07/06/2017

Feira: Quixabeira da Matinha festeja resultado de trabalho

 

Os integrantes do projeto ‘Da Quixaba a Quixabeira’, sediado em Matinha, distrito de Feira de Santana, a 108 quilômetros de Salvador, realizaram apresentações das oficinas de samba, capoeira e música, como resultado do primeiro ano de atividades como ponto de cultura em parceria com o Governo do Estado.

O projeto cultural, cujo nome completo é ‘Da Quixaba a Quixabeira: samba, cultura afro-descendente e desenvolvimento sustentável na Matinha’, vem sendo desenvolvido com apoio da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBa), por meio do trabalho da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultural (Sudecult), o projeto utiliza a arte para fortalecer a formação de crianças e jovens de Matinha e zona rural.

Um dos gestores do projeto, Galdino Oliveira da Silva, mais conhecido como Guda Moreno, avaliou como “muito positivo e alegrador”, o encontro realizado no último domingo (4) com a comunidade de Matinha e visitantes interessados em cultura, música e ações de cidadania.

O encontro aconteceu em três partes. O início, foi a apresentação do projeto para os pais e as mães dos alunos. Depois, aconteceram as oficinas de capoeira, maculelê e samba de roda, com a presença de Chica do Pandeiro, mãe de Guda.

No final da festa, foi a vez da apresentação de palco para mostrar o conhecimento dos alunos em percussão, violão, cavaquinho, entre outros instrumentos musicais. Para Guda, “o encontro que teve mais de 500 pessoas deu mais motivação para continuar”.

Contemplado como um dos Pontos de Cultura do território de identidade Portal do Sertão, mediante acordo com os governos estadual e federal, o projeto apresentou resultados em diversas manifestações culturais. Foi mais uma apresentação pública, contemplada pelo projeto, de modo a fortalecer o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Associação Cultural Coleirinho da Bahia em parceria com a comunidade da Matinha.

‘Da Quixaba a Quixabeira: Samba, cultura afro-descendente e desenvolvimento sustentável na Matinha’ continuará em atividade, realizando outras ações que assegurem a valorização da cultura popular e do samba de roda. O trabalho é resultado da Lei Cultura Viva, que incentiva ações de desenvolvimento das comunidades, por meio do incentivo às artes e manifestações culturais em 270 Pontos de Cultura em Salvador e 27 territórios culturais em todo o Estado.

Universidade Aberta do Meio Ambiente é criada em Feira

A partir de agora, as ações da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Semmam) com vistas ao fortalecimento de atitudes socioambientais serão desenvolvidas pela Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cidadania Sustentável (UNAMACS), departamento de Educação Ambiental. "É um novo conceito, mais moderno e amplo", afirma o secretário municipal de Meio Ambiente, Sérgio Carneiro.

A UNAMACS foi criada pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho, na manhã desta terça-feira, 6, durante as comemorações pelo Dia Mundial do Meio Ambiente, no Parque da Lagoa Radialista Erivaldo Cerqueira. Com isso, Feira de Santana passa a ser a primeira cidade do norte e nordeste a adotar a Universidade Aberta. Uma ideia que surgiu em 1969, na Inglaterra. No Brasil, apenas as cidades de São Paulo (UMAPAZ) e Curitiba (UNILIVRE) já possuem.

Sérgio Carneiro afirma que a criação da Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cidadania Sustentável consiste na transmissão de conhecimentos de modo informal. Não precisa de autorização do Ministério de Educação, nem estrutura administrativa e financeira. “É uma forma de educar sem a formalidade dos processos convencionais. Um jardineiro que não tem um curso médio, por exemplo, poderá dar uma aula”, explica. A Universidade Aberta vai funcionar no Parque da Cidade Frei José Monteiro Sobrinho, no conjunto Feira VII.

De acordo com o secretário, a Universidade Aberta vai fortalecer as ações que vêm contribuindo para a construção de uma cidade mais sustentável, a exemplo da realização de palestras; formação e capacitação de pessoas para a convivência socioambiental, sustentável e pacífica. É um espaço de disseminação e troca de informações, conhecimentos e experiências sobre a educação ambiental. "A Universidade Aberta vai valorizar e potencializar aquilo que já é feito pela Semmam", reforça Sérgio Carneiro.

