15/07/2017

Conquista: Sem transporte escolar, estudantes ficam sem aulas

 

Os alunos de uma escola da rede estadual, localizada no povoado de Pedrosa, zona rural de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, estão sem aulas desde o início do ano por falta de transporte escolar. De acordo com os estudantes, os motoristas do sistema, que atende tanto alunos quanto professores, pararam de trabalhar porque estão com os salários atrasados desde o mês de dezembro do ano passado.

O colégio oferece o ensino médio e possui 8 turmas, com cerca de 30 alunos cada. A maioria dos estudantes mora em povoados vizinhos e, por isso, depende do transporte escolar. Segundo os estudantes, por conta da suspensão do serviço, estes alunos, além de professores, estão impedidos de chegar à instituição de ensino. Apenas estudantes que moram nas proximidades comparecem ao colégio, mas não têm aulas.

"A criança vem aqui para a escola, fica aqui a tarde toda e acaba não tendo aula. E isso prejudica muito. E o aprendizado das crianças como é que fica?", falou o eletricista Edimilson Nascimento, que é pai de um dos alunos da instituição.

Conforme os estudantes, foram oferecidos menos de 30 dias de aula dos cerca de 90 que deveriam ter acontecido desde o início do ano. Por conta disso, os cerca de 300 alunos do colégio estão com o ano letivo comprometido.

"Só teve mesmo acho que uns 30 dias de aula. Tem matéria que a gente teve 4 aulas e outras a gente teve umas 2. A gente ainda não fez nem a primeira unidade", contou o agricultor João Santos.

"Nós queremos que eles paguem os motoristas para trazer a gente e trazer os professores para a gente poder retomar as aulas", completou.

Em nota, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia informou que está adotando providências para regularizar a prestação do serviço. Segundo a secretaria, após a regularização será elaborado um calendário de reposição de aulas para o cumprimento dos 200 dias letivos na escola.

Construção da Barragem do Rio Pardo entre na pauta Prefeitura de Conquista

A futura Barragem do Rio Pardo foi o tema de reunião de membros do governo municipal e os engenheiros da empresa responsável por desenvolver o projeto do reservatório. Conforme a Prefeitura, os projetos básicos e executivo da barragem já estão concluídos e aprovados desde 2015, restando agora pequenos detalhes referentes ao licenciamento ambiental.

Os estudos de viabilidade para a construção de outra etapa, a adutora, também já foram aprovados. Resta à Prefeitura encaminhar a contratação de quem será responsável por elaborar esse projeto.

De acordo com o projeto, a Barragem do Rio Pardo será construída a pouco mais de 70 quilômetros da área urbana de Vitória da Conquista na região do distrito de Inhobim. Espera-se que o reservatório tenha capacidade para armazenar mais de 430 milhões de metros cúbicos de água, garantindo a autonomia hídrica para Vitória da Conquista e outros municípios da região – incluindo os distritos rurais.

1ª Feira de Agricultura Familiar e Economia Solidária de Brumado acontece nos dias 21 e 22

A Cáritas Diocesana de Caetité, através da Associação Divina Providência e Centro Comunitário da Paróquia São Pedro, realiza na próxima sexta-feira (21), a partir de 8h, e no sábado (22) até o meio dia, a 1ª Edição da Feira de Agricultura Familiar e Economia Solidária da região de Brumado.

A feira de produtos sem agrotóxicos acontecerá na Praça de Igreja São Cristóvão. A atividade está prevista no Plano de Ação da Cáritas Diocesana, que visa oportunizar o encontro entre consumidores que apreciam produtos agroecológicos e agricultores e artesãos que têm estes mesmos produtos para oferecer.

Além de ser um espaço de compra e venda, a feira será também oportunidade de troca de saberes e experiências.

Barreiras: Ex-prefeito é condenado por abuso de poder e ficará inelegível por oito anos

A Justiça Eleitoral acatou pedido do Ministério Público estadual e declarou a inelegibilidade do ex-prefeito do município de Barreiras Antonio Henrique de Souza Moreira, pelo prazo de oito anos. Ele foi condenado por abuso de poder político no pleito de 2016 ao utilizar, quando prefeito candidato à reeleição, o site oficial da Prefeitura para a prática de publicidade vedada em período eleitoral. Antônio Moreira também foi condenado ao pagamento de multas eleitorais por ter contratado e demitido servidores da Prefeitura em período proibido por Lei. A sentença, proferida no último dia 6 pelo juiz eleitoral Gabriel de Moraes Gomes, foi resultado de ação de investigação judicial e representação eleitoral proposta pelo MP. O trabalho foi realizado conjuntamente pelos promotores de Justiça eleitorais André Garcia de Jesus, Eduardo Antônio Bittencourt Filho e André Fetal.

Nos documentos, os promotores de Justiça destacaram que à época “em praticamente todas as notícias de atos administrativos indevidamente divulgados oficialmente pela Prefeitura Municipal, destacava-se a participação ou o envolvimento de Antonio Henrique, em nítido favorecimento pessoal à divulgação da imagem do gestor, gerando claros benefícios à sua candidatura e causando graves prejuízos ao equilíbrio eleitoral”. Neste aspecto, a fundamentação da sentença ressalta que ao usar o site da Prefeitura em sua campanha eleitoral, o ex-prefeito Antonio Henrique praticou conduta vedada pelo art. 22, da Lei nº 90/64. “Trata-se, sem sombra de dúvida, quando divulgada no curso da campanha eleitoral, principalmente com o prefeito se lançando à reeleição, de propaganda eleitoral sob a roupagem de publicidade institucional”, afirmou o juiz.  Quanto às contratações e demissões irregulares no período eleitoral, a conduta do ex-prefeito feriu o art. 73, da Lei nº 9.504/97.

Secretaria Nacional de Aviação garante prioridade ao Aeroporto Regional de Barreiras

As obras de reforma e ampliação do aeroporto de Barreiras devem ser iniciadas até o final do ano. Foi o que garantiu o secretário Nacional de Aviação Civil, Dario Lopes, durante audiência solicitada pelo deputado Antonio Henrique Júnior para tratar do assunto. O parlamentar esteve em Brasília nesta quarta-feira em uma série de audiências nos órgãos federais.

O parlamentar levou ao secretário nacional um ofício assinado pelos 63 deputados estaduais da Bahia e pelo deputado federal Cacá Leão pedindo agilidade no início das obras. O aeroporto de Barreiras juntamente com o de Vitória da Conquista foram os únicos que permaneceram nos planos de expansão da aviação regional do ministério.

“As intervenções para reforma e ampliação do aeroporto são demandas aguardas com ansiedade pela população de Barreiras e de todas as cidades do oeste. Esperamos que as obras sejam iniciadas o quanto antes para que nosso aeroporto possa operar à noite e por equipamentos, o que não ocorre atualmente”, explicou o deputado.

 

Fonte: G1/Achei Sudoeste/Ação Popular/Nova Fronteira/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!