20/09/2017

Santo Estevão: Mutirão de Cirurgias chega à região

 

O Mutirão de Cirurgias do Governo do Estado está chegando em mais 19 municípios da Bahia. Desta vez, no período de 9 a 11 de outubro, o mutirão estará no município de Santo Estevão, com a unidade móvel da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) estacionada na Praça Sete de Setembro. O serviço vai atender aos pacientes que aguardam a realização de procedimentos cirúrgicos de hérnias (umbilical, inguinal, epigástrica) histerectomia, colecistectomia. Serão 180 consultas diárias, começando a partir das 7h. Desde que começou a funcionar, em setembro de 2016, o mutirão já realizou 14.991 atendimentos e 10.956 mil cirurgias, em 329 dos 417 municípios baianos.

Além de Santo Estevão, também serão atendidos os pacientes dos seguintes municípios: Amélia Rodrigues, Antonio Cardoso, Baixa Grande, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Feira de Santana, Ipecaetá, Ipirá, Irará, Mundo Novo, Pintadas, Rafael Jambeiro, Santa Barbara, Santonópolis, São Gonçalo dos Campos, Tanquinho, Teodoro Sampaio e Terra Nova.

Para saber se a pessoa está cadastrada para passar pela cirurgia, basta consultar a lista única, disponível na internet. O paciente ou responsável também poderá ir até a Secretaria de Saúde de seu município, para saber se o seu nome consta na lista para a realização do procedimento. As cirurgias começam a ser feitas a partir do dia 19 de outubro, no Hospital Municipal de Santo Estevão.

É importante lembrar que os pacientes que farão cirurgias devem levar todos os exames laboratoriais e outros que fizeram. No caso de cirurgia de vesícula, os pacientes precisam estar em jejum para a realização do exame de ultrassonografia (USG). Para as mulheres que farão o procedimento de histerectomia, será preciso levar o exame preventivo atual, e se ainda menstruam, devem levar também o exame Beta HCG.

Amelia Rodrigues: Governo do Estado promove inclusão produtiva de mulheres quilombolas

As mulheres da comunidade quilombola da Pinguela, em Amélia Rodrigues, na Região Metropolitana de Salvador, ganharam um importante incentivo para a conquista da autonomia financeira. Na segunda-feira (18), o Governo do Estado realizou a entrega de uma Casa de Farinha Móvel e a aula inaugural do curso de Beneficiamento da Mandioca para as moradoras da localidade.

“Com a chegada do novo equipamento já voltamos a plantar mandioca para produzir farinha e a expectativa é que com o curso de qualificação a gente aprenda novas técnicas e comece a fazer não só a goma e o beiju, mas outros produtos, como biscoitos”, destaca a presidente da Associação da Comunidade Quilombola de Pinguela, Rita Maria dos Santos.

A Casa de Farinha Móvel é fruto de um convênio entre a Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres e o Governo Federal, e tem a capacidade de processar até 1600 kg de mandioca por dia, gerando uma renda anual de R$ 16,8 mil para cada uma das trabalhadoras beneficiadas.

O curso, por sua vez, integra o Programa Qualifica Bahia, uma iniciativa da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). Com carga horária de 200 horas, a formação contempla a retomada de conceitos da educação básica, aulas sobre temas como direitos humanos e prevenção de acidentes de trabalho e orientações para o preparo de diversos produtos derivados da mandioca, aproveitando a raiz em sua totalidade. A qualificação será executada pelo Instituto de Desenvolvimento Social e Agrário do Semiárido (Idesa).

Participaram da cerimônia de entrega do equipamento e de início do curso, a secretária estadual de Políticas para as Mulheres, Julieta Palmeira; o coordenador estadual de Microcrédito Produtivo e Finanças Solidárias, José Paulo Ferreira, que representou a titular da Setre, Olívia Santana; o prefeito de Amélia Rodrigues, Paulo Falcão; o diretor presidente do Idesa, Janilson Torquato; o deputado federal Deivison Magalhães; e representantes do legislativo local.

Unidades móveis da Hemoba recebem candidatos à doação de sangue na capital e no interior

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) realiza campanha de coleta externa para atender os interessados em fazer doação de sangue e/ou cadastro de medula óssea através dos Hemóveis (unidades móveis). O serviço permanece disponível para os candidatos à doação na Secretaria de Segurança Pública (SSP), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), e na entrada principal do Shopping da Bahia, de 19 a 22 de setembro (terça a sexta-feira), das 8h às 17h.

Também acontece campanha de coleta externa no município de Santo Estêvão, em frente ao Colégio Edite Ferreira Fonseca, no dia 19 de setembro (terça-feira). De lá, a unidade segue para o município de Rafael Jambeiro e atende os candidatos em frente à Secretaria de Saúde (Sesab), no dia 20 de setembro (quarta-feira). O horário de atendimento acontece das 8h às 17h.

