idoso, será realizado no próximo dia 23 um café da manhã, que reunirá idosos e autoridades do município. O evento será no Clube dos Comerciários, no bairro Conceição, e faz parte da programação o lançamento do Programa “Vida Saudável – é tempo de viver melhor”, que será realizado através de uma parceria entre a Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), por meio do Departamento de Esportes, e a Secretaria Municipal de Assistência Social.

De acordo com a coordenadora do Programa Vida Saudável, Dinamar Guimarães, a meta é atender 400 pessoas, sendo 300 idosos, e 100 pessoas com deficiência (física, mental, sensorial ou múltipla) que são assistidas no Abrigo São Francisco de Assis e na Fundação Baldoíno Lopes de Azevedo. “Nosso objetivo é promover oficinas esportivas, físicas, lutas, atividades culturais e artísticas, danças, jogos populares e cognitivos, brinquedotecas, entre outros que possibilitem o bem-estar biopsicossocial dos participantes”, informou Dinamar.

Entre as Atividades Físicas estão alongamento, ginástica, natação, yoga, pilates e shiatsu. Na área Esportiva estão incluídos voleibol, handebol, basquete, futebol, tênis de mesa, câmbio e skate. Na categoria Lutas, os participantes poderão fazer aulas de karatê, judô e taekwondo. E nas Atividades Culturais e Artísticas estão apresentações de música, teatro, artesanato, filmes e sala de leitura.

“Também teremos aulas de danças regionais, contemporânea, clássica e ginástica coreografada, além de capoeira e suas adaptações e atividades folclóricas”, completou a coordenadora do Programa Vida Saudável. Para o presidente da FICC, Daniel Leão, estes eventos “favorecem o diálogo entre as experiências vividas e fortalecem os laços de cooperação, de solidariedade e favorecem o estímulo do convívio entre gerações”.

A Secretária Municipal de Assistência Social, Sandra Neilma, lembra que não teria data melhor para lançar o Programa Vida Saudável, “do que durante as comemorações pelo aniversário do Conselho Municipal do Idoso. Teremos um grande número de pessoas durante o evento e o nosso programa, consequentemente, terá um grande alcance do público-alvo”.

Carne vencida há 2 anos, servida na merenda escolar de Ilhéus

Pelo título, até parece a Operação Carne Fraca. Porém, não. É a Citrus, de Ilhéus, deflagrada em março deste ano e responsável por desmantelar esquema que movimentou, ilegalmente, mais de R$ 25 milhões no município sul-baiano, de 2009 a 2016, segundo o Ministério Público Estadual da Bahia (MP-BA). As investigações da promotoria ilheense e da Polícia Civil detectaram que empresas forneciam carne vencida há mais de dois anos para a merenda escolar na rede municipal de Ilhéus. Quem fez a revelação foi o promotor público Frank Ferrari em entrevista que vai ao ar no próximo domingo (14), Dia das Mães, no Fantástico, da Rede Globo. É o quadro Cadê o dinheiro que tava aqui?.

No último dia 13 de abril, o site Pimenta antecipou que Eduardo Faustini, o “repórter secreto”, preparava reportagem especial sobre o esquema de corrupção que levou para trás das grades o vereador Jamil Ocké, ex-secretário de Desenvolvimento Social de Ilhéus, além do empresário Enoch Andrade e o também ex-secretário Kácio Brandão, que comandou a secretaria quando Jamil retornou à Câmara. Outras três pessoas presas já estão livres. Kácio, Jamil e Enoch continuam no Presídio Ariston Cardoso, em Ilhéus. O trio foi preso na Operação Citrus no dia 21 de março. Segundo o MP, o esquema movimentou o dinheiro com licitações fraudulentas, compras superfaturadas e, sabe-se agora, entregando mercadorias vencidas há dois anos. A matéria do Fantástico, além de mostrar todo o esquema de corrupção, também revela as condições de escolas municipais de Ilhéus. Estruturas de madeira e em ruína e móveis velhos, com a rede oferecendo péssimas condições de aprendizagem para os alunos.

 

Fonte: Jornal Bahia Online/RBN/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!