13/08/2017

Cocos: Governo promete implantar curso técnico em agronegócio

 

Mais de 49 mil habitantes de Cocos e das cidades circunvizinhas de Jaborandi, Coribe e Feira da Mata, no oeste baiano, serão beneficiadas com uma unidade da Rede SAC (Ponto Cidadão) entregue, na manhã deste sábado (12), pelo governador Rui Costa durante as festividades em comemoração ao aniversário de emancipação política do município. Na ocasião, ele participou também de inaugurações nas áreas da saúde e de infraestrutura.

"Neste Ponto Cidadão, além de toda a documentação, teremos uma unidade do SineBahia, que vai capacitar e cadastrar os trabalhadores, fazendo a intermediação com o empresariado local e ajudando o povo a arranjar emprego”, afirmou Rui.

O governador também assinou, durante a cerimônia, com a presença do prefeito Marcelo de Souza Emereciano, autorização para a Secretaria da Educação do Estado celebrar um acordo de cooperação técnica com a Prefeitura de Cocos, destinado a implantar o Curso Técnico Profissional em Agronegócios, no eixo tecnológico de recursos naturais. Inclusive, ele anunciou a reforma da Escola Estadual de Cocos, com construção de quadra coberta e anexo destinado ao novo curso técnico.

Rui informou ainda que o Governo do Estado fará reformas no Mercado Municipal e realizará melhorias no estádio de futebol da cidade. "Me comprometo com a reforma do mercado municipal. Levem-me o projeto que vamos ver com a Conder [Companhia de Desenvolvimento do Estado da Bahia] como realizar a obra. Da mesma forma o estádio. Vamos acionar a Sudesb [Superintendência dos Desportos do Estado] para buscar os recursos para a construção da arquibancada".

O governador autorizou a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) firmar convênio no âmbito do programa Bahia Produtiva. Na ocasião, o Governo cedeu 14 mil metros de tubos e um reservatório de 20 mil litros para as comunidades de Riachão e Lagoa do Boi, além de entregar dois tratores agrícolas com implementos e uma ambulância.

Também inaugurou a Praça da Cidadania e pavimentação asfáltica da pista de pouso do aeródromo do município, homologando o equipamento. No evento estavam presentes os secretários estaduais do Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, do Meio Ambiente, Geraldo Reis, e da Educação, Walter Pinheiro.

Rede SAC

No Ponto Cidadão instalado na Rua Coelho Neto, no centro da cidade, foram investidos R$ 570 mil, em parceria com a prefeitura.. A unidade conta com equipe multifuncional, composta por 12 funcionários, e, das 7 às 13h, terá capacidade de realizar aproximadamente 6.160 atendimentos por mês, oferecendo serviços como emissão de carteiras de identidade e do trabalho, certidão de antecedentes criminais, CPF, entre outros, como os disponibilizados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran/BA) e o Planserv.

Atualmente, a Rede SAC conta com 64 pontos de atendimento - 36 postos fixos na capital, interior e região metropolitana, 25 Pontos Cidadão e três rotas do SAC Móvel.

Livramento: MP recomenda substituir servidores temporários por concursados

O Ministério Público da Bahia, através da 1ª Promotoria de Justiça de Livramento de Nossa Senhora, expediu recomendação solicitando que o Controlador-Geral do município, no prazo de 15 dias, proceda ao levantamento dos cargos hoje ocupados por servidores temporários que possuam aprovados nos vigentes concursos públicos e processo seletivo simplificado e busque providências junto ao Executivo para substituí-los.

É recomendado ainda que sejam adotadas providências para a divulgação da relação dos contratados temporários na página eletrônica do Município, com os respectivos nomes, cargos, remunerações e lotações, a ser atualizada mensalmente, registrando também tais informações quanto aos demais meses deste ano, para evitar sanção prevista na Lei de Responsabilidade Fiscal. 

Vigilância Sanitária inspeciona Restaurante Universitário da Uesb

A Universidade Estadual do Sudoeste (Uesb) divulgou em seu site que alna manhã dessa sexta-feira (11), técnicos da Vigilância Sanitária visitaram as instalações do Restaurante Universitário do campus de Vitória da Conquista. Conforme a nota publicada no site da Instituição, apesar de o local ter alvará sanitário válido até outubro de 2018, a visita se deu devido à necessidade de esclarecimentos sobre as denúncias de intoxicação alimentar com causa atribuída aos serviços prestados pelo referido restaurante.

A Vigilância Sanitária inspeciou o local e informou que “não foi encontrada nenhuma evidência de alimentos impróprios para o consumo ou alguma não conformidade com as Normas Sanitárias”. Porém, não foi possível realizar uma investigação sobre o suposto surto, já que o mesmo não foi informado em tempo hábil.

Segundo a Uesb, não foi feita nenhuma denúncia formal de suspeita de intoxicação por parte de alunos acerca do caso divulgado na mídia. Ainda de acordo com a nota divulgada, a Universidade conta com fiscais que acompanham os objetos e as obrigações contratuais de todos os contratos firmados pela Instituição. A Uesb ressaltou também que “qualquer providência, seja institucional ou por parte dos órgãos de fiscalização, só pode acontecer mediante a formalização da denúncia, para que as medidas cabíveis sejam tomadas de maneira imediata”.

  • Saiba mais:

Alunos da Uesb relatam intoxicação após comer no restaurante universitário em Vitória da Conquista

Dezesseis alunos do campus de Vitória da Conquista da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) relataram ao Correio que tiveram intoxicação alimentar após ingerir comida servida pelo Restaurante Universitário (RU).

O caso teria acontecido no dia último 28, quando um vídeo em que constava uma larva na comida foi divulgado no Youtube. No vídeo, uma pessoa mostra a larva e diz “Já comemos uns cinco desses hoje, né?” e outra pessoa responde “Nós [comemos]".

A instituição emitiu uma nota pública sobre o ocorrido, explicando que os serviços do RU são realizados por uma empresa privada que teve cessão de uso do espaço por meio de contrato.

“É importante salientar que o referido Restaurante Universitário passou por fiscalização da Vigilância Sanitária em junho de 2017 e tem alvará sanitário com validade até outubro de 2018”, ressaltou a assessoria. 

De acordo com o Bahia Notícias, a Uesb declarou ainda que a as denúncias em relação à prestação do serviço serão devidamente investigadas e que a instituição preza pelo “bem-estar e segurança de sua comunidade”.

 

Fonte: Secom Bahia/Achei Sudoeste/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!