13/08/2017

Ubaitaba: Prefeita adquire 9 carros e faz desfile pelas ruas

 

A prefeita de Ubaitaba, Suka Carneiro, PSB,  diz que tem economizado recursos e essa teria surtindo efeitos positivos para a população. A PMU adquiriu 09 veículos zero quilômetros para o município e entregou a cidade nesta sexta-feira, 11.  04 Vans modelo Renault Master e 05 Fiat Pálio.

O evento foi marcado por uma carreata pela cidade com os veículos novos. A população observou a iniciativa que, segundo a PMU irá trazer uma economia de mais de meio milhão de reais em 04 anos em locação de veículos para os cofres públicos. Segundo a prefeita Sueli Carneiro (Suka), em tempos de crise é importante que o gestor tenha a preocupação com a responsabilidade com o dinheiro público.

“Sabemos das dificuldades que nosso país vem enfrentando e temos que tomar decisões que venham a gerar economia, além disso, os carros novos, ainda irão ofertar melhores serviços para a população que irá utilizar os veículos na saúde, educação e outros setores”, comentou a prefeita.

Somente nessa gestão, a prefeitura de Ubaitaba recebeu 01 ambulância, 01 viatura, 01 carro do Conselho Tutelar do Governo do Estado e ainda conquistou a doação de mais 02 veículos usados para a secretaria de agricultura. A prefeita vem demonstrando que a parceria com o governo do Estado está dando certo para o município.

Onde está a crise financeira

Pelo que se observa, o gesto da prefeitura de Ubaitaba, como também ocorre em várias outras cidades, mais sem a pompa realizada pela prefeita Suka, os munícipios baianos não passam por crise financeira como apregoa a UPB, ou mesmo pelos prefeitos, que vivem dizendo que os municípios estão de pires na mão.  Basta ver as megas festas patrocinadas pelos prefeitos, onde até festa de boneca é abrilhantada pela presença de artistas e bandas de músicas do primeiro escalão do mundo musical. Em Ubaitaba, a prefeita promoveu um desfile de veículos novos com laços amarelos emoldurando os carros. Só faltou ter o show musical, como tem sido comum.

Ibicaraí está há cinco meses sem juizes

Há cinco meses Ibicaraí enfrenta a falta de juízes nas varas Cível e Crime, o que traz insegurança para a população e prejudica o trabalho dos advogados e servidores do Judiciário.

O quadro se agravou com a remoção, a pedido, do juiz da Vara Cível para Camacan. Na quinta um ato público foi realizado em Ibicaraí contra a falta de juízes e o fechamento de comarcas pelo Tribunal de Justiça da Bahia.

Advogados, presidentes das subseções a OAB em Ibicaraí e Itabuna, Antônio Campos e Edmilton Carneiro, secretários, vereadores e o prefeito Lula Brandão criticaram a situação.

Os participantes do protesto alegaram prejuízo econômico que sofrem os cidadãos com a desativação de comarcas e a falta de juízes e serventuários, além de promotores. As queixas incluem a demora nas decisões judiciais.

Entidades unem esforços para a criação da RM do Sul da Bahia

Na reunião de nivelamento e debate sobre a criação da Região Metropolitana no Sul da Bahia, nesta sexta-feira, 11, na Uesc, representantes de entidades de classe, da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia e dos Poderes Legislativo e Executivo da região, se comprometeram em articular de forma técnica e política as ações para a construção do instrumento público.

O coordenador executivo da Amurc e especialista em Planejamento de Cidades pela Uesc, Luciano Veiga, apresentou o histórico de várias propostas de criação da RM para o Sul da Bahia, com o objetivo de oferecer informações técnicas e atualizadas sobre o instrumento público.

Sobre esses estudos, o Pró-reitor de Extensão da Uesc, Alessandro Santana definiu a criação de uma equipe técnica, coordenada pela própria instituição de ensino, para analisar o modelo ideal para a região.

Já a Amurc ficará responsável por liderar o processo político em conjunto com a Assembleia Legislativa do Estado. O processo de criação da RM do Sul da Bahia ganhou força a partir do envolvimento das entidades e a participação dos vice-prefeitos de Itabuna, Fernando Vita e de Ilhéus, José Nazal.

A adesão dos dois municípios polos fortalece a construção de um arranjo com outros municípios do entorno, com o objetivo de compartilhar equipamentos de forma estratégica.

O prefeito de Ibicaraí, Lula Brandão, esteve representando o presidente da Amurc, Antônio de Anízio, e falou da necessidade de buscar a celeridade da discussão da RM com os municípios, envolvendo o maior número de pessoas e entidades no processo.

“Nós temos que dar o pontapé para a criação da RM do Sul da Bahia, e o município de Ibicaraí estará contribuindo para isso”.

O deputado estadual, Augusto Castro falou que é preciso ouvi os aspectos positivos e negativos de todos os representantes, para depois apresentar em uma reunião da Alba.

“Nós precisamos se unir para trazer investimentos para o polo comercial, indústria, no turismo. E, neste momento, existe vontade política e das instituições para aprovar”.

O deputado estadual Rosemberg Pinto foi representado pelo ex-presidente da Amurc, Lenildo Santana, que enfatizou a importância desse momento a condição da criação de uma Região Metropolitana a partir do desejo e reconhecimento dos municípios partícipes, “deixando de ser uma região criada por decreto, mas sim a partir dos anseios da sua população”.

A reunião contou ainda com a presença vereadores de Itabuna e de Ilhéus, representantes de entidades empresariais, de movimentos sociais e a sociedade civil organizada.

 

 

Fonte: Bahia Já/A Região/RBN/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!