23/09/2017

Muzenza convida Chico César e Saulo no Concha Negra

 

No dia 8 de outubro, a segunda edição do Projeto Concha Negra será comandada pelo bloco afro Muzenza, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves (TCA), às 18h.

O espetáculo terá como convidados especiais os cantores Chico César e Saulo, além de abertura com desfile de moda de N Black e AfroBapho. Iniciativa do Governo da Bahia, por meio da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult), através do próprio TCA e do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), e em alinhamento com a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), o projeto garante o lugar da música afro-baiana na programação mensal deste que é o maior complexo cultural da Bahia.

Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) e podem ser adquiridos no site Ingresso Rápido, na bilheteria do Teatro Castro Alves ou nos SACs do Shopping Barra e do Shopping Bela Vista.

O Muzenza Grêmio Recreativo e Cultural surgiu no bairro da Liberdade, em 5 de maio de 1981, como um tributo a Bob Marley.

A inspiração vem deste legado cultural afro-jamaicano e suas mensagens libertárias que invadiram o Brasil nos anos 1980, aproximando os afro-baianos desta realidade similar.

Muzenza é um termo de origem bantu-kikongo, significa Yaô do Nagôs, nome dado aos iniciados no candomblé de linha de Angola.

Os primeiros momentos do bloco revelaram um afro cantado, que busca emergir um mundo acessível e visível às comunidades carentes de Salvador e em defesa do povo negro. Traz uma mensagem libertária que, no carnaval, explode o reggae nas ruas com sua banda percussiva que varia em ritmos que fundem elementos do suingue afro-baiano ao reggae jamaicano, criando o samba-reggae. Na categoria de bloco afro, demonstra sua força enquanto entidade que preserva sua origem.

Já na Janela Baiana, na abertura do evento, N Black e AfroBapho se unem num desfile de moda. A N Black, marca de roupas e acessórios afro e unissex, foi idealizada e criada por Najara Black, em 2005.

Faz moda para todos que se identificam como e com negros e afrodescendentes, elevando a autoestima, empoderando e dando sentido de pertencimento a essas pessoas. Numa linha contemporânea, despojada, ousada, estilosa e com bastante atitude, N Black já assinou figurino para bandas e artistas de Salvador, como Márcio Victor (Psirico), Falcão da banda Guig Ghetto, Peu Meurray, Magary Lord, entre outros.

O AfroBapho foi criado em 2015, com o objetivo de transmitir mensagens e informações de pautas na intersecção entre raça, gênero e sexualidade, a partir das artes integradas. Formado por jovens negros LGBT, o coletivo se tornou um grande destaque de ARTvismo.

Aborda, numa perspectiva antirracista, questões de estética, dissidências de sexualidade e gênero. Em 2016, firmou uma parceria com a Anistia Internacional Brasil, a fim de ajudar no desenvolvimento da campanha “Jovem Negro Vivo”, discutindo racismo institucional, violência policial e formas de empoderamento.

TCA Instrumental apresenta “Segundas Concertantes” na Escola de Dança da Funceb

Dando continuidade à série de apresentações itinerantes, o grupo TCA Instrumental leva pela primeira vez o projeto “Segundas Concertantes” à Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), no Pelourinho, na segunda-feira (25), das 14h às 15h. O evento é aberto ao público, com entrada franca.

A execução do repertório é feita com mediação dos próprios músicos de orquestra, que falam do contexto de criação das obras, sua localização na história da música, sua importância criativa, além da descrição dos naipes e instrumentos. A iniciativa também se compromete a ocupar espaços alternativos às salas de teatro ou de concerto, no intuito de alcançar novas plateias e ir ao encontro das pessoas de forma próxima e acolhedora.

O TCA Instrumental é formado por sete músicos contratados pela Funceb em Regime Especial de Direito Administrativo (REDA): Ana Zanata (violino), Diogo Pimentel (violino), Daniel Aly (violino), Antônio Amorim (violino), Rodolfo Lima (contrabaixo), Sandra Romero (oboé) e Stephan Sanches (trombone). Conta com participação de Jean Marques (fagote), membro da Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba).

