11/07/2017

Teixeira de Freitas apresenta o 5º Encontro de Cordas de 17 a 23

 

A contagem regressiva começou, com ela, intensificam-se os ensaios, os ajustes dos instrumentos, os preparativos, a arrecadação de fundos – afinal todos querem participar. O frio na barriga cresce, a correia da produção aumenta e os sons seguem no ar. Faltam poucos dias para o 5º Encontro de Cordas do Instituto de Cultura, Educação e Desenvolvimento- ICED. Os artistas são as crianças, adolescentes e jovens de toda a região que, diariamente, lapidam seus talentos e fortalecem suas próprias histórias e autoestima. O atrativo é a boa música, que neste ano terá repertório inovador com o tema “Do Erudito ao Tropicalismo”. O evento será de 17 a 22 de julho, em Teixeira de Freitas, no salão da Igreja Batista Memorial e em apresentações itinerantes, distribuídas pela cidade como cápsulas de arte e alegria.

Essa história real que exalta a cultura, tem jeito de conto de fadas, sonoridade poética, mas é vida real. E, justamente por isso tem dureza, dificuldades, persistência e superação. Em cada artista, um universo inteiro e toda a sua complexidade. Em cada grupo participante, sua própria superação. Para participarem do Encontro, houve quem organizasse eventos, bazar, vendesse guloseimas… Cada um a seu modo está vindo participar. O esforço, eles sabem, vale a pena. O evento é uma oportunidade de aprender ainda mais, é a chance de uma experiência como concertista. Mais do que isso, é uma vitrine capaz de mostrá-los para todo o país e até para o exterior. Entre os professores, o ICED convidou importantes artistas, vários deles são estrangeiros e estarão aqui vendo de perto esses talentos, futuros profissionais. Serão, aproximadamente, 300 participantes.

50 anos de lá, 5 de cá

O Encontro de Cordas é um evento que já faz parte do calendário Cultural do Extremo Sul da Bahia, Nordeste de Minas Gerais, Norte do Espírito Santo e do turismo nacional com projeção internacional. Há cinco anos o Encontro promove conhecimento e encanta plateias. Trata-se de uma reunião de sonhos e talentos embalada à música. Há cinquenta anos, outros jovens, também movidos por sonhos e ideais, criaram um movimento também embalado à boa música. O tropicalismo foi uma renovação cultural e musical. Revelou nomes como Gilberto Gil, Caetano Veloso, Tom Zé, Gal Gosta…. Essas semelhanças e todos os contrastes, justificam o tema escolhido. “A ousadia nos atrai”, conta o maestro Orley Silva, grande idealizador do ICED.

As inscrições seguem abertas (http://iced.org.br/destaque/inscricao-5-encontro-de-cordas-do-iced/) no site do ICED. O projeto tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. Assim como os tropicalistas deram um histórico passo à frente no meio musical brasileiro, sintonizando a eletricidade com as informações da vanguarda erudita, o 5º Encontro será um momento de progresso na vida dos alunos participantes. Junto às aulas práticas, haverá promoção do conhecimento científico.

Produção cientificamente musical

O evento científico será nos dias 20 e 21 de julho e faz parte do Encontro de Cordas. Trata-se do 2º Colóquio Nacional de Educação Musical com a temática “A Influência de Movimentos Musicais na Produção Musical Brasileira como Recurso Didático para o Ensino de Música”. Será o momento “ que vai viabilizar um espaço permanente e dialético para que propostas e reflexão de práticas cotidianas do ensino da música possam ter efetividade e melhores resultados neste fazer educativo”, explicou Gislaine Romana, presidente do ICED.

Os encontros serão na Universidade Estadual da Bahia (UNEB), Campus X, também em Teixeira de Freitas, com a presença de convidados especiais e profissionais renomados no ensino de música. As inscrições estão abertas (http://iced.org.br/destaque/inscricao-2-coloquio-nacional-de-educacao-musical/) e devem ser feitas no site da organização.

Teixeira de Freitas: Começam obras no parque de exposições para receber a Expo 2017

As obras de limpeza no Parque de Exposições já começaram, essa é a primeira etapa de obras necessárias para que a Exposição 2017 se realize. Após a limpeza de todo o Parque, as obras seguirão o planejamento de construção e reforma das dependências que receberão os animais que serão expostos durante a Expo 2017.

Toda a cerca da área de julgamento dos animais será reformada. A baia dos cavalos passará por uma reforma ampla. O local onde são realizados os leilões receberá novas telhas e será todo reformado no seu interior. Os currais que já estavam necessitando de reformas, agora serão reformados. Todos os banheiros e sanitários do Parque serão reformados.

A COOPMISTA, com o apoio da Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas, através da Secretaria de Agricultura e da Secretaria de Infraestrutura, está trabalhando para receber os expositores e o público para a grande festa do agronegócio do extremo sul baiano.

Canavieiras: Governo baiano reinaugura aeródromo

As homenagens a São Boaventura, padroeiro de Canavieiras, no sul da Bahia, contaram com a presença do governador Rui Costa, que, ontem (9), participou das festividades em homenagem ao santo e inaugurou o Aeródromo Sócrates Resende. O investimento foi de R$ 1.080.292,41. Na oportunidade, Rui anda anunciou obras de recuperação de estradas na região.

