16/06/2017

Feira: Maria Quitéria conhece rainha do São João no sábado

 

Quinze candidatas disputam no próximo sábado, 17,  o título de rainha do São João de São José, que acontece de 22 a 24 desse mês de junho. O concurso vai ser realizado no salão de eventos do colégio municipal Francisco Martins da Silva, às 20h.

Esse ano, de acordo com o coordenador do concurso há 16 anos, professor Renato Silva, o evento se engaja na campanha de combate à violência contra as mulheres. “O tema é: ‘sou mulher, quero respeito’, quando vamos dar nossa mensagem de apoio a tão importante causa”, destaca.

Outra novidade este ano, segundo Renato, é que as candidatas vão desfilar acompanhadas por rapazes moradores do distrito. “As meninas vão se vestir com roupas cowntry e estarão em par com garotos daqui de Maria Quitéria”, explica.

Além da rainha, serão eleitas duas princesas. Todas moram no distrito de Maria Quitéria, o que é uma exigência da coordenação. As vencedoras do concurso serão premiadas e vão estar presentes no camarote oficial do evento. “Para mim, é maravilhoso desfilar e ajudar a manter essa tradição do nosso distrito”, disse a candidata Vanusa Almeida.

Para a estudante Laiene dos Santos, vai ser emocionante participar do concurso. “Cresci vendo os concursos de rainha aqui do nosso São João e com o sonho de um dia participar”, acentua. O concurso tem apoio da Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer.

Equipamentos sociais promovem inclusão com festejos juninos

Equipamentos de promoção de inclusão social realizam as tradicionais festas juninas visando a integração de jovens e adultos da comunidade. Seguindo o calendário de atividades, o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), o Centro de Formação Profissional Juiz Valter Ribeiro Júnior e o CEU do bairro Aviário estarão realizando suas comemorações integradas, na próxima segunda-feira, 19, a partir das 15h.

Os festejos serão realizados na praça do CEU, com a participação dos usuários dos três equipamentos públicos da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso). Na programação, muito arrasta pé, ao som do trio de forrozeiros, com direito a muito som de sanfona, zabumba e triângulo, para os participantes dançarem o forró e desfilarem as quadrilhas juninas.

As comemorações são abertas à comunidade e estão sendo coordenadas pelas dirigentes do CRAS do Aviário, Cibeli Alves, e do Centro Profissionalizante Juiz Valter Ribeiro Júnior, Andréa Rios. A expectativa é de envolvimento de cerca de 200 participantes no evento, a exemplo do que já vem ocorrendo nos últimos anos.

Identidade Jovem deve contemplar 55 mil feirenses

Programa de incentivo à cultura, esporte e acessibilidade territorial, o Identidade Jovem (Id Jovem) deve contemplar cerca de 55 mil feirenses com idade entre 15 a 29 anos e com renda familiar de até dois salários mínimos. A iniciativa do Governo Federal em parceria com o Governo Municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso), foi apresentada à comunidade, na tarde desta quarta-feira, 14, durante solenidade no auditório do Colégio Modelo Luiz Eduardo Magalhães.

O Id Jovem é um aplicativo para smartphones que concede vantagens para os jovens terem acesso à meia entrada em cinema, meia entrada em teatro, meia entrada em shows, meia entrada em eventos esportivos, além de duas vagas gratuitas em viagens interestaduais e mais duas vagas com 50% de desconto em viagens interestaduais.

Para ter acesso ao benefício, o candidato deverá possuir o NIS (Número de Inscrição Social), que pode ser cadastrado em um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) ou na sede do programa Bolsa Família, à rua Castro Alves.

Durante o lançamento oficial do programa na cidade, o secretário nacional da Juventude, Francisco de Assis Costa Filho, ressaltou a preocupação do governo em promover a acessibilidade de jovens à cultura, esporte, lazer e transporte para conhecer o país, como ferramenta eficaz para transformar a sociedade e garantir um futuro melhor para todos, enfrentando assim a criminalidade.

