23/06/2017

Salvador recebe primeira Festa Literária do Pelourinho em agosto

 

O Centro Histórico de Salvador será palco de uma diversa programação de literatura este ano. É que, de 9 a 13 de agosto, acontece a primeira Festa Literária Internacional do Pelourinho (Flipelô). Ruas e espaços culturais serão ocupados por mesas de debates, lançamentos de livros, oficinas literárias, saraus, apresentações teatrais, exibição de vídeos, shows musicais, no histórico bairro da capital baiana.

A Flipelô é apresentada pelo Ministério da Cultura e Instituto CCR, por meio da Lei Rouanet, e tem apoio da CCR Metrô Bahia, em parceria com o Governo da Bahia. Nesta primeira edição,o evento comemora os 30 anos da Fundação Casa de Jorge Amado e homenageia o escritor, além de Zélia Gattai e Myriam Fraga, duas das mais relevantes escritoras e personalidades culturais, diretamente interligadas com a trajetória de vida do escritor.

Salvador entra no cenário nacional de eventos literários com mais de 50 atividades, além de autores, pesquisadores, críticos, estudantes e apaixonados pelo mundo das palavras. Tudo isso cercado pela arquitetura histórica, com fachadas de casas, de igrejas e dos paralelepípedos do Pelourinho.

O evento tem ainda o apoio do Shopping da Bahia, co-realização do Serviço Social do Comércio (Sesc), produção da Maré Produções Culturais e realização da Fundação Casa de Jorge Amado. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (71) 98272 0880/ 98804 5446.

Salvador vai sediar evento inédito de tango

O Teatro Gregório de Mattos vai se transformar para receber o primeiro Encontro Baiano de Tango. Para criar a atmosfera que o ritmo argentino pede, de 11 a 13 de agosto, o espaço ganhará ambientação e iluminação cênica, um amplo salão com mesas, pista de dança em madeira e serviço de bar.

Em mais de 14 horas de dança, o evento reunirá cerca de cem participantes em workshops de temas e níveis variados, além de um baile especial com shows de tango no sábado.

Com realização da Associação Baiana dos Amantes de Tango (Abatango), o encontro acontece pela primeira vez no estado e terá aulas e shows dos professores Victor Rocha e Bianca Lima (Salvador), Fernando Decampos e Bianca Gonzalez (Rio de Janeiro) e Adriano Silva e Mary Hokazono (São Paulo).

5ª Edição da Oficina de Fotografia Cores do Pelourinho acontece no Museu Tempostal

Para quem busca aprender sobre fotografia, tendo como laboratório o ambiente multicolorido e de diversidade histórica e cultural do Pelourinho, o Museu Tempostal (localizado no Centro Histórico) abre mais uma ‘Oficina de Fotografia Cores do Pelourinho’, que chega a sua 5ª edição. A oficina, ministrada pelo Prof. Me. Alan Santos, facilitador da atividade, busca ampliar o conhecimento básico de fotografia, sendo dividida nas partes teórica e prática, e acontece nos dias 04 e 11/07 (terças), das 09h às 12h.

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail: coresdopelourinho@gmail.com. Os interessados têm que ter idade mínima de 16 anos e precisam levar aparelho fotográfico (máquina ou celular). Três vagas para esse curso serão oferecidas pelo museu para estudantes de escolas públicas do Pelourinho, os quais serão indicados por meio das direções escolares.

No dia 04/07 (terça), os participantes vão aprender sobre os princípios básicos da fotografia, incluindo atividades práticas. Na outra terça (11.07), serão abordados os princípios da fotografia de pessoas. Alan Santos, facilitador da oficina, é licenciado em Física pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Mestre e Doutorando em Ensino, Filosofia e História das Ciências (UFBA e UEFS – Universidade Estadual de Feira de Santana).

O Museu Tempostal integra a Diretoria de Museus (DIMUS), sendo um dos espaços administrados pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

  • Serviço:

Oficina de Fotografia Cores do Pelourinho

Local: Museu Tempostal

Endereço: Rua Gregório de Mattos, 33, Pelourinho, Salvador/BA

Datas: 04 e 11/07 (terças)

Horário: 09h às 12h

Exposição 'Viva São João' continua em cartaz no Centro Cultural Solar Ferrão

Para quem quer entrar no clima junino, mais uma opção é a exposição ‘Viva São João’, no Centro Cultural Solar Ferrão, localizado no Pelourinho. A mostra fica em cartaz até o dia 30 deste mês e faz parte da comemoração dos 50 anos do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), conta com obras de artistas de diversas regiões do Recôncavo Baiano e da Capital que dialogam com a temática junina.

Com curadoria de Marcia Schlapp e Gilson Sacramento, ‘Viva São João’ traz o universo junino através das obras expostas, as quais expressam em suas criações o poder de instituir tradições, reforçando a memória do passado, na representação do presente, propondo diferentes pontos de vista sobre a interpretação das tradições.

