21/06/2017

Feira: Empresários alertados sobre a lei do Menor Aprendiz

 

Cerca de 200 empresários feirenses participaram da Audiência Pública de Aprendizagem Profissional – Uma Política Inclusiva, tendo como foco a lei que estabelece cotas nas empresas de qualquer natureza reservadas para o Menor Aprendiz. O evento foi realizado na tarde desta segunda-feira, 19, no auditório da Faculdade Pitágoras, por iniciativa da Justiça do Trabalho em parceria com o Governo Municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso).

Durante a audiência ficou constatada que a maioria dos empresários feirenses não somente têm conhecimento da lei que estabelece contas para o Menor Aprendiz, que vão no mínimo de 5% ao máximo de 15% de seu quadro de funcionários, como também já aderiram.

Diante da plateia seleta, o prefeito José Ronaldo de Carvalho, que esteve compondo a mesa de trabalho ao lado do secretário da Sedeso, Ildes Ferreira, ressaltou a diferença entre pessoas que estão cumprindo estágio na empresa e o Menor Aprendiz, algo que muitos confundem acreditando se tratar da mesma cota. E também observou a importância da iniciativa visando formar cidadãos e dar a oportunidade de ingresso no mercado de trabalho através da profissionalização.

A juíza do Trabalho, Rosemeire Fernandes, observou a importância da iniciativa. “Um momento tão importante para o país, em que se debate índices de violência que ataca todos nós, indistintamente. E se pensa o papel da sociedade na valorização dos cidadãos”.

Já a procuradora do Trabalho, Annelise Pereira, enfatizou o papel social da Lei do Menor Aprendiz. “A aprendizagem é uma função social da empresa pois vai oportunizar ao jovem ter acesso ao mercado de trabalho”, afirmou, ao alertar para a necessidade de que todos os empresários estejam cientes de suas obrigações reservando as cotas para cumprimento da lei.

Enquanto isso, o gerente regional do Trabalho e Emprego, José Batista, ressaltou que os fiscais estão atentos ao cumprimento da cota de aprendizagem. “A aprendizagem é uma porta de entrada do jovem para a sua afirmação como pessoa, como ser humano. Além disso, se livra dos riscos das drogas”.

Em seguida, a auditora fiscal da Superintendência Regional do Trabalho, Marli Costa, proferiu palestra sobre “Aprendizagem profissional: atualizações normativas”, ressaltando que esta é uma política pública que não pode ser perdida. E apelou aos empresários presentes para que não olhem para a lei só como um cumprimento de cota, mas também por oportunizar aos jovens de tirá-los da rua.

Policlínicas e a UPA totalizam quase 200 mil atendimentos

Nos meses de janeiro a maio deste ano, as sete policlínicas e mais a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na Mangabeira, realizaram 198.787 atendimentos. O serviço é de urgência e emergência, garantindo a assistência 24h de média e baixa complexidade.

Nesse período, as policlínicas do Tomba e Rua Nova tiveram a maior demanda com 39.086 e 31.456 atendimentos, respectivamente. Na sequência aparecem as policlínicas do conjunto Feira X (27.988), George Américo (27.474) e Parque Ipê (26.614).

Das duas unidades instaladas nos distritos, a policlínica de Humildes prestou, nesse período, 10.425 atendimentos e São José com 9.208. Já a UPA totalizou 26.536 atendimentos.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Denise Mascarenhas, o Município tem cumprido o seu papel em assegurar à população o acesso aos serviços de média e baixa complexidade. “Atendemos casos clínicos de natureza crônica e aguda. Por se tratar de uma policlínica, não prestamos serviço de internação hospitalar. O atendimento é 24h”.

Vereador chama atenção para abordagens “perigosas” da SMTT

Em pronunciamento na tribuna da Casa da Cidadania, nesta terça-feira (20), o líder do Governo na Câmara, vereador José Carneiro (PSDB), chamou a atenção da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) no tocante a perseguições a motoristas do transporte clandestino de passageiros, popularmente conhecido como ligeirinho.

