05/07/2017

Feira: Saúde disponibiliza serviço de fisioterapia no domicílio

 

Melhorar a qualidade de vida de acamados. Com este objetivo, a Secretaria Municipal de Saúde dispõe do Serviço de Fisioterapia Domiciliar, que atende pacientes das Unidades Básicas de Saúde, desenvolvendo atividades preventivas, reabilitadoras e funcionais no próprio domicílio.

O serviço conta com seis fisioterapeutas, que realizam terapias manuais. Elas atendem as demandas que chegam a Divisão de Enfermagem, através de solicitação das Unidades Básicas de Saúde. “O profissional vai até a residência do paciente para avaliá-lo. Se for constatado a necessidade desse serviço e que o mesmo está impossibilitado em andar, ele passa a receber esse atendimento”, afirmou a fisioterapeuta referência, Nádia Emília Gomes.

Atualmente estão sendo beneficiadas com o Serviço de Fisioterapia Domiciliar 74 pessoas. Os atendimentos são realizados até duas vezes por semana em cada paciente – a média mensal é de 200 atendimentos. Além dos domicílios, o serviço é levado para o Dispensário Santana e Lar do Irmão Velho. A fisioterapeuta destaca que a maioria dos pacientes atendidos são idosos.

Nádia Gomes observa a evolução de quem passou pelo serviço de fisioterapia. “Há registro de paciente com histórico de escarro por todo o corpo que, após sessões de fisioterapia, apresentaram bons resultados e conseguiram sair da condição de acamado para cadeirante”.

A cada dois meses a equipe de fisioterapeutas se reúne para discutir casos. O encontro é realizado na Divisão de Enfermagem. Nesta segunda-feira, 3, abordaram o Protocolo de Fraturas e Dores Crônicas.

Iniciado tombamento do abrigo Predileto, em Feira

O abrigo Predileto, situado na praça da Bandeira, teve iniciado o processo de tombamento pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). O prédio, construído na década de 20, ainda guarda muito de suas características originais e é um marco da vida de Feira de Santana.

O abrigo Predileto ainda pertence à família de Nelson Carvalho de Argolo, já falecido, e vem sendo alugado há anos para o funcionamento da Lanchonete Predileto. O comunicado do processo de tombamento foi entregue à herdeira Luciana Argolo de Almeida, residente em Salvador, segundo informações do secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Edson Felloni Borges.

“Há um prazo para que a família aceite ou conteste o processo. Acreditamos que não haja resistência, visto que o tombamento garantirá aos herdeiros a existência do imóvel, além do significado histórico para a sociedade. É bom frisar que a contestação pode ser rejeitada pelo governo municipal”, salienta o secretário.

O abrigo Predileto foi construído em 1926 e, como o próprio nome diz, teve como objetivo servir de ponto de ônibus. Ao longo dos anos, tornou-se uma das referências como pontos de conversas sobre a vida feirense, e a lanchonete criou fama principalmente pelo sorvete com doce de leite.

“O Predileto é, inegavelmente, um patrimônio da comunidade feirense e não pode desaparecer”, defende Borges.

Crianças e música quebram o silêncio na Biblioteca Municipal

Biblioteca é lugar de silêncio. Menos na manhã da segunda-feira, 3. Crianças de até 5 anos, alunas da Associação Cristã Nacional, “invadiram” a Biblioteca Municipal Arnold Silva e o silêncio foi substituído pelo barulho.

Mas o barulho teve um bom motivo. Foi o início das atividades comemorativas pela passagem dos 12 anos da Fundação Municipal Egberto Costa.

De acordo com a diretora da Biblioteca – um dos equipamentos que fazem parte da Fundação Egberto Costa -, a semana será de atividades especiais. “Teremos teatro, música, lançamentos de livros, dentre outras atividades”, destaca Telma Melo.

Na manhã dessa segunda-feira o destaque foi o teatro. O grupo Teatro Mágico se apresentou para a criançada e convidados. “A Fundação Egberto Costa tem colaborado bastante com o desenvolvimento do teatro em Feira de Santana. O projeto Teatro vai aos Bairros é um exemplo disso”, salienta Joedson Fonseca, diretor e ator teatral.

Para a professora Noraney Brasil, a cultura colabora na formação dos pequenos alunos. “Eles têm contato com um mundo que normalmente não conhecem e isso acaba influenciando positivamente em suas formações”, avalia.

A meninada aprovou a atividade extra classe. “Gostei de tudo”, diz Liz, de 5 anos. “Gostei do chapéu deles”, explica Railan, também de 5 anos.

À tarde, mais sons e menos silêncio. As atividades incluíram apresentação da Orquestra Neojibá, apresentação da Orquestra Juvenil (projeto musical da escola – Seduc), lançamento do livro “A Biblioteca e o Segredo do Quarto Livro” e chá literário.

  • Confira abaixo a programação completa até sábado, 8:

Dia: 04/07/17 19:30 hs

Local: Museu de Arte Contemporânea Raimundo de Oliveira

Programação: Lançamento do Livro do 3º Concurso Municipal ;de Poesia

Recital de poemas no concurso e do poeta homenageado Godofredo Filho, sob a direção de Gleide Gavim (ministrante da oficina de performance).

Apresentação do grupo musical ArtMaria, composta por ex- alunas do Seminário de Música, que tem em seu repertorio clássicos da MPB.

