08/06/2017

Serrolandia: Arraiá du Licuri 2017 será de 9 a 11 de junho

 

Começa nesta sexta-feira (9) a 22ª edição do Arraiá du Licuri, realizado na cidade de Serrolândia, cidade localizada a cerca de 325 quilômetros de Salvador. Entre as atrações principais da festa estão Forró do Muído , Selva Branca, Frank & Alex, Alcymar Monteiro, Capitão do Reino, Kelvin Diniz, Márcia Felipe e Paraíba do Acordeon. [Confira abaixo a programação]

Realizado na Praça Leopoldo B. Vilas Bôas, o evento é uma festa de São João antecipada e vai até o domingo (11). Além das bandas, foi montada uma programação com atividades culturais e apresentações de artistas locais.

* PROGRAMAÇÃO

- Sexta-feira (9 de junho)

4h: Alvorada

19h às 6h: Festa com Forró, Xote, Xaxado e Baião

22h: Abertura Oficial e Coreografia

Atrações principais: Forró do Muído , Selva Branca e Frank & Alex

- Sábado (10 de junho)

16h: XIII Arrastão pé ”grupo Artefato”

19h às 6h: Festa com Forró, Xote, Xaxado e Baião

Atrações principais: Alcymar Monteiro, Capitão do Reino e Kelvin Diniz

- Domingo (11 de junho)

15h às 18h: Atividades culturais

18h : Quadrilha junina

19h às 6h: Festa com Forró, Xote, Xaxado e Baião

Atrações principais: Márcia Felipe e Paraíba do Acordeon

Valente: Prefeito anuncia as atrações do São João

O prefeito de Valente Marcos Adriano (PSDB) organizou na manhã desta terça-feira, 06, um encontro onde reuniu a equipe de Governo, imprensa local e regional para tratar dos festejos juninos, em uma sala anexa da Prefeitura.

O gestor que foi empossado em primeiro de janeiro deste ano, vai viver sua primeira experiência de promover uma grande festa e segundo ele tem trabalhado junto a equipe com os pés no chão e na certeza que vai ser uma festa marcante até pela tradição.

De acordo com o prefeito a festa será realizada e toda despesa será paga com recursos próprios do município, mas garante que não irá comprometer nenhum setor, pois, vem se programando para isto. “A gente sabe que para gerenciar um governo de uma cidade com população de 28 mil habitantes tem que planejar. Sabe que a saúde é um problema grande em todos municípios, eu sei que a educação se deve investir muito, pois, é a salvação de todos nós, assim eu penso, porém, como gestor precisamos pensar em todas as áreas, inclusive na cultura e no lazer o que estamos tratando aqui neste momento. Então vamos manter a tradição do São João, literalmente com os pés no chão, já que tem muito arrasta-pé [risos] e isto vem sendo feito, nos organizamos, vamos atender o que determina o ministério público e tribunal de contas para não extrapolar nos gastos e finalizar a festa sem nenhum constrangimento”, afirmou Marcos.

Após justificar os motivos e razões para realização da festa, o prefeito pegou uma relação com as atrações e disse que abertura será na quinta-feira, 22, com Limão Com Mel como principal atração, na sexta-feira, 23, Bete Nascimento que brilhou no Mastruz Com Leite e Daniel Diau no sábado, que logicamente vai até o amanhecer de domingo. Além desses, a prefeitura está prestigiado bandas e grupos regionais e locais, que se reversarão em dois palcos na Praça do Forródromo que também sofrerá pequena modificação em relação aos anos anteriores.

FATRES construirá mais 600 cisternas no Território do Sisal

A FATRES executa desde 2015 o projeto 1ª Água, realizado pelo CONSISAL em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e tem o objetivo a universalizar o acesso a água através da construção de cisternas de placas para captação e armazenamento da água da chuva para o consumo humano.

Neste mês de maio a FATRES realiza uma série de capacitações em Gerenciamento de Recursos Hídricos (GRH) para mais famílias que serão beneficiadas com tecnologias de 1ª Água nos municípios de Cansanção, Monte Santo, Conceição do Coité, Queimadas, Retiro, Santaluz, Valente e Tucano. No total, serão mais 600 cisternas com capacidade para armazenar 16 mil litros de água a serem construídas até o mês de Junho.

A construção de cisternas de placas para o consumo humano impactará de forma positiva diretamente na segurança alimentar e nutricional das famílias da Comunidade de Mandacaru, em Tucano-BA, onde aconteceu a capacitação nos dias 25 e 26 de maio.  “Agricultores e agricultoras trocaram experiências de convivência com o Semiárido, refletiram a necessidade de mudanças de posturas em relação ao meio ambiente e se comprometeram a adotar práticas agroecológicas”. Afirmou a educadora da FATRES, Dilma Melo.