O prefeito José Ronaldo ressaltou a conscientização que as crianças de hoje têm em relação às gerações passadas, no tocante as questões que envolvem o meio ambiente, um tema que antes não era valorizado e não tinha a devida importância.

O ato foi prestigiado por secretários municipais, lideranças ambientais e por estudantes.

CMDCA entrega ao prefeito planos que nortearão políticas públicas para infância

Feira de Santana é um dos primeiros municípios do país a elaborar os planos “Decenal”, de “Combate ao abuso e exploração sexual”, “Contra o trabalho infantil”, “Convivência familiar e comunitária” e o “Medidas socioeducativas no meio aberto”.

Os cinco volumes com os resultados dos estudos que nortearão as políticas públicas da infância em Feira de Santana nos próximos anos foram entregues ao prefeito José Ronaldo de Carvalho, na tarde desta segunda-feira, 5.

“Depois de dois anos de estudos, reuniões e audiências públicas, levantamos as nossas necessidades e apontamos soluções para os problemas deste setor”, afirmou o prefeito José Ronaldo de Carvalho.

Para o prefeito, o fato do município ser um dos pioneiros no levantamento dos problemas e apresentar as soluções, é uma demonstração de compromisso do governo e as esferas voltadas ao enfrentamento.

As construções dos planos são obrigatórias e o próximo passo é encaminhá-los à Câmara Municipal, onde será apreciado pelos vereadores. “Foi um plano feito a muitas mãos e está dentro da nossa realidade”, disse o secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira.

“Os planos mostram a disposição do governo em implantar políticas de enfrentamento aos problemas identificados”, afirmou Eduardo Riberiro Kroger, da Cecup (Centro de Educação e Cultura Popular). “São planos não apenas exequíveis, mas de vanguarda”.

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, Maria Regis Ferreira, analisa que as propostas apresentadas nos planos serão eficazes no enfrentamento dos problemas do setor. “Foram ouvidos os segmentos envolvidos no setor, que apresentaram suas demandas”.

Estiveram presentes no evento, que aconteceu no Paço Municipal Maria Quitéria, o vereador Cadmiel Pereira e Jurandir Matogrosso, que é conselheiro e membro da Comissão de Finanças do CMDCA.

Sedeso convoca feirenses para discutir SUAS

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) está convocando a população feirense, em especial os usuários dos serviços do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), para a elaboração de novas propostas visando a garantia de direitos e novas conquistas sociais. As sugestões estão sendo discutidas e selecionadas durante as Pré-Conferências Municipais de Assistência Social de Feira de Santana, realizadas desde o dia 23 de maio a 15 deste mês.

O secretário da Sedeso, Ildes Ferreira, ressalta a importância da participação popular visando a definição de novas conquistas no SUAS. Ele observa que são justamente os usuários dos serviços quem melhor identifica problemas e sugerem avanços de acordo com suas necessidades, resultando em melhorias na qualidade das ações.

Ildes Ferreira destaca ainda que as pré-conferências, assim como a conferência municipal que ocorre no próximo mês, estão sendo promovidas no país inteiro e que ocorre a cada dois anos. “Aqui em Feira são 23 reuniões para definição de propostas através de pré-conferências que serão levadas para a conferência municipal”.

O diretor do Departamento de Assistência Social, Carlos Lacerda, observa como positiva a participação popular na elaboração de novas propostas para incrementar os serviços do SUAS. “Os próprios usuários vão estar levando propostas para a melhoria da qualidade dos serviços do Sistema Único de Assistência Social, tanto a nível de Feira de Santana, da Bahia quanto a nível nacional”, informou.

As propostas discutidas durante as pré-conferências realizadas nas áreas de abrangência dos 15 CRAS, três CREAS (Centro de Referência Especializada em Assistência Social) e um Centro POP (População de Rua) serão selecionadas elevadas para discussão durante a Conferência Municipal, programada para ocorrer no período de 4 a 10 de julho em Feira de Santana e posteriormente definir subsídios e delegados para as conferencias estadual e nacional.

 

Fonte: SecultBa/Secom PMFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!