18/05/2017

Ilhéus: Keketa comemora 20 anos carreira com show

 

“Keketa 20 anos: meus acordes, minha história” é o show que está marcado para o dia 2 de junho, a partir das 20 horas, no Teatro Municipal de Ilhéus. Keketa sobe ao palco acompanhado de experientes músicos de sua banda ‘Circuito Fechado’ e de convidados especiais, a exemplo de Abdias (de Salvador), Anne de Cidra, Chica de Cidra, Délio Santiago, Herval Lemos, Itassucy, Grupo Mania de Pagode, Vine Love, além do Coral da Ceplac. De acordo com sua produção, o show se caracteriza por celebrar a sua história, bem como valorizar e difundir sua música em território regional.

No show, Keketa interpreta canções que marcaram sua história, pelos 20 anos de carreira. “Isso me rendeu uma linha do tempo recheada de músicas, aprendizado com pessoas que fizeram crescer profissionalmente, participações em diversos festivais de música, bares, carnavais, réveillons, muitas festas, consolidação da banda - e agora quero compartilhar isso com meu público”, lembrou.

Ao longo de sua carreira, Keketa interpretou diversas canções que trazem referência da MPB, do pop, do rock, do samba – sua paixão. O que fez dele um artista respeitado em Ilhéus e no sul da Bahia. “Durante os 20 anos de minha carreira passei por diversos tipos de experiências e essa data tão importante em minha vida não poderia passar em branco”, destacou.

Ilhéus: Com frota sucateada, Samu atende apenas com  uma ambulância

Apenas uma das cinco ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Ilhéus, no sul da Bahia, está em funcionamento. Com a frota sucateada, moradores relatam que enfrentam dificuldades para receber atendimento de emergência na cidade, que tem cerca de 178 mil habitantes.

Na segunda-feira (15), nenhum dos veículos, também responsáveis pelos atendimentos em outros sete municípios vizinhos, estava funcionando, segundo uma denúncia anônima. A prefeitura chegou a informar que a situação seria resolvida nesta terça, mas, conforme os moradores, apenas um veículo foi consertado e disponibilizado para atendimento.

A secretária de Saúde de Ilhéus, Elisângela Oliveira, admitiu os problemas na frota e disse que a prefeitura está trabalhando para resolver a situação e que, nesta terça, duas ambulâncias já estavariam funcionando.

"Estamos sanando os problemas no total e, hoje, duas já estarão funcionando. Temos a possibilidade de, após habilitação, mais algumas ambulâncias chegarem em junho e julho para modificação de frota", disse a secretária.

A frota de seis veículos da cidade, composta por cinco ambulâncias e uma moto, não funciona integralmente desde 2016. Moradores contam que somente três ambulâncias têm condições de rodar, mas que, nós últimos dias, todas apresentaram problemas e o atendimento foi suspenso.

As portas de um dos veículos precisaram ser amarradas com atadura e cinta para ficarem fechadas. Outras unidades estão com freios desgastados. Grande parte da frota fica parada em um estacionamento do município.

Com as ambulâncias paradas, muitos moradores usam carros pessoas ou táxis para chegar até a principal unidade de saúde da cidade, o Hospital Regional de Vitória da Conquista.

A cozinheiro Marielza Santos conta que solicitou uma ambulância do Samu para a mãe nesta terça, e que não foi atendida. "A médica me falou que só tinha uma ambulância e estava em ocorrência. Ela não poderia atender no momento. E eu perguntei com quantos minutos poderia haver atendimento e ela disse que não poderia garantir com quantos minutos, mas que iria demorar", destacou.

No hospital, outras pessoas disseram que ao ligar para solicitar uma ambulância, foram informados por uma atendente que uma ambulância estava em operação, mas que não poderia sair para prestar atendimento.

Secretaria de Saúde conserta três ambulâncias do SAMU

A Secretaria de Saúde de Ilhéus informa que três das seis ambulâncias do SAMU voltaram a atender a população nesta quarta-feira (17), após os devidos reparos realizados nos veículso. O serviço chegou a ser paralisado por algumas horas no final da semana passada, depois que cinco viaturas apresentaram defeitos mecânicos simultaneamente.

De acordo com a secretária municipal de Saúde,  Elizângela Oliveira, o atual governo recebeu viaturas sucateadas ou sem manutenção. A solução definitiva para regularizar o serviço passa pela renovação da frota por parte do Ministério da Saúde.