O edil disse que foi procurado hoje pelo radialista e professor Edilson Veloso, que questionou a forma como a SMTT vem fiscalizando os motoristas do transporte clandestino, sobretudo os que se evadem do local. José Carneiro informou que, ontem, às 15h15, numa rua próxima à  Rádio Sociedade, uma Ranger de placa NTI 0872, identificada como carro da SMTT, ao partir em alta velocidade para abordar um suposto ligeirinho, quase provocou um acidente fatal.

“Uma vez, eu estava em uma reunião com o então secretário Pedro Boaventura e, naquela oportunidade, nós dissemos a ele: secretário, essas correrias atrás de ligeirinhos o objetivo deve ser para dar satisfação a alguém, porque todos nós sabemos onde estão os pontos de ligeirinhos em Feira de Santana. Mas se falta coragem, eu não sei, mas falta ação. Às vezes, correm atrás colocando em risco a vida de pessoas para dar satisfação, eu não sei a quem”, observa.

José Carneiro disse que vem tentando falar sobre o assunto com o superintendente municipal de Trânsito. “Mas todos os telefones de Maurício Carvalho não consegui falar”, lamentou.

O líder governista disse que espera que o novo secretário da SMTT, Saulo Pereira Figueiredo, tome as providências, “no sentido de evitar esse tipo de fiscalização, porque não resolve absolutamente nada. Tenho certeza de que quando alguém coloca em risco a vida de pessoas correndo atrás de um transporte clandestino, não sei a razão, mas deixa transparecer que é para dar satisfação a alguém”, pontuou.

Linhas especiais garantem transporte coletivo nos festejos juninos

Os festejos juninos do Arraiá de Feira se iniciam nesta quinta-feira, 22, no distrito de Maria Quitéria. Para atender a população que pretende se deslocar até o distrito, a Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito criou duas linhas especiais durante os dias de festa. Para o distrito de Tiquaruçu, que tem seus festejos a partir da sexta, 23, o transporte será através das vans de linha distrital.

Os usuários terão como opção de deslocamento para Maria Quitéria uma linha saindo do Terminal de Transbordo da Cidade Nova com destino a localidade a partir das 19h até às 0h e outra saindo do Terminal de Transbordo Central, também nos mesmos horários.

Após as 0h - horário de fechamento dos terminais de transbordo - os passageiros poderão pegar as linhas especiais na avenida Getúlio Vargas, ao lado do prédio da Prefeitura. A frota especial de ônibus coletivo destacada para atender ao São João do Distrito de Maria Quitéria é de 65 veículos distribuídos ao longo dos três dias de evento.

Para o São João do Distrito de Tiquaruçu os usuários terão como opção de transportes as vans da Linha Distrital/ TR - TIQUARUÇU em horário especial a partir das 18h do dia 23. O ponto de origem e retorno será ao lado do Terminal Central.

“A expectativa da SMTT é que os trabalhos ocorram dentro do clima de tranquilidade e que a população aproveite cada momento deste brilhante evento, que contará com nossa equipe operacional acompanhando a execução do serviço especial”, destacou o secretário da pasta, Saulo Pereira.

Sedeso promove Arraiá do Feira Produtiva

O Arraiá do Feira Produtiva, projeto da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso), leva produtos produzidos por empreendedores da economia solidária para exposição e comercialização no Mercado de Arte Popular (MAP) durante os festejos juninos. Realizada pela primeira vez, a mostra começou nesta segunda-feira, 19 e segue até 24 de junho, diariamente das 9h às 17h.

O projeto Feira Produtiva visa incentivo à geração de trabalho e renda através de empreendimentos a partir de cursos e oferta de equipamentos necessários para o desenvolvimento da produção em forma de cooperação por grupos de pessoas com as mesmas afinidades. Assim desenvolvem suas potencialidades e aptidões produzindo alimentos, artesanatos ou produtos de cama, mesa ou vestuário, para sustento próprio e independente.

O coordenador do projeto Feira Produtiva, João Bosco, explica que durante o Arraiá do Feira Produtiva são comercializadas comidas típicas, licores e artesanatos dos empreendimentos da economia solidária, com preços bastante atrativos já que não passam por mãos de atravessadores.

Para animar o evento, que for visitar o Arraiá também terá a oportunidade de se divertir ao som de músicas juninas ao vivo, diariamente das 10h às 14h, no palco do Mercado de Arte Popular.

 

 

Fonte: Secom PMFS/Ascom CMFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!