Já o secretário da Sedeso, Ildes Ferreira, destacou a facilidade para os jovens terem acesso ao Id Jovem, se cadastrando no NIS (Número de Inscrição Social), em um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua casa ou mesmo na sede do programa Bolsa Família. “O NIS funciona como um guarda-chuva que dá acesso a muitos direitos sociais”, informou.

Enquanto isso o vereador Cadmiel Pereira enfatizou a satisfação da presença de um representante do Governo Federal na cidade. “É bom ter um representante de Brasília em Feira de Santana para ver os avanços e necessidades que temos de avançar ainda mais. As transformações sociais só se dão com a garantia de direitos, de educação digna de qualidade, esporte e lazer”.

A mesma opinião é da representante do Conselho de Participação de Comunidades Negras e Indígenas, Lurdes Santana. “A maioria da população de Feira de Santana é formada por jovens e idosos e este programa é muito bom para nosso município”.

E o representante do Conselho Municipal da Juventude, Cristiano Queiroz, enfatizou a necessidade de afinar ainda mais as políticas voltadas para a juventude, trazendo as articulações para Feira de Santana.

Por sua vez a coordenadora do Conselho da Juventude de Conceição do Coité, Vanuza Carvalho, ressaltou a expectativa dos jovens aproveitarem estas conquistas, segundo a qual são fruto de lutas sociais travadas nos últimos 10 anos. Opinião também idêntica a de Mateus Novaes, que esteve representando o município de Vitória da Conquista.

Convênio garante capacitação a 2 mil moradores do MCMV

O Governo Municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso), assina convênio com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e a Caixa Econômica Federal (CEF), visando a capacitação profissional de mais de duas mil pessoas residentes em unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida. A solenidade será nesta sexta-feira, 16, às 10h, no gabinete do prefeito José Ronaldo de Carvalho, no Paço Municipal Maria Quitéria.

O secretário municipal de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira, ressalta a importância da iniciativa, que conta com investimentos superiores a R$ 1 milhão. Observa que os cursos oferecem a capacitação de pessoas para que possam ingressar no mercado de trabalho por iniciativa própria, trabalhando de forma independente como autônomo.

Ildes Ferreira observa que a iniciativa já foi desenvolvida no ano passado, com número menor de beneficiados, trazendo excelentes resultados. “Uma excelente oportunidade para as pessoas serem inseridas no mercado de trabalho, através de cursos oferecidos com profissionais capacitados”.

São cursos diversos, desde pizzaolos, técnico de informática, fabricação de sandálias, produção de bolos, processamento de alimentos, produção de doces e salgados, mecânico de motocicleta, produção de bijuterias e diversos outros. Serão ministrados gratuitamente, nos próprios residenciais, em laboratórios móveis do Senai.

Para participar dos cursos, conforme explica Ildes Ferreira, o candidato só necessita de tempo disponível e interesse. “São cursos que as pessoas não precisam de emprego, já saem como autônomos”, frisou.

Mais de 9 mil pacientes beneficiados com Tratamento Fora Domicílio

Viabilizar marcações de viagens para tratamento de pacientes portadores de doenças que não possuem especialidades na rede local do SUS é uma atividade do TFD (Tratamento Fora Domicílio). O serviço ofertado pela Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana beneficiou 9.877 pacientes de janeiro a junho deste ano.

O atendimento é prioritário para portadores de doenças cujo tratamento se enquadre em média e alta complexidade e estratégicos. Pessoas que necessitam de acompanhante, a autorização é concedida mediante justificativa detalhada pelo médico que assina o laudo.

“Nesse primeiro semestre realizamos a viagem de 4.730 acompanhantes”, informa Pollyana Piana, coordenadora do TFD.

Para solicitar o serviço é necessário comparecer a sede da SMS para realização de cadastro. O paciente deve apresentar xerox do laudo ou relatório médico, comprovante de marcação do procedimento, identidade, CPF, cartão SUS e comprovante de residência.

O agendamento das viagens só é autorizado mediante confirmação do atendimento no município referência. O TFD não realiza marcação de exames e consultas, este procedimento é feito pela Central de Regulação.

 

 

Fonte: Bahia Já/Secom PMFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!