A expectativa da Hemoba é reforçar o estoque estratégico para atender com segurança todos os pedidos de unidades de saúde e hospitais com serviço de urgência e emergência e que possuem agências transfusionais, além de se aproximar dos candidatos à doação e sensibilizar a população sobre a importância das doações regulares.

Nos dias de atendimento, os Hemóveis precisam interromper as atividades por uma hora para alimentação da equipe - o horário da pausa pode variar de acordo com o fluxo de doadores. O cadastro de doadores será encerrado assim que completar a capacidade máxima de atendimento diário.

Como doar

Para doar sangue, o voluntário deve estar em boas condições de saúde, pesar acima de 50 quilos e ter idade entre 16 e 69 anos – menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal. É necessário estar descansado (ter dormido pelo menos 8h nas últimas 24h) e bem alimentado, tendo, preferencialmente, ingerido alimentos sem gordura, e portar um documento oficial com foto (RG, carteira de trabalho, carteira de motorista ou de reservista) em bom estado de conservação.

  • Serviço

Hemóvel 2 – Unidade Móvel de Coleta da Fundação Hemoba

Onde: Santo Estêvão/BA – Em frente ao Colégio Edite Ferreira Fonseca

Quando: 19 de setembro de 2017 (terça-feira)

Funcionamento: 8h às 17h

Hemóvel 2 – Unidade Móvel de Coleta da Fundação Hemoba

Onde: Rafael Jambeiro/BA – Em frente à Secretaria de Saúde

Quando: 20 de setembro de 2017 (quarta-feira)

Funcionamento: 8h às 17h

Hemóvel 3 – Unidade Móvel de Coleta da Fundação Hemoba

Onde: Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia – CAB (Centro Administrativo da Bahia)

Quando: 19 a 22 de setembro de 2017 (terça a sexta-feira)

Funcionamento: 8h às 17h

Hemóvel 4 – Unidade Móvel de Coleta da Fundação Hemoba

Onde: Shopping da Bahia – Entrada principal

Quando: 19 a 22 de setembro de 2017 (terça a sexta-feira)

Funcionamento: 8h às 17h

Participação cubana no Mais Médicos já atendeu mais de cinco milhões de baianos

Desde 2013, quando foi criado o programa Mais Médicos, mais de 2,5 mil profissionais cubanos atenderam a população baiana em 315 municípios e 16 territórios indígenas. Ao todo, cinco milhões de pacientes foram beneficiados com a ampliação do acesso aos serviços de atenção básica. As informações foram apresentadas pelo embaixador de Cuba, Rolando Gómez, durante encontro, na manhã desta terça-feira (19), com o governador Rui Costa, e os secretários da Saúde do Estado, Fábio Vilas Boas, e de Relações Institucionais, Josias Gomes.

“Cuba está muito orgulhosa pelo desempenho dos nossos médicos. Eles são comprometidos e competentes. Ficamos felizes e contribuir com a Bahia para que a população tenha melhor acesso à saúde”, destaca Gómez.

De acordo com Vilas Boas, o Mais Médicos proporcionou um impacto positivo na saúde pública. “Este programa que trouxe um grande número de médicos cubanos e que, progressivamente, têm sido substituídos por médicos brasileiros, foi responsável pela expansão da atenção primária, levando médicos para municípios e bairros onde muitos profissionais brasileiros não se sentiam motivados para trabalhar. Já podemos mensurar o efeito desta presença com a melhoria da saúde em vários segmentos”, afirma o secretário de Saúde.

Mais de 778 mil consultas médicas são realizadas por mês na Bahia, no âmbito da Atenção Básica, por meio do programa, que consiste em três pilares. O primeiro é o provimento emergencial, com médicos brasileiros formados no Brasil, médicos brasileiros e estrangeiros voluntários formados em diversos países (intercambistas individuais) e médicos cubanos (intercambistas cooperados) através de convênio com a Organização Panamericana de Saúde (OPAS).

Outro pilar é a melhoria da infraestrutura, por meio de recursos do Governo Federal diretamente aos municípios para reforma, adequação e construção de unidades de saúde na atenção básica. Por último, mas não menos importante, vem a Formação de Recursos Humanos, através de cursos de especialização.

Feira Internacional de Havana

Durante a visita do Embaixador de Cuba no Brasil à Governadoria do Estado, o governo baiano foi convidado a participar da Feira Internacional de Havana (FIHAV) – evento multisetorial mais importante do país, que é realizado desde 1983.

Este ano, a FIHAV vai acontecer de 30 de outubro a 03 de novembro. No ano passado, a feira teve mais de 27 mil m² de área de exibição e recebeu 3,8 mil expositores estrangeiros de 73 países, 25 delegações oficiais e 85 Câmaras de Comércio e Investimentos. O evento recebeu 150 mil visitantes profissionais e público geral.

 

Fonte: Ascom Sesab/ Ascom Setre/Ascom Hemoba/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!