03/06/2017

Feira: Peça que trata da violência contra a mulher estreia no CCAA

 

O espetáculo Sobre a Pele estreia nos palcos do Centro de Cultura Amélio Amorim - espaço cultural administrada pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) – na convocatória do Ocupe Seu Espaço. Com tema que aborda a violência contra a mulher, o projeto promove discussões pós-espetáculo e realiza também oficinas de Estado Cênico e Movimento Essencial, todas voltadas para o teatro. O espetáculo acontece nos dias 01 e 02 de junho, às 20h, e as oficinas no dia 02 de junho, às 09h, e no dia 03, às 14h. O ingresso custa R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) e as oficinas são gratuitas. A classificação é de 14 anos.

Com a assinatura do ator, diretor e dramaturgo Fernando Santana, o espetáculo narra à história de Sofia, uma mulher idosa que perdeu a visão após presenciar o afogamento da mãe. Presa em um manicômio e em sua própria mente, ela revive fragmentos de sua trajetória repleta de opressões, perda da esperança e sepultamento dos sonhos. A peça é montada pelos atores Uerla Cardoso, que representa Sofia em seu momento atual (velhice), e as outras três, Lílith Marques, Ella Nascimento e Jane Santa Cruz, interpretam Sofia nas suas três memórias traumáticas: da infância, juventude e maturidade, respectivamente. A história também conta com as participações especiais em vozes-off dos mestres Harildo Déda (Psiquiatra) e Hebe Alves (Professora de Balé).

Já as oficinas que acontecem nos dias 02 e 03, trabalham com dois temas. A oficina Estado Cênico se fundamenta na dramaturgia e atuação é oferecida para participantes femininas a partir de 15 anos, com alguma experiência em teatro. É ministrada pelo dramaturgo e diretor do espetáculo, Fernando Santana e Ixchel Castro (diretora assistente). Desenvolve, a partir de exercícios práticos e teóricos, a criação de novos textos teatrais sem perder de vista a inteireza cênica, o que os ministrantes intitulam de "corpo constante". São ofertadas 15 vagas que podem ser preenchidas no local.

A oficina Movimento Essencial, parte de exercícios da atuação e princípios da dança, éministrada por Jane Santa Cruz (atriz e produtora da peça), Ella Nascimento, Uerla Cardoso e Lílith Marques (atrizes). Exercícios voltados a técnicas de interpretação, tendo como eixo o movimento-imagem-ação e princípios de vários estilos brasileiros de dança, entre eles a dança afro e o côco e outras referências de estilos femininos como o stiletto (dança de salto), trabalhando os shakras (pontos de energia do corpo), como fonte propulsora da criação e da presença cênica em si, são elementos trabalhados na oficina. Serão oferecidas 20 vagas que também podem ser preenchidas no local.

Sobre a Pele

É uma realização do Colectivo Âmbar-Brasil, rede de artistas e promotores cênicos latino-americanos. E busca, pela via do teatro, promover a discussão sobre a opressão feminina e a loucura - através dos artistas baianos da rede. Estreado em 2016, o espetáculo foi indicado ao Prêmio Braskem de Teatro nas categorias Melhor Atriz (Uerla Cardoso), Melhor Texto (Fernando Santana) e Revelação (também Fernando Santana, pela direção). Conta com o apoio financeiro do Governo da Bahia, pelo Fundo de Cultura da Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA)

Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.

Ocupe Seu Espaço

O projeto é uma iniciativa da Casa do Sapateado Rachel Cavalcanti com a finalidade de expor, discutir, informar e agregar o sapateado no cenário cultural baiano ao reunir os profissionais da área para exposição, informação e troca de conhecimentos sobre esta modalidade de dança. Este ano de 2017, o EnSBa foi contemplado na Convocatória Ocupe seu Espaço, realizado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, uma iniciativa com apoio institucional do Governo do Estado da Bahia, que visa impulsionar a difusão, democratizar o acesso, dinamizar os espaços e contribuir para o cumprimento dos objetivos das políticas culturais na dimensão territorial da cultura.

Encontro de gestores escolares com Seduc nesta segunda-feira, 5

Diretores de todas as escolas da Rede Municipal de Ensino vão participar nesta segunda-feira, 5, do Encontro de Gestores com a Secretaria Municipal de Educação. A reunião está marcada para as 14:00, no auditório da Escola Municipal Acioly da Silva Araújo, localizada no bairro Muchilla II.

O objetivo do encontro é promover o diálogo entre a Seduc e os gestores escolares, dar informes e discutir os projetos e programas que estão no planejamento da Secretaria Municipal de Educação para o próximo semestre.

Vão ser abordados pela secretária Jayana Ribeiro temas como o novo formato do projeto Escolas em Rede, que neste ano terá foco na aprendizagem dos alunos; os programas Se Liga e Acelera Brasil, que são fruto da parceria com o Instituto Ayrton Senna cujas atividades atingem este ano mais de 2.500 estudantes da Rede Municipal, também estão na pauta.

O planejamento para a segunda edição do Projeto Feira Que Te Quero Ver também será apresentado aos gestores. Horários de aula, atividades complementares, entre outros temas serão abordados.

Combate ao trabalho infantil vai às feiras livres

Marcando as comemorações pelo Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) promove ações de conscientização da população feirense sobre a problemática. Nos dias 11 e 12 deste mês, agentes do Programa de Erradicação ao Trabalho Infantil (PETI) e conselheiros do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes estarão atuando nas feiras livres da cidade.

As ações terão como alvos as feiras livres da Estação Nova e da Cidade Nova, na manhã do dia 11, um domingo, e o Centro de Abastecimento, na manhã do dia 12, uma segunda-feira. Nestes locais serão distribuídos panfletos educativos e promovida a conscientização das pessoas que frequentam o local.

A coordenadora do PETI, Moema Franco Pedreira, explica sobre a escolha do local para realização da campanha. “Existem denúncias de crianças trabalhando como carregadoras ou vendendo alguma coisa nestas feiras livres ou Centro de Abastecimento”, relata.

Moema avalia que o problema envolve toda a sociedade e que é justamente por isso que é necessária a conscientização da  comunidade. “Pretendemos conscientizar as pessoas que frequentam estes locais a não utilizarem o serviço de carregadores de feiras realizado por crianças e nem mesmo comprarem nada nas mãos delas”, afirmou.

Os problemas provocados pelo trabalho infantil, conforme a coordenadora do PETI, trazem consequências a longo prazo. “As crianças têm direito a brincar e estudar. E o trabalho infantil interrompe precocemente todo este ciclo e termina gerando adultos desqualificados para o mercado de trabalho porque não tiveram oportunidade de estudar e se desenvolver dentro das etapas da vida”, frisou.

 

Fonte: SecultBa/Secom PMFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!