18/06/2017

Juazeiro e Petrolina devem sediar o 17° Siconbiol, em 2021

 

As cidades de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE) devem receber, em 2021, a 17ª edição do Simpósio de Controle Biológico (Siconbiol). A proposta foi aprovada por unanimidade em assembleia da Sociedade Entomológica do Brasil (SEB), ocorrida no dia 6 de Junho, em Ribeirão Preto (SP), durante a 15ª edição do Simpósio.

A proposta foi apresentada pelo pesquisador da Embrapa Semiárido, Tiago Costa Lima, e foi construída com a participação de pesquisadores e professores da Embrapa Semiárido, Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e Moscamed.

O próximo passo, antes da confirmação da realização, será protocolar a proposta na assembleia ordinária de 2018, que deve ocorrer durante o Congresso Brasileiro de Entomologia, em Gramado (RS).

O evento

Criado há 26 anos por iniciativa de pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) e da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJO), o Simpósio de Controle Biológico teve sua primeira edição em 1988, no Rio de Janeiro, e desde então vem se firmando como um dos mais importantes fóruns da área. 

O evento reúne, a cada dois anos, entre 500 e 700 pesquisadores e estudantes com o objetivo de discutir os avanços no conhecimento científico sobre controle biológico e no desenvolvimento e aplicação de tecnologias advindas da pesquisa apropriadas para o manejo de populações de insetos, ervas daninhas e outras pragas de interesse para a agricultura e para a saúde pública.

Estado amplia número de cirurgias eletivas e ortopédicas em Senhor do Bonfim

A partir do mês de julho, o município de Senhor do Bonfim, distante 365 quilômetros da capital, realizará cerca de 200 novas cirurgias, por mês. Isso será possível devido a um convênio entre o Governo do Estado e a prefeitura, cujo investimento estadual será de até R$ 250 mil mensais, pelos procedimentos ortopédicos, histerectomias, hérnias, dentre outras.

De acordo com o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, que visitou o município nesta sexta-feira (16), o governador assinará o contrato na visita que fará à localidade, nos próximos dias. "Estamos fortalecendo e ampliando a assistência à saúde na região. Dessa forma, o paciente não precisa se deslocar grandes distâncias, como vinha ocorrendo", afirma o secretário.

Ainda segundo o titular da pasta da Saúde, o município de Senhor do Bonfim é referência para uma região que engloba 400 mil habitantes, o que significa que o hospital municipal deve se tornar mais resolutivo e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que está em construção, precisa ser finalizada em breve para fortalecer a rede assistencial. "Um relatório detalhado sobre as unidades de saúde e o potencial delas será entregue ao governador, a fim de subsidiar a decisão sobre a forma e o tamanho dos novos investimentos estaduais", explicou Vilas-Boas.

Uauá: Políticos dizem estarem preocupados com o homem do campo

Durante visita de cortesia ao amigo Tum de Casa Nova, o ex-candidato a prefeito pelo município de Uauá, Moisés Ribeiro detalhou sua preocupação com os moradores da zona rural devido a seca que vem passando nos últimos meses.

Atento a situação do sertanejo, Tum propôs conceder ajuda para amenizar um pouco a situação.

“O nosso amigo se prontificou em ajudar a nossa comunidade, liberou dois caminhões pipa para distribuição de 100 carradas de água e 200h de maquina retroescavadeira para limpeza de barreiros, um dos pipas irá abastecer o distrito de Caldeirão do Almeida por uma semana, tempo que a administração poderá realizar a manutenção do poço do referido distrito”, informou Moisés.

Durante a última campanha política, o vice-prefeito e atual secretário de obras, João Alves (PSL), explorou politicamente os moradores de Caldeirão do Almeida prometendo resolver o problema da água, assim que passou as eleições o povo terminou sendo relegado à últimos planos. O fato gerou a indignação de moradores nas redes sociais e imprensa cobrando as promessas não cumpridas pelo gestor. “O prefeito tem dinheiro para gastar com festa, mas não tem para ajeitar a bomba do poço que custa menos de R$ 6 mil reais”, lamentou a senhora Ana Almeida.

“A eleição passou, mas nem por isso abandonei meu povo. Como conhecedor dos problemas que as comunidades da zona rural vem enfrentando, pretendo ajudar naquilo que estiver ao meu alcance. Quero antecipadamente agradecer a Tum pela atenção que está tendo com nosso povo”, destacou Moisés Ribeiro.

CHESF lança projeto de R$ 54,3 milhões em Petrolina

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) realiza solenidade de lançamento do projeto de Pesquisa & Desenvolvimento “Planta Fotovoltaica de Petrolina”, com investimentos de R$ 54,3 milhões. O evento acontece no Senai de Petrolina, a partir das 9h, do próximo dia 21 (quarta-feira), com a presença do Ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, autoridades, pesquisadores e parceiros nessa iniciativa.

O objetivo é iniciar a construção de uma planta fotovoltaica para geração de energia elétrica com 3MW, sendo uma de 2,5MW, denominada de Planta Básica, e outra de 0,5MW, chamada de Tecnológica, onde serão realizadas pesquisas, tendo em vista  Petrolina ser uma das cidades com maior potencial para aproveitamento da energia solar no País.

“Estamos iniciando projeto para construir uma usina fotovoltaica centralizada de alto rendimento e nosso objetivo vai além, Petrolina terá um Centro de Referência em Energia Solar, voltado ao desenvolvimento do conhecimento científico e tecnológico, que estamos denominando de Cresp, esse é o propósito final do projeto”, afirma o presidente da Chesf, Sinval Gama.

O Cresp compreenderá a instalação de três estruturas de Pesquisa & Desenvolvimento, a primeira com ordem de serviço a ser assinada no próximo dia 21. A segunda planta com tecnologia heliotérmica de calha parabólica e uma terceira planta com tecnologia heliotérmica de torre central. As três etapas do projeto somam investimentos de mais de R$ 150 milhões.

 

Fonte: Ascom Embrapa/Secom Bahia/Ascom Chesf/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!