16/06/2017

Sr. do Bonfim: Servidores entram em greve a 9 dias do São João

 

Os servidores municipais da cidade de Senhor do Bonfim, no norte da Bahia, entraram em greve nesta quarta-feira (14), a nove dias do São João. O município é um dos mais conhecidos pela festa junina no estado. Conforme a prefeitura, a paralisação não afetará o andamento do evento.

De acordo com o coordenador do Sindicato dos Servidores Públicos de Senhor do Bonfim, Raimundo Rodrigues, a paralisação afeta principalmente as áreas de saúde e educação. Eles pedem um rejuste de 6,5%, além de Equipamento de Proteção Individual para funcionários que trabalham com limpeza e eletricidade, alteração da data-base de maio para janeiro, entre outras reivindicações.

"Os professores tentaram dar aula, mas eles não conseguiram porque os funcionários das escolas estão parados. O pessoal da limpeza, da secretaria, os guardas municipais, todos estão sem trabalhar. Então não tem como os professores continuarem as aulas", explicou.

O secretário de Finanças de Senhor do Bonfim, Benito Brasileiro, informou que durante uma reunião na tarde desta quarta-feira, conseguiu estabelecer algumas demandas da categoria, mas o impasse com relação ao reajuste salarial continua.

"Vamos dar a data-base e atender os outros pedidos, mas não temos como dar 6,5% de aumento. Estamos oferecendo 3,98%. Não temos recurso financeiro", explicou.

São João de São José do Jacuípe será comemorado neste fim de semana

O Município de São José do Jacuípe localizado a 12 km de Capim Grosso tradicionalmente comemora o São João uma semana antes da maioria dos municípios, portanto, a cidade já vive o clima de festa e o arrasta – pé vai acontecer na sexta e no sábado (16 e 17).

Segundo o prefeito Erismar Souza, a grande novidade este ano, além de ser a primeira festa do seu governo é o nome Arraiá do Cabral, em homenagem a Sebastião Cabral que foi o percursor da festa junina na cidade.

No palco haverá shows com Flávio Leandro, Brega e Vinho, Capa de Playboy, Weverson Oliveira, França, Capitão do Reino, Junior Moral, Barco Novo.

A prefeitura promoverá também o São Pedro do Distrito de Itatiaia marcado para os dias 07 e 08 de julho.

Injustiça sobre as águas do Velho Chico. Por Adriana Menezes dos Santos

Em 1978, com a construção da barragem de Sobradinho, mais de 72 mil pessoas que moravam às margens do Rio São Francisco foram atingidas. Com a enchente do Lago de Sobradinho, estas pessoas precisaram deixar para trás tudo que tinham construído com muito esforço.

Casas, roças, criações e plantações ficarão embaixo das águas. Segundo o ex-deputado Jorge Solla, que discutiu essa ação que foi movida contra a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (CHESF), na câmara dos deputados em 2015, diz que "na época, favorecida pela desarticulação social dos camponeses e pela truculência do aparato estatal, a Chesf estabeleceu um sistema de compensação a baixo custo, considerando como devolutas as terras não tituladas e indenizando apenas as benfeitorias, para baratear o custo da obra".

Independente de devoluta, as famílias que ali tinham construído suas vidas e famílias, tiveram seus bens naufragados e um pequeno casebre do outro lado da vida, não indenizava suas histórias afogadas com a construção da barragem.  Remanso, Casa Nova, Sento-Sé e Pilão Arcado foram os povoados por onde essa construção deixou os rastros e até então 39 anos depois, os representantes da Chesf, juntamente ao Governo Federal, nunca mais olharam para trás para ver o que aconteceu com aquelas famílias.

Há 12 anos, um grupo desses ribeirinhos atingidos por essa tragédia resolveu abrir um processo contra a Chesf para que sejam indenizados pelo estrago. Mas até esta data, o processo tramita de um lado para outro sem respostas ou decisão. Muitos desses ribeirinhos proprietários desses bens perdidos já morreram, mas tem seus familiares que tem direitos sobre a indenização.

