20/05/2017

Bahia: Inema aponta praias impróprias para o banho

 

De acordo com a resolução Conama a praia é considerada imprópria quando mais de 20% das amostras coletadas em cinco semanas consecutivas, apresentar resultado superior a 1.000 coliformes fecais ou 800 Escherichia coli, ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2500 coliformes termotolerantes ou 2000 Escherichia coli ou 400 enterococos por 100 mL de água.

O material é analisado e os exames bacteriológicos confirmam as praias impróprias para o banho. A praia é considerada própria quando houver no máximo em 80% das amostras, 1.000 coliformes fecais ou 800 Escherichia coli, ou ainda 100 enterococos por 100 mL de água. Ainda que nas análises anteriores a qualidade da água esteja dentro dos parâmetros considerados próprios para banho, se o valor obtido na última amostragem for superior a 2500 coliformes termotolerantes ou 2000 Escherichia coli ou 400 enterococos por 100 mL de água, a praia é considerada imprópria. Esses critérios foram estabelecidos pela resolução 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

No período em que o tempo estiver chuvoso, as praias podem ser contaminadas por arraste de detritos diversos, carregados das ruas através das galerias pluviais, podendo causar doenças. Além disso, é desaconselhável, ainda em dias de sol, o banho próximo à saída de esgotos, desembocadura dos rios urbanos, córregos e canais de drenagem.

Balneabilidade apontam 14 praias impróprias para o banho em Salvador

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) informa a balneabilidade das praias avaliadas pelo órgão em Salvador para este final de semana.

O Inema chama atenção para que os banhistas evitem as praias: Tubarão (em frente a antiga fábrica de cimento),  Periperi (na saída do acesso à praia), Penha ( em frente a Igreja Nossa Senhora da Penha), Bogari (antigo Colégio João Florêncio Gomes), Pedra furada (atrás do hospital sagrada familia), Canta Galo (rua agrário menezes), Ondina (próximo ao morro da sereia/ em frente ao posto BR),  Rio Vermelho (ao lado do morro da paciência/ enfrente a Igreja Nossa Senhora de Santana), Armação (em frente ao hotel Alah Mar), Boca do Rio (em frente ao Posto Salva Vidas), Corsário (em frente ao posto salva vidas), Patamares (em frente ao Posto Salva-Vidas Patamares), Piatã (próximo ao Clube Costa Verde) e Buraquinho (há 200 metros do Rio Joanes).

Baía de Todos os Santos: duas praias imprópria para banho

Das praias avaliadas pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) na Baía de Todos os Santos, as praias de Itapema (no meio da praia) e Gameleira (em frente a cruz da gameleira) está imprópria para banho.

O diagnóstico das condições de balneabilidade é obtido mediante o recolhimento de amostras, durante cinco semanas, nas praias da Itamoaba, Botelho, Madre de Deus, Bom Jesus dos Pobres, Cabuçu, Itapema, Salinas, Conceição de Salinas, Cairu de Salinas, Encarnação,Mutá, Cações, Cacha Prego, Berlinque, Aratuba, Barra de Tairú, Barra Grande, Conceição, Barra do Pote, Coroa, Vera Cruz, Barra do Gil, Penha, Mar Grande, Itaparica, Ponta de Areia, Amoreiras, Gameleira.

Costa dos Coqueiros: duas praias imprópria para o banho

37O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) informa que, das 16 praias avaliadas pelo órgão, na Costa dos Coqueiros, apenas as praias de Ipitanga (em frente ao kartódromo) e Buraquinho (a cerca de 200 m da foz do rio Joanes) está impróprio para banho.

Praias avaliadas na Costa dos Coqueiros: Ipitanga, Busca Vida, Jauá , Arembepe, Barra do Jacuípe, Guarajuba, Itacimirim/Espera, Praia do Forte, Imbassaí, C. Turistico Sauípe, Porto Sauípe, Subauma, Baixios, Barra de Itariri, Sítio do Conde, Siribinha, Costa Azul.

