11/07/2017

Conquista: Festival de Inverno programado para 25 a 27 agosto

 

O Festival de Inverno da Bahia 2017 em Vitória da Conquista está confirmado e já iniciou a venda dos ingressos. Como em outros anos, o evento promete ser um dos principais festivais de inverno do país.

Este ano, a 13ª edição da festa será de 25 a 27 de agosto. A organização já divulgou parte da programação, apostando na diversidade musical dos artistas.

Para quem curte  praticar exercícios haverá também pistas de corrida espalhadas pela cidade e 25 quilômetros de ciclovias. Já os visitantes amantes da gastronomia, poderão aproveitar uma grande variedade de restaurantes espalhados pelas avenidas e ruas. Os tradicionais biscoitinhos de goma da região podem ser facilmente encontrados em feiras livres.

O evento será realizado no Parque de Exposições Teopompo de Almeida, em Vitória da Conquista. As aberturas dos portões será às 19 horas.

Na programação, estão confirmados shows de Ivete Sangalo, Tiago Iorc, Skank, O Rappa, Raimundos, Humberto Gessinger, Jota Quest e Anitta.

Realizado pela Icontent em parceria com a TV Sudoeste, o Festival de Inverno da Bahia já apresentou mais de 300 shows desde sua primeira edição, em 2005. O evento virou tradição e, anualmente, atrai milhares de moradores e turistas. A classificação indicativa é de 16 anos.

Vitória da Conquista é a terceira maior cidade da Bahia e apresenta uma população de aproximadamente 340.199 habitantes (IBGE 2014) . Localizada a 509 km de Salvador, a cidade também é conhecida como “Suíça Baiana”.

Itororó: Estudantes de Itororó desenvolvem produtos que fomentam empreendedorismo

Os alunos do curso técnico em Alimentos, do Centro Territorial de Educação Profissional do Médio Sudoeste da Bahia (Cetep), localizado no município de Itororó, no centro sul do estado, estão produzindo compotas, pães integrais e doces que incrementam a agricultura familiar da região. Eles aprendem diversas receitas e também são estimulados ao empreendedorismo ao participar de feiras e exposições, nas quais vendem os produtos.

De acordo com a auxiliar de laboratório, Luzia de Souza, que também é responsável por orientar os estudantes, os produtos são feitos no laboratório do curso, utilizando frutas da região como jaca, banana, goiaba, cacau, além de legumes e outros alimentos. “Toda essa produção é voltada para os produtos orgânicos adquiridos de pequenos produtores regionais como alunos e agricultores familiares da região. Esta é uma forma de movimentar a economia local e agregar valor à produção regional”.

Entre os produtos fabricados destaque para o pão integral com recheio de banana, linhaça e gergelim; doce de leite pastoso com maracujá, goiaba e ameixa; ambrosia e o doce de banana pastoso. Também são produzidos picles de legumes, conservas de legumes com pimenta, temperos e molho de tomate com ervas finas. Os produtos são vendidos no próprio Cetep, na loja conhecida como Cetepito, e em feiras locais, nas quais o Centro é convidado para participar, a exemplo da Exposição Agropecuária de Itapetinga.

A estudante Thamilly Santos, 17, diz que já vendeu em sua casa doce de leite feito com maracujá e pão integral. “O curso é muito bom porque aprendemos diversas receitas nutritivas nas quais relacionamos conteúdos como valor nutricional, prazos de validade e alimentação saudável. Após me formar pretendo, futuramente, abrir uma indústria e gerar empregos na cidade”.

Para Bruno Silva, 17, o curso superou as suas expectativas. “Entrei sem saber fazer nada e, hoje, sei produzir doce de leite com ameixa e goiaba, compotas, pão integral e outros. São receitas práticas e que servem como alternativa de geração de renda”. Ele pretende cursar faculdade de Engenharia de Alimentos.

  • Confira a receita de integral com recheio de banana

Ingredientes

2 xícaras de farinha de trigo branca

2 xícaras de farinha de trigo integral

1 xícara de aveia

2 ovos

2 colheres de sopa de açúcar

1 colher de sobremesa de sal

½ xícara de óleo de girassol

2 xícaras de leite morno desnatado

1 colher de sopa cheia de fermento granulado

6 bananas nanicas amassadas

Canela em pó

Modo de fazer

Bater no liquidificador o leite, ovos, açúcar, óleo e o fermento. Despejar em uma tigela com as farinhas e a aveia e misturar bastante (massa mole). Despejar metade da massa em uma assadeira própria para pão, aproximadamente 35 centímetros, untada com óleo de girassol e enfarinhada. Acrescentar as bananas amassadas, polvilhar com canela em pó, derramar o restante da massa.

Deixar descansar, por aproximadamente uma hora, até dobrar de volume. Levar ao forno previamente aquecido e deixar assar por aproximadamente 20 minutos. Retire do forno depois de frio. O recheio pode ser substituído a gosto (maçã, ameixa, goiabada, avelã e outros).

Dom Basílio: Ambulância é flagrada em Copacabana, no Rio

Uma ambulância com a identificação de Dom Basílio, no Sertão Produtivo, sudoeste baiano, foi flagrada neste domingo (9) bem distante da cidade de origem.

O carro foi visto na frente de uma farmácia em Copacabana, um dos bairros mais conhecidos do Rio de Janeiro.

O BN tentou o contato com a prefeitura de Dom Basílio, mas não conseguiu falar com nenhuma autoridade para saber o motivo do deslocamento do carro.

Caetité: Audiência pública discute retomada dos trabalhos da INB

Na última semana, durante audiência pública das Indústrias Nucleares do Brasil (INB) foi anunciada a contratação de empresa terceirizada para a realização da lavra de urânio na Mina Engenho, no distrito caetiteense de Maniaçu.

Representando o prefeito, a vice-prefeita Jaquele Fraga realçou que a retomada da exploração é um bom sinal.

Fraga cobrou, ainda, um maior diálogo entre a direção da empresa e o Poder Público e frisou que é papel do político, sobretudo, representar os interesses maiores da população para que o impacto do empreendimento seja sempre o mais positivo possível.

UMOB tem nova reunião para ajustar atendimento do Hospital do Oeste

Está sendo realizada nesta manhã de segunda-feira uma reunião de representantes e prefeitos da UMOB – União dos Municípios do Oeste, com vistas ao estabelecimento da nova regulação médica no Hospital do Oeste.

Depois do afastamento de dirigentes e componentes do corpo médico da Unidade Hospitalar, ainda não foi estabelecido um novo padrão de regulação, que atenda os municípios envolvidos.

Na semana que passou, foram realizadas visitas e inspeções, além de reuniões sobre o assunto, inclusive da diretoria da UPB – União dos Municípios da Bahia, do Ministério Público e representantes do Governo baiano.

 

Fonte: Bahia Já/Ascom Educação/BN/Achei Sudoeste/O Expresso/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!