“Estou muito feliz por entregar e anunciar obras importantes para a população desta região do estado. Também me comprometi com o prefeito de Canavieiras em dar apoio na área da saúde. Vamos trazer para cá o mutirão de cirurgias e o programa de rastreamento do câncer de mama. Outro apoio que foi solicitado ao Estado foi na construção de alguns postos de saúde, para dar mais dignidade a quem precisa de atendimento”, revelou o governador. 

Na oportunidade, Rui Costa também realizou a entrega de 40 barracas para a Associação dos Produtores Rurais da Região de Canavieiras, um investimento de quase R$ 60 mil, feito através da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com o objetivo de qualificar a feira livre e dinamizar a comercialização dos produtos da agricultura familiar. Além disso, foram aplicados R$ 175.158 mil em equipamentos de pesca, mariscagem, salvatagem e beneficiamento de mariscos, entregues, na ocasião, a 450 pescadores e marisqueiros da Associação Mãe da Reserva Extrativista de Canavieiras (AMEX).

Comunidade indígena de Prado recebe curso de capacitação

Os povos indígenas de Cumuruxatiba, no município de Prado (extremo sul), passarão a ter mais renda e a consumir pescados com muito mais qualidade a partir desta semana. A Bahia Pesca, empresa vinculada à Secretaria da Agricultura do Estado (Seagri), realiza na comunidade um curso de beneficiamento e aproveitamento do pescado, do qual vão participar  20 mulheres indígenas.

Elas aprenderão a fazer filés de peixe, bolinhos, caldos e outras iguarias e serão responsáveis por multiplicar o conhecimento com as demais famílias da comunidade. As aulas acontecem desta terça a sexta-feira (11 a 14), no salão paroquial de Cumuruxatiba. Entre os temas abordados pela palestrante Cida ‘Pescadora’ estão os cuidados para evitar contaminações do pescado, análise sensorial do peixe, processos de conservação e descarte correto dos resíduos. “A qualidade de vida das comunidades indígenas, que dependem da pesca, é uma das prioridades da Bahia Pesca. Com essa capacitação, os indígenas conseguirão obter um melhor aproveitamento do pescado, agregando valor aos produtos”, explica o presidente do órgão, Dernival Oliveira Júnior.

Itabuna: COELBA 10 dias de prazo para EMASA quitar dívida

A direção da Coelba emitiu um comunicado dando um prazo de 10 dias para a Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) quitar a dívida de R$ 6 milhões e 300 mil, caso contrário o fornecimento de energia será suspenso. Segundo uma fonte, a dívida corresponde ao período de junho de 2016 a junho de 2017.

Depois do comunicado muito provavelmente a diretoria da EMASA deverá tentar um parcelamento da dívida, pois se o fornecimento de energia for suspenso a cidade ficará sem abastecimento de água.

O blog tentou manter contato com o Presidente da Emasa, Jader Guedes, mas não obteve resposta. Vale lembrar que Jader é um técnico e tem experiência na área de gestão e conseguiu ajustar as contas da EMASA.

Itabela: Prefeitura faz retomada para participar da Festa do Café e articula  contrações de artistas

A Prefeitura de Itabela se prepara para promover as festividades musicais agregadas à décima primeira edição da Festa do Café, que acontece na primeira semana de agosto. De acordo com informações, a prefeitura já realiza a cotação de algumas atrações e promete fazer uma festa para atrair toda região.

Ainda conforme informações, o prefeito Luciano Francisqueto além de dar todo o apoio na realização da feira de negócios do evento, viu a necessidade de promover os shows festivos, sendo uma forma de promover diversão para população.

A estrutura da festa deverá ser mantida com palco, trio elétrico e camarote, e deve ocorrer no espaço na Av. Guaratinga, no centro da cidade.

Uma coletiva de imprensa nas próximas semanas, trará todos os detalhes da festa, que prometer atrair visitantes de toda região e estimular a economia da cidade.

Porto Seguro terá primeira turma universitária indígena da Bahia

A Prefeitura Municipal de Porto Seguro, através das Secretarias de Educação, Trabalho e Desenvolvimento Social e da Superintendência de Projetos Para Infância e Juventude, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação e da Universidade do Estado da Bahia, executará pela terceira vez, o Programa Universidade Para Todos. Neste ano terá a inclusão da primeira turma indígena da Bahia, coordenada pela Superintendência de Assuntos Indígenas e Diretoria Escolar Indígena.

Na última sexta feira 07 de julho, foi realizada a aula inaugural, a primeira, na Aldeia de Boca da Mata e a segunda, na Câmara Municipal de Porto Seguro. Ao todo serão 150 jovens contemplados e as aulas começam no próximo dia 10 de Julho, no Colégio Paulo Souto, localizado no Frei Calixto, no Colégio Municipal de Porto Seguro, no Centro da cidade, e na Escola Indígena da Aldeia de Boca da Mata.

Participaram das atividades em Porto Seguro, o reitor da Universidade do Estado da Bahia, José Pires; a diretora da UNEB – Eunapolis; Maria Jacilda; pró-reitora de Extensão da UNEB, Celeste Castro, a Coordenadora do Programa Universidade Para Todos, Simone Wanderlei;  Secretária de Educação ,Claudia Regina; a Secretária do Trabalho e Desenvolvimento Social, Livia Bittencourt; Superintendente de Projetos para a Infância e Juventude, Washington Borges, Superintendente de Assuntos Indígenas , Juari Bomfim, e o presidente do Conselho de Caciques, Alfredo Santana.

 

 

Fonte: Secom ICED/Ascom PMTF/Tribuna/Ascom Bahia/aGazetaBahia/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!