Costa do Cacau: praias em estado impróprio para banho

Das praias avaliadas pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema) na Costa do Cacau, Litoral Sul – BA, três se encontram em estado impróprio para banho neste fim de semana.12

O Inema recomenda que os banhistas evitem as praias de:  Malhado (próximo ao bar do Litrão e próximo à escultura da sereia.), Marciano (próxima a escultura da Sereia),  Sul ( Enfrente as barracas, em direção ao Aeroporto), Cristo ( próximo a barraca Point Conde Badaró )  e Opaba (próximo a barraca Brilho de Luau).

Costa do Descobrimento: praias impróprias para o banho

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) informa que as amostras das praias da Costa do Descobrimento avaliadas para banho,estão impróprias para o banho: Mucugê (arraial D’ajuda, em frente as barracas de praias) e Mundai (em frente ao hotel Porto Belo).

Além de realizar a balneabilidade das praias de Salvador e Região Metropolitana, Costa dos Coqueiros, Baía de Todos os Santos e da Costa do Cacau, o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos também passa a analisar as praias da Costa do Descobrimento. Nesta semana, nenhuma praia se encontra em estado impróprio para banho.

O diagnóstico das condições de balneabilidade é obtido mediante o recolhimento de amostras, durante cinco semanas, nas praias de Nativos, Mucugê, Munda, Taperapuã, Coroa Vermelha e Mojiquiçaba.

Costa do Dendê: todas as praias próprias para banho

Além de realizar a balneabilidade das praias de Salvador e Região Metropolitana, Costa dos Coqueiros, Baía de Todos os Santos, Costa dos Descobrimento e da Costa do Cacau, o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) também passa a analisar a avaliação nas praias da Costa do Dendê, onde nesta semana, nenhuma praia está impropria para banho.

O diagnóstico das condições de balneabilidade é obtido mediante o recolhimento de amostras, durante cinco semanas, nas praias de Primeira praia de Morro de São Paulo, Segunda Praia de Morro de São Paulo, Terceira Praia de Morro de São Paulo, Quarta Praia de Morro de São Paulo, Gamboa e Guaibim.

Sema promove Caravana Água e Cidadania

 

A Secretaria do Meio Ambiente realiza durante o ano de 2017, a Caravana Água e Cidadania com objetivo de promover a reflexão com os membros dos Comitês de Bacias Hidrográficas e das Câmaras Técnicas de Educação Ambiental sobre as questões socioambientais locais estimulando os atores sociais em prol da gestão democrática de águas e da qualidade de vida. A primeira oficina aconteceu quarta (17), em Itabuna, com o Comitê de Bacia do Leste.

Nos encontros, será apresentado o conteúdo do álbum seriado Água e Cidadania, que será trabalhado entre os participantes. A ideia é democratizar as informações do material, e em paralelo, levantar conhecimentos e vivências referentes à atuação dos membros do Comitês na gestão de águas, identificando às problemáticas locais e planejar as possíveis intervenções de enfrentamento.

Para o Secretário do Meio Ambiente, Geraldo Reis, "a Caravana é importante para dar continuidade ao processo formativo dos membros dos Comitês de Bacias, e fortalecer o trabalho com as câmaras técnicas de Educação Ambiental que compõem esses colegiados. A ação faz parte das estratégias de fortalecimento dos comitês apresentados pela Sema ao Fórum Baiano de Comitês de Bacias".

De acordo com a diretora de Educação Ambiental para a Sustentabilidade, Zanna Matos, a expectativa é que esta ação tenha resultados. "O trabalho com a Câmara Técnica de Educação Ambiental tem uma importância fundamental nos processos de Gestão das Águas. Com as oficinas, esperamos que as Câmaras Técnicas possam estabelecer ou construir, minimamente, um plano de ação para suas atividades e que isso possa ser apresentado na Plenária do Comitê de Bacias", finalizou.

Água e Cidadania

 O álbum seriado é uma proposta da Secretaria do Meio Ambiente e apresenta questões relativas à água, tanto de caráter global quanto àquelas vivenciadas de forma regional e local, com suas peculiaridades e singularidades, na tentativa de traduzir as suas múltiplas funções nos processos vitais. O material didático possui ilustrações e informações importantes para a contribuição das atividades exercidas por professores, agentes comunitários, lideranças sociais, conselheiros de colegiados socioambientais, ambientalistas, enfim, por todos os educadores ambientais populares da Bahia.

 

Fonte: Ascom Inema/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!