Eles não criaram essa situação, eles foram vítimas de um progresso sem planejamento ou humanidade. Estar na hora da Chesf ou Governo Federal assumir seu papel e reparar esse crime gravíssimo contra essas pessoas. Eu como filha de um desses ribeirinhos do Povoado de Piri, Sento-Sé, irei movimentar e divulgar essa situação pelas redes sociais até que chegue ao conhecimento das pessoas responsáveis pelo pagamento dessa indenização. Farei o que for necessário para que o grito daqueles trabalhadores rurais, pescadores ou vaqueiros, sejam ouvidos. Deixo aberto também para auxilio político, pois nesse momento toda ajuda é bem-vinda e sabemos que quando existe uma força política à frente de uma situação, os resultados são mais rápidos.

A Codevasf sempre foi o ministério de Petrolina

O deputado Rodrigo Novaes resolveu protestar na Assembleia Legislativa contra o fato de a Codevasf (3ª Superintendência) ter-se transformado nas últimas décadas num “ministério de Petrolina”. Foi assim quando esteve sob o comando do ex-deputado Osvaldo Coelho e continua com o mesmo formato sob o comando do senador Fernando Bezerra. Ambos brigaram pelo controle deste órgão, o primeiro nos governos militares e do presidente Fernando Henrique Cardoso e, o segundo, nos governos de Lula e Dilma.

Novaes não se encontra isolado nesta luta, que segundo ele é de caráter nobre. Ele deseja tão somente que a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco dê tratamento igualitário a todos os municípios da região e não apenas a Petrolina. E tem autoridade para dizer isto porque a Companhia foi fruto de uma lei de autoria de seu tio, Manoel Novaes, que teve 12 mandatos de deputado federal pelo Estado da Bahia, “recorde no mundo”, segundo ele.

Pilotos da II Expedição São Francisco pousam em Juazeiro no dia 17 de Junho

Trinta pilotos de várias partes do Brasil chegam a Juazeiro no dia 17 de Junho seguindo roteiro da II Expedição São Francisco que vai percorrer 2.700Km passando por 8 municípios nos estados de Alagoas, Sergipe, Bahia e Minas Gerais. As aeronaves sobrevoam o Vale do São Francisco e pousam numa área da empresa Agrovale.

A Expedição São Francisco, que está em sua segunda edição, tem como objetivo fazer uma revoada entre os dias 15 e 23 de Junho, nas principais cidades da bacia para apresentar aos participantes e imprensa uma noção dos trabalhos social, cultural, e econômico que vem contribuindo para o desenvolvimento das comunidades ribeirinhas.

De acordo com Kléber Rangel, organizador da Expedição, a primeira Revoada tinha como principal intenção apenas uma viagem sobre o rio, mas desta vez além de uma viagem de lazer os participantes assumiram o compromisso de registrar tudo que for visto. Será produzido material em vídeos em todas as cidades sedes da Expedição com equipe e aeronave especialmente designada para essa finalidade.

“Como participante da primeira Revoada e Organizador dessa Expedição sinto-me responsável em receber os colegas aviadores na intenção de mostrar que as boas políticas podem mudar ou estancar a degradação dos rios de nosso país, no caso nosso Rio S. Francisco. Contando com a hospitalidade da população ribeirinha e o apoio público, faremos dessa um marco para o incentivo de outros gestores enfatizando que o bom deve ser mostrado e que nem tudo está perdido”, ressalta Cléber Rangel, organizador da Expedição.

Aviões do Forró e Flávio José abrirão temporada de shows no pátio Ana das Carrancas

O São João de Petrolina já começou pelos bairros da cidade e agora os petrolinenses vivem momentos de expectativa para os grandes shows que vão dominar o Pátio Ana das Carrancas a partir desta sexta-feira (16).

Até o próximo dia 24 de Junho, o palco principal vai receber cerca de 45 atrações de diferentes estilos como forró, sertanejo, música romântica e pop. E já no primeiro dia, o público vai poder conferir o equilíbrio da festa que promete tradição e a inovação no cenário musical.

Quem abre a primeira noite de festas é o cantor Césio Tenório que leva sua “pegada” ao palco principal a partir das 19h. Logo em seguida, o público vai poder dançar com o autentico forró do sanfoneiro, Flávio José. A noite ainda terá espaço para o sertanejo de Leo Magalhães, a animação de Gabriel Diniz e o fenômeno Aviões do Forró que encerra a programação da noite.

 

Fonte: G1/Calila Noticias/BlogdoGeraldoJosé/Ação Popular/Ascom PMJ/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!