A tecnologia de 1ª Água chega até a família como ferramenta de transformação social como é o caso de Elisa da Silva Dias, 35 anos, da comunidade de Saco Fundo, em Monte Santo. “Desde criança eu nunca tive cisterna em casa e desde que me entendo como gente é acordando as 5 horas para pegar água com a lata na cabeça, eu estou feliz e cheia de esperança, não vejo a hora da minha cisterna ser construída”, afirmou a agricultora.

Água para as escolas do Campo – Além das cisternas para as famílias a FATRES ainda está construindo mais 25 tecnologias por meio do projeto de armazenamento de água nas escolas do campo por meio do projeto 3ª Água. Serão contemplados os municípios de Cansanção, Itiúba Queimadas, Nordestina, Conceição do Coité, Serrinha, Candeal, Teofilândia e Tucano. As cisternas nas escolas garante a igualdade de oportunidades para os cidadãos e cidadãs terem acesso a educação contextualizada e a qualidade de vida.

O projeto 3ª água, tem os mesmos princípios de uso que a tecnologia de 1ª água, e cada cisterna tem capacidade de armazenar 52 mil litros.

UPB sugere solução ao governo para municípios realizarem festejos juninos

Com o objetivo trazer uma solução para a realização dos festejos juninos de 2017 pelos municípios em situação de inadimplência, a União dos Municípios da Bahia (UPB), pleiteia, por meio de ofício enviado ao governador Rui Costa, este mês, a autorização da contratação direta de produtoras e atrações pela Bahiatursa. No ofício, o presidente da UPB, Eures Ribeiro, reitera que muitas pendências fiscais foram deixadas pelos gestores municipais antecessores e que esta situação impede a realização de convênios.

“Os festejos juninos trazem a oportunidade de fomento da economia local, por meio do aumento de vendas no comércio e serviços, por exemplo. Entendemos que, em meio a esta crise financeira que dificulta a administração municipal, estamos diante de uma ocasião que pode e deve ser capitalizada para o bem da economia dos municípios”, avalia Eures.

O prefeito de Valente Marcos Adriano ao fazer o lançamento do São João na manhã de terça-feira, 06, disse que vai realizar a festa com recursos próprios, pois, segundo ele uma pendencia com a Embasa de gestões passadas não permitiu firmar convênio com a Bahiatursa, órgão responsável pela liberação dos recursos.

Conceição do Coité será o próximo destino da Caravana MOC 50 Anos

Criado em 1967, o MOC é uma organização não governamental que surgiu com o objetivo de organizar as comunidades carentes de Feira de Santana. No decorrer da década de 1970, o foco de atuação se deslocou para as comunidades rurais do Semiárido baiano, especialmente na Região Sisaleira.

O município de Conceição do Coité receberá no próximo 08 de junho a Caravana que desbravará, com ações itinerantes, as estradas “do portal ao coração do sertão’. Coité é um dos nove municípios no roteiro da Caravana MOC 50 Anos por concentrar projetos das diferentes áreas programáticas da instituição.

Durante toda a manhã as pessoas que constituem o público prioritário da entidade se reunirão no Campus XIV, da Universidade do Estado da Bahia (UNEB). As atividades acontecerão entre às 8h30 e 12h com apresentações culturais, oficinas temáticas e seminários territoriais.

À tarde, no Centro Cultural, a entidade fará um “Talk Show” ou seja, uma roda de diálogo envolvendo o público e os sujeitos que dão sentido ao trabalho e missão da instituição. Agricultores familiares, mulheres, jovens, crianças, comunicadores, irão expressar de que modo a história do MOC tem colaborado para a mudança de suas vidas.

Criado em 1967, o MOC é uma organização não governamental que surgiu com o objetivo de organizar as comunidades carentes de Feira de Santana. No decorrer da década de 1970, o foco de atuação se deslocou para as comunidades rurais do Semiárido baiano, especialmente na Região Sisaleira. Hoje presente nos Território do Sisal, Bacia do Jacuípe e Portal do Sertão, busca pelo desenvolvimento sustentável desenvolvendo ações de fortalecimento da sociedade civil, da agricultura familiar, dos direitos de mulheres, homens, jovens, crianças e adolescentes, da educação do campo, da comunicação comunitária e do acesso à água, agroecologia e alimentação saudável.

 

 

Fonte: G1/Ascom Fatres/Calila Noticias/ascom MOC/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!