15/07/2017

América Dourada recebe rodovia e ações para agricultura familiar

 

O município de América Dourada, no centro-norte baiano, recebeu melhorias na área de mobilidade urbana e investimentos para a agricultura familiar. Em visita à cidade, nesta sexta-feira (14), o governador Rui Costa inaugurou o trecho de 7,1 quilômetros de pavimentação da BA 052, no distrito de Prevenido. Rui ainda autorizou convênio do Bahia Produtiva para beneficiamento de mel e entregou mais de seis mil Certificados de Cadastro Ambiental Rural (CAR) para seis municípios da região.

Com investimento de mais de R$ 1,5 milhão, a rodovia vai beneficiar 46 mil habitantes do município e região, com um tráfego diário de 350 veículos. De acordo com o governador, esta é uma demanda antiga da população, que agora terá mais conforto e segurança. "É possível ver a alegria dos moradores com esta entrega. Aqui é uma região que tem grande potencial de produção, o que aumenta a importância de estradas conservadas para o escoamento de produtos, além de facilitar o dia a dia de quem circula pelo trecho.

Bahia Produtiva

Rui autorizou a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a celebrar o convênio do Programa Bahia Produtiva com a Associação de Desenvolvimento Rural e Agropecuário de Prevenido, selecionada no edital de apicultura. O investimento de mais de R$ 170 mil vai beneficiar diretamente 30 famílias, com a implantação da unidade de beneficiamento do mel para os produtores.

O representante da associação com sede no distrito de Prevenido, Ivanildo Firmino, explica que a unidade de beneficiamento vai ter um impacto direto na produção. “Vai melhorar a produção e as nossas condições de trabalho, o que acaba por agregar valor aos produtos e gerar mais renda para todas as famílias da associação. A gente fica muito grato porque vai ser um benefício muito grande. Com esse apoio, nossas vidas certamente vão melhorar bastante".

Certificados

Receberam os Certificados de Cadastro Ambiental Rural, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), os municípios de América Dourada (604 cadastros); Cafarnaum (908 cadastros); Central (765 cadastros); Ibititá (1115 cadastros); Presidente Dutra (811 cadastros) e São Gabriel (1803 cadastros). O documento é um registro público eletrônico de âmbito nacional, obrigatório para todos os imóveis rurais, a fim de integrar as informações ambientais das propriedades e posses rurais.

“Esta é uma iniciativa do Governo do Estado para ajudar os agricultores a estarem regularizados. A lei exige o certificado, então, já emitimos, através de contrato, mais de 100 mil. Até dezembro, chegaremos a 200 mil cadastros. A meta para o próximo ano é chegarmos a 400 mil agricultores com os certificados em mãos”, explica o governador.

O objetivo do cadastro é compor uma base de dados para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico e combate ao desmatamento. A partir de dezembro de 2017, a inscrição no CAR será necessária para a concessão de crédito agrícola pelas instituições financeiras.

Seabra: Inauguração do Hospital da Chapada Diamantina é adiada mais uma vez

A inauguração do Hospital da Chapada Diamantina, em Seabra, foi adiada mais uma vez. A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) divulgou na última quarta (12) uma nota informando que as obras do hospital passaram por adequações no projeto para promover uma segurança maior aos pacientes e melhor atendê-los, além disso o reagendamento da data de entrega foi causado por impasses no processo licitatório.

O Hospital da Chapada Diamantina já está com mais 90% de suas obras concluídas. Uma nova data para a reinauguração ainda não foi divulgada.

  • Veja a nota:

“SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informa que o Hospital da Chapada Diamantina passou por algumas adequações no projeto para dar maior segurança aos pacientes e melhor atendê-los. Além disso, todas as etapas, desde a construção, passando pela aquisição dos equipamentos, bem como a contratação da empresa para fazer a gestão da unidade, são através de processos licitatórios.  Como as empresas entraram com recursos e a Sesab não pode, em hipótese nenhuma, deixar de cumprir os prazos estabelecidos na lei de licitação, houve a necessidade de reagendamento da data de entrega do hospital”.

Musicalização e contação de história completam programação de oficinas da Fligê 2017

Mais dois conceituados profissionais vão oferecer suas habilidades e técnicas em oficinas gratuitas na Feira Literária de Mucugê, de 10 a 13 de agosto. As atividades contemplam distintos aspectos sobre o fazer literário tendo a música e a leitura como elementos base para o desenvolvimento humano, a partir de canções, brincadeiras e contos lúdicos.