Dentre os expositores alguns nomes das artes plásticas como Pirulito (com as obras 'O Fogo Anda Comigo' e 'Santo Antônio, o Casamenteiro'), Artur Rego ('A Queda das Máscaras, 'Câncer e Leão'), Urubu, Paola Públio ('Mandala'), Bella Seifarth, Vonaldo Mota, Cristina Solimando, Mbiya Kabengele, Davi Rodrigues, Gabriel Ferreira e Gildemar Sena. A exposição também conta com as fotografias de Ana Fraga ('Nós') e Vinicius Xavier.

A mostra integra ainda o 'Projeto Santos Juninos no Centro Histórico de Salvador'. De acordo com a coordenadora do Solar Ferrão, Graça Lobo, o objetivo do projeto é promover o diálogo entre a arte, a tradição, a cultura popular e a cidadania através da realização dos festejos juninos. "O projeto busca desenvolver ações que resgatem as origens e as tradições do povo nordestino, suas representações regionais, memória, valorização do patrimônio artístico e cultural em suas mais diversas linguagens", acrescenta Lobo.

Neste período de São João, os museus administrados pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (DIMUS/IPAC) estarão fechados nos dias 23 e 24. São eles: Centro Cultural Solar Ferrão (que abriga o Museu Abelardo Rodrigues), Museu Tempostal e Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica - localizados no Pelourinho - e o Parque Histórico Castro Alves, em Cabaceiras do Paraguaçu (Recôncavo baiano). Estes museus funcionam normalmente até a quinta-feira (22) e retornam às atividades na terça (27), sempre das 13 às 17h.

O Solar Ferrão integra os espaços administrados pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

  • Serviço:

EXPOSIÇÃO 'VIVA SÃO JOÃO' NO CENTRO CULTURAL SOLAR FERRÃO

Local: Galeria do Centro Cultural Solar Ferrão (Rua Gregório de Matos, 45 - Pelourinho)

Período da mostra: até 30/06/2017 (sexta)

Visitação: terça a domingo, das 13h às 17h

Telefone: (71) 3116-6743

Entrada gratuita

SecultBa abre inscrições da nova edição do Calendário das Artes

Estarão abertas, a partir desta quinta-feira (22), as inscrições para a primeira chamada do Calendário das Artes 2017, concurso promovido pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e que contempla, com prêmios de R$ 13 mil, propostas das áreas de Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança, Literatura, Música, Teatro e Artes Integradas (que envolvem mais de uma área artística).

As inscrições da 1ª Chamada do ano de 2017 seguem até 5 de agosto, recebendo ideias de ações que se iniciem no período de 10 a 30 de novembro deste ano. Nesta 1ª Chamada serão premiadas 35 propostas. O total de recursos para prêmios da 1ª Chamada é de R$ 455 mil.

“O Calendário das Artes prioriza propostas oriundas e/ou realizadas em benefício de populações com menor acesso a produtos culturais e que privilegiem a diversidade cultural”, considera Fernanda Tourinho, diretora da Funceb, entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA). A ultima edição do Calendário das Artes aconteceu em 2014.

No site da Funceb o candidato poderá ler o regulamento e ter acesso aos anexos do Edital, fazendo o download do Formulário de Inscrição para redigir a proposta.

Macroterritórios

O objetivo do Calendário das Artes é selecionar propostas que estimulem o desenvolvimento das artes nos diversos Territórios de Identidade da Bahia, estimulando o desenvolvimento das artes em toda o Estado. O concurso foi iniciado em 2012 e se baseia em princípios para garantir a simplificação, a ampliação e a territorialização da aplicação de recursos para a produção artística baiana de pequeno porte.

Somando os números das quatro Chamadas anteriores, a Funceb, entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), disponibilizou R$ 3,653 milhões para a execução de 282 projetos, oriundos de 109 municípios, contemplando todos os 27 Territórios de Identidade do estado.

Quem participa

Podem participar Pessoas Físicas (qualquer cidadão que tenha CPF) que residam na Bahia e tenham idade igual ou superior a 18 anos, podendo ser brasileiros natos ou naturalizados, ou estrangeiros com permanência legalizada.

Para cada Macroterritório da Bahia, será formada uma comissão específica, com cinco membros. O resultado será divulgado no Diário Oficial do Estado da Bahia e no site da Funceb em até 30 dias após o resultado da seleção.

  • SERVIÇO

Calendário das Artes 2017 - 1ª Chamada

Inscrições: até 5 de agosto

Informações: www.fundacaocultural.ba.gov.br

e-mail: calendario.artes@funceb.ba.gov.br

Telefone: 71 3324-8521

 

Fonte: Secom Bahia/Correio/Ascom ScultBa/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!