O programa abrange a descrição e a execução de peças de grandes compositores característicos dos cinco períodos históricos em que a música ocidental se desenvolveu e expandiu por todo o mundo: Barroco, Clássico, Romântico, Moderno e Contemporâneo, incluindo a música brasileira. Obras de mestres como Bach, Mozart, Tchaikovsky, Beethoven, Brahms, Stravinsky e os brasileiros Villa-Lobos e Luiz Gonzaga estão no repertório das apresentações continuadas.

Além do Foyer do Teatro Castro Alves, o “Segundas Concertantes” já foi apresentado na Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult), Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e Centro de Formação em Artes (CFA).

Lazzo Matumbi é convidado do Laboratório Musical Rumpilezzinho

O Maestro Letieres Leite convidou o cantor Lazzo Matumbi para ministrar uma aula aberta ao público no Laboratório Musical Rumpilezzinho. O encontro do dono de uma das vozes mais poderosas da Música baiana com os jovens músicos acontecerá no dia 27 de setembro, das 16h às 19h, na Casa Rumpilezz (Rua Frei Vicente, nº14 Pelourinho). Aberto ao público interessado, o encontro busca promover a troca de experiências de músicos de referência na cena baiana com jovens e estudantes.

Dirigido pelo Maestro Letieres Leite, o Laboratório Musical Rumpilezzinho promove a formação de jovens músicos por meio do método UPB (nome que homenageia o Universo Percussivo Baiano), que reflete e observa a música de matriz africana como recurso para a educação musical brasileira.

Segundo Letieres Leite, o convite para Lazzo se deu por considerar o cantor um arranjador popular autêntico. "Ele faz a transmissão dos arranjos através da oralidade. Tive oportunidade de trabalhar com Lazzo e ver que ele criava os arranjos e transmissão para os músicos através da oralidade. Ele tem o domínio total da oralidade e não precisa dos procedimentos da música letrada para criar e passar os arranjos para cada instrumento". Para o maestro, essa habilidade ímpar do artista é um dos exemplos da herança da musicalidade de matriz africana, onde a partilha de saberes e conhecimentos se dá sobretudo na oralidade.

Lazzo Matumbi

O menino que sempre se encantou com a música começou a carreira profissional em 1978, quando foi convidado para integrar o Ilê Aiyê, onde conheceu o trabalho de técnica vocal. “Foi ali que eu percebi que a minha voz poderia ser usada para emocionar as pessoas”, recorda-se. Nos anos 80, ele que era chamado de Lazinho do Ilê sai do grupo e trilha seu caminho solo. De lá para cá já se passaram oito álbuns gravados, o mais recente deles foi avaliado pela crítica musical como um dos 100 melhores CDs do Brasil no ano de 2013.

O Matumbi que adotou em seu nome, significa pedra sagrada, originária do rio nigeriano Niger. O artista vive uma busca pela sua origem e raízes ancestrais africanas, que tão bem se veem cantadas em sua voz poderosa.

Laboratório Musical Rumpilezzinho

O Laboratório Musical Rumpilezzinho promove a formação de um total de 75 jovens com idades entre 15 e 25 anos, tanto apresentando uma metodologia diferenciada de ensino de música, pensada a partir da matriz afro-baiana e suas ramificações, bem como a profissionalização e a multiplicação do conhecimento.

Esta é a terceira aula aberta ao público promovida e iniciativa integra o conjunto de ações que compõem o ano III do Laboratório Musical Rumpilezzinho, uma realização do Instituto Rumpilezz, contando com o patrocínio da VIVO e do Governo do Estado da Bahia, por meio do FAZCULTURA, da Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia.

  • Serviço:

Aula Aberta do Laboratório Musical Rumpilezzinho – Letieres Leite convida Lazzo Matumbi

Data: Quarta-feira 27 de setembro , das 16h às 19h

Local: Casa Rumpilezz (Rua Frei Vicente, nº 14 Pelourinho - Prédio Anexo do Theatro XVIII)

Entrada gratuita

 

Fonte: Ascom TCA/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!