Para tanto, explica Elizângela, o município terá que cumprir algumas normas que há anos não são respeitadas. “Estamos trabalhando para adequar a cidade às exigências do ministério”, informa.

Lideranças do Sul da Bahia debateram desenvolvimento da região

Até esta terça-feira, 16, representantes do poder público, privado e do terceiro setor do Território Litoral Sul estiveram reunidos em Ilhéus, dialogando sobre as principais estratégias para transformar a realidade da região. A iniciativa parte do Programa de Liderança para o Desenvolvimento Regional – Líder, que tem o objetivo de construir e implementar um plano a partir de um ambiente de governança.

Durante a segunda-feira, 15, gestores municipais, empresários e profissionais que atuam no terceiro setor participaram de dinâmicas e foram orientados sobre o papel das lideranças para o desenvolvimento regional. A ideia, segundo o superintendente do Sebrae Bahia, Adhvan Furtado, é “fomentar a integração, além das instituições, mas entre pessoas, que são protagonistas da região, para a criação de um plano transformador”.

Ao longo de oito meses, as lideranças vão se reunir mensalmente para construir uma proposta de desenvolvimento para ser executada e transformada em realidade. De acordo com o analista técnico da Unidade de Políticas Públicas de Desenvolvimento Territorial do Sebrae, Robson Schmidt, “juntos, os três setores irão chegar a um consenso sobre as prioridades para a região nos próximos anos e construir um projeto a médio e longo prazo”.

Expectativas

A proposta foi bem recepcionada pelo público-alvo do programa Líder, tendo em vista que a criação de uma agenda de desenvolvimento estará fundamentada nas realidades em comuns dos municípios. “Nós temos potencial ecológico, do patrimônio artístico e cultural, entre outros. O que precisamos é organizar essas ideias para que a região possa voltar a desenvolver”, declarou o prefeito de Itacaré e presidente da Associação de Municípios da Região Cacaueira, Antônio de Anísio.

Para o vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal, a expectativa é “conseguir um espaço de diálogo entre os municípios, encontrar caminhos para as demandas que estão sendo implantadas na região, e fazer com que isso ultrapasse o tempo de governo municipal”. Já o empresário Ronaldo Abude destacou a importância de sair do encontro “com objetivos claros e deliberações para que possamos implementar projetos que de fato tragam desenvolvimento para a região”.

Canavieiras: Prefeitura compra ponto eletrônico para controlar frequência de servidor

A Prefeitura de Canavieiras comprou r aparelhos de ponto eletrônico para registrar a frequência dos quase 3 mil servidores municipais. A medida partiu do prefeito Clóvis Almeida (PPS), que determinou mais rigor no controle dos funcionários públicos.

“os aparelhos já foram comprados e até o próximos mês estarão sendo configurados. A medida é para monitorar os funcionários e o dinheiro público tem que ser respeitado, tem que cumprir a carga horária do trabalho”, comentou o prefeito.

Os pontos serão divididos em vários pontos da cidade, sendo que os postos de saúde a princípio será implantado a folha de ponto, mas o prefeito estuda em breve implantar em todos os postos:

“a nossa equipe está fazendo a organização para colocar em breve os pontos eletrônicos. Com o ponto vai receber salário quem estiver trabalhando, quem não trabalhar não vai receber”, finalizou o prefeito.

Nova Canaã: Ex – Prefeita deixou dívida superior a R$ 28 milhões na prefeitura

Depois de quase seis meses de levantamentos, colhendo principalmente documentação dos últimos quatro anos da administração municipal da ex-prefeita Raquel (PSD), o atual prefeito de Nova Canaã, Marival (PMDB), apresentou o débito da prefeitura.

De acordo com o setor tributário da prefeitura, a dívida do município, que foi herdada da gestão da ex-prefeita Raquel, R$ 28.886,861,50 (mais de 28 milhões).

Na imagem, o demonstrativo do débito assinado física e eletronicamente pela ex-gestora Raquel. A divida é de INSS, EMBASA e precatórios.

A assessoria jurídica do governo está levantando todos os fatos geradores para acionar o Ministério Público estadual e federal.

 

Fonte: Bahia Já//G1/BlogdoGusmão/Jornal Bahia Online/PoliticosSuldaBahia/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!