Dia: 05/07/17 14:00 hs

Local: Museu Parque do Saber Dr. Dival Silva Pitombo

Em alusão a data do aniversário da Funtitec serão realizadas atividades de cultura, ciência e tecnologia. Uma oficina para confecção de relógios solar utilizando diferentes tipos de matérias especialmente os recicláveis.

Dia: 06/07/17 19:00 hs

Local: Teatro Municipal Margarida Ribeiro

“Peleja de Chico Tampa e de Maria Tampada”

Autor- Erotildes Miranda

Diretoria- Roberval Barreto

Programação: Projeto de Recital Cônico – Musical de Baianês – peça teatral “DE UM TUDO”.

Elenco e ficha técnica

Direção – Fernando Guerreiro

Texto: Alan Miranda e Daniel Arcades, livremente inspirado no livro “Dicionário de Baianês” de Nivaldo Liraú

Musical – Geronimo Santana

Direção musical - Yacoce Simões

Elenco - Ana Mametto

Alexandre Moreira

Denise Correia

Diogo Lopes Filho

Gerônimo Santana

José Carlos Junior

Yacoce Simões

Cenário e figurino - Euro Pires

Iluminação – Fernanda Paquelet

Coreografia - Rita Brandi

Direção de Produção – Paula Hazin

Dia: 07/07/17 19:00 hs

Local: Teatro Ângela Oliveira – Centro de Cultura Maestro Miro

Apresentação do Balé no Teatro Castro Alves

Diretor Artístico- Antrijo Sanches

Coreografias:

1-Youkáli de Constanze Mello

2-Dê Lírios de Tutto Homes

Dia: 08/07/17 17:00 hs

Local: Centro de Cultura Maestro Miro

Certificação dos alunos que cursaram As Oficinas do Projeto Arte de Viver

18:00 hs - Atividades musicais com as participações dos vencedores das Edições 13º, 14º e 15° do Festival Metropolitano de Musica Vozes da Terra e dos vencedores das Edições 7°, 8° e 9° do Festival Metropolitano de Música Gospel.

19:00 hs - Festa dançante

"Depredação é uma grande ameaça às áreas verdes em Feira de Santana", lamenta diretor do SESP

O diretor do Departamento de Áreas Verdes da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (SESP), Deodato Peixinho, externou sua tristeza e indignação com os atos de vandalismo que vêm ocorrendo em espaços públicos no município de Feira de Santana, sobretudo em áreas verdes.

“Um dos grandes problemas que nós temos em Feira de Santana é a depredação. E todas as formas de depredação, que se pode imaginar, acontecem em áreas verdes. É uma área que não tem um sistema de vigilância contínuo. Elas estão lá para receber o cidadão, elas estão abertas a visitações diversas. No entanto, há aqueles que as defendam e há aqueles que vão para lá apenas para causar prejuízos ao erário”, disse.

Ele relatou que, recentemente, um indivíduo, provavelmente com uma faca ou facão, cortou diversas árvores do canteiro central da avenida Ayrton Senna. “O elemento foi andando e cortando as árvores, de forma maldosa e perversa”, lamentou, apresentando um relatório de uma visita feita à avenida, que diz que 27 árvores tiveram o tronco quebrado, 39 foram arrancadas ou mortas, 16 plantas da espécie Bougainville furtadas e uma Palmeira Triangular foi quebrada e outra furtada.

Deodato Peixinho afirmou que, há 90 dias, o Departamento de Áreas Verdes fez toda a reposição de árvores quebradas, furtadas e mortas na avenida Ayrton Senna. “A depredação é uma grande ameaça as áreas verdes. Isso dói, isso é um absurdo”, queixou-se.

Na sequência, ele disse que o Complexo Viário Deputado Dr. Miraldo Gomes, localizado na avenida Eduardo Fróes da Mota, trecho da rotatória do bairro Cidade Nova, também não escapou da ação de vândalos. “Ali tinha um complexo de paisagismo lindo, mantido com irrigação, mas roubaram, pela quinta vez, a bomba de manutenção dali e, posteriormente, roubaram as fiações, impedindo com isso do Departamento manter a beleza que havia no local”.

Deodato afirmou ainda que a falta de consciência tem afetado parques infantis em todas as áreas públicas da cidade, reclamando, por exemplo, que pessoas de 60, 80 quilos costumam utilizar brinquedos destinados a crianças de 40 quilos, no máximo. “Os brinquedos não têm resistência para isso. Então, é obvio que serão quebrados”.

O diretor do Departamento de Áreas Verdes acrescentou que assentos, lixeiras, entre outros equipamentos existentes em logradouros públicos e até mesmo os que fazem parte da Biblioteca Municipal têm sido alvo de vandalismo, aumentando os gastos da Prefeitura com conserto e reposição.

“Então, isso é uma coisa que nós temos que jogar para a mídia, pedir apoio. Denuncie no 3602-8121, ajude o Departamento a melhorar a cobrança junto a esses maus elementos, a essas pessoas que vivem a depredar o que é de todos”, pontuou.

Poluição visual

Na oportunidade, Deodato Peixinho pediu aos proprietários de empresas que retirem seus painéis ou placas de publicidade situados em áreas verdes sem a devida autorização legal. “O Departamento de Áreas Verdes vai atuar na retirada de propagandas irregulares dentro dos canteiros das áreas verdes, porque lá não é lugar para isso, lá é lugar de beleza, é lugar de descompressão da mente, e não de poluição”, alertou.

 

Fonte: Secom PMFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!