“Através de cantigas de roda tradicionais, jogos de improvisação, exercícios de percussão corporal e brincadeiras musicais pretendemos valorizar a manutenção da cultura e da tradição oral do Brasil desenvolvendo e estimulando a criatividade intelectual e física, para que cada criança descubra e elabore sua própria musicalidade”, explica Rodrigo Sestrem, que vai ministrar a oficina de “Musicalização Brincante”.

A leitura, a produção textual e o trabalho criativo são destaques na oficina de Ana Amélia de Moura sobre “O Mágico Poder da Arte de Contar Histórias”. A arte-educadora ressaltará a importância da utilização dos contos de fadas como ferramenta educacional e primordial relevância no processo ensino aprendizagem. “Como se trata de uma oficina essencialmente voltada para educadores, os participantes terão acesso as teorias, técnicas e práticas pedagógicas utilizadas na arte de contar histórias”, acrescenta.

A partir do dia 16 de julho, os interessados poderão escolher uma das cinco oficinas: Escrita Criativa, Vivência de Brincadeira com Sucata, Musicalização, Animação e Contação de Histórias e se inscrever gratuitamente pelo site. Todas serão realizadas nos dias 11 e 12 de agosto (sexta e sábado), das 8 às 11h, no Colégio Horácio Matos, em Mucugê, Chapada Diamantina.

  • Serviço

O quê: 2ª Feira Literária de Mucugê.

Quando: de 10 a 13 de agosto.

Onde: Centro Cultural (Clube), Colégio Horácio Matos, Casa da Filarmônica, Pç. Cel. Propércio (Calçadão), Cesta do Povo, Espaço Academia, Museu e Centro Histórico de Mucugê.

Entrada gratuita.

Nova Redenção sediou segundo ‘Encontro Locorregional do Programa Mais Médicos’

O município de Nova Redenção, na Chapada Diamantina, sediou o ‘II Encontro Locorregional de Profissionais do Programa Federal Mais Médicos’, na última quinta-feira (13), no Centro Cultural Consuêdes Benevides. Representantes de Andaraí, Mucugê e Itaetê também participaram do encontro. Dos municípios reunidos participaram nove médicos, sendo sete cubanos e dois brasileiros. Entre eles estava o dr. Danilo Lobo Ramos, supervisor microrregional do ‘Mais Médicos’ que ministrou palestra de capacitação sobre as doenças endêmicas leishmaniose e esquistossomose.

Médicos, enfermeiros, coordenadores e os demais profissionais da área da Saúde foram recepcionados pelo líder político do município Ivan Soares. Após dar as boas-vindas, Ivan falou sobre a importância do programa Mais Médicos, dizendo que ele e a prefeita Guilma Soares (PT), do ‘Governo da Reconstrução’, sempre o abraçaram, desde que foi idealizado. Em sua fala, o líder político demonstrou toda a sua gratidão aos presidentes Lula e Dilma pela sensibilidade de enxergarem os pequenos municípios desprovidos da assistência médica, afirmando que a criação do programa foi uma medida extremamente acertada.

Soares falou também sobre os médicos cubanos que atuam em Nova Redenção, ressaltando as qualidades profissionais “daqueles que têm sido motivo de elogios pela população, por conta de seu comprometimento, disciplina e humildade no trato com o povo”. Na oportunidade, o titular da pasta de Saúde lembrou a situação difícil em que foram encontrados os médicos cubanos no início da gestão da prefeita Guilma.

Ivan disse que os profissionais estavam desestimulados e relegados ao segundo plano. “A atual gestão, sensibilizada com a situação e com o quanto são humildes, principalmente na questão da humanização no atendimento, mudou a realidade dos médicos cubanos no município, que além de estarem sendo mais valorizados”, disse Ivan.

Segundo ele, os profissionais tiveram a situação econômica melhorada, pois agora recebem o teto dos valores pactuados pelo Governo Federal e Cuba. No encerramento do evento, a prefeita Guilma Soares (PT) agradeceu a visita e participação dos profissionais da Saúde de Andaraí, Mucugê e Itaetê, bem como a população local que se fez presente.

 

Fonte: Secom Bahia/Ascom Sesab/Ascom Fligê/Jornal da Chapada/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!