28/09/2017

Festival beneficia hospitais Aristides Maltez e Martagão Gesteira

 

O Festival Sai da Rede chega a Salvador, em 28 de outubro, às 17h, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, em uma parceria do Banco do Brasil com o Governo do Estado, numa noite em benefício dos hospitais Martagão Gesteira e Aristides Maltez.

Como atrações, três nomes frequentes entre as listas de revelações da música brasileira nos últimos anos: Liniker e os Caramelows, grupo que dá seus primeiros passos internacionais, Russo Passapusso, apresentando pela primeira vez na Concha Acústica seu disco solo, e Criolo, que estreia na cidade o show do recém lançado álbum todo dedicado ao repertório de sambas.

Cada ingresso poderá ser adquirido através da contribuição de 400g de leite em pó, sendo que uma única pessoa poderá retirar dois ingressos na bilheteria da Concha Acústica, a partir de 23 de outubro. O festival tem o apoio do TCA e da TVE.

Com curadoria dos cariocas Pedro Seiler e Amanda Menezes, o festival já levou ao público pelo Brasil – e antecipou - nomes que ganhariam reconhecimento da mídia especializada, como Tulipa Ruiz, Tiê, Marcelo Jeneci, Gaby Amarantos, Cícero, O Terno, BaianaSystem, Carne Doce, As Bahias e a Cozinha Mineira e Tassia Reis.

Luiz Caldas faz show beneficente em ação pela conscientização sobre o câncer

O músico Luiz Caldas apresenta em 10 de outubro, no Teatro Castro Alves, em Salvador, o show "Magia Rosa". O show visa arrecadar fundos para o para o Projeto Cura, que une música, arte, design, esporte e eventos para conscientizar, educar e levantar fundos para a pesquisa científica na luta contra o câncer.

O músico se diz orgulhoso em poder fazer parte do eento. “Acho importantíssimo que esta causa seja difundida e que as pessoas saibam sobre o diagnóstico precoce. Poder colaborar de alguma forma é muito gratificante”, afirma Caldas.

O evento é coordenado pelo Projeto Repartir, associação beneficente que atua reunindo pessoas interessadas em ajudar instituições carentes com trabalho voluntário ou doação de recursos, e apoio da Clínica AMO. Este será o quarto ano em que o artista participa de eventos beneficentes em prol da causa do Outubro Rosa.

O espetáculo está marcado para começar às 21h. Os ingressos custam R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia).

Secult apoia show do Açucar Improviso Latino na Feira do Livro da Uefs

O cantor Portella Açucar e a sua banda, Improviso Latino, levam sua mistura de ritmos para a 10ª edição da Feira do Livro - Festival Literário e Cultural de Feira de Santana, promovida pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), que acontece na Praça João Barbosa de Carvalho (Praça do Fórum). A show, gratuito, será realizado no encerramento da programação de sábado (30), às 19h30, no Palco Teresa Gomes, na Praça João Barbosa de Carvalho, com o apoio da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), por meio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI).

Formada em 2009, a banda Açucar Improviso Latino une a salsa a ritmos calientes afrocubanos e afrobrasileiros, provocando uma mistura bem dançante que transporta as músicas brasileiras de diversos estilos para essa nova roupagem. A meta é levar bastante alegria para o público de Feira de Santana. 

A  Feira foi aberta na terça-feira (26) e será realizada até o próximo domingo (1º), com o objetivo de despertar a comunidade feirense para incentivo, promoção e ampliação das possibilidades de acesso à leitura, se constituindo como uma ação sociocultural que busca potencializar a formação do leitor de todas as idades, sem fronteiras, num encontro amplo, para além das palavras. A programação completa está disponível no site da Uefs.

Programação de festival em Itaitu conta com diversas manifestações culturais

O Festival EcoArte Itaitu, que será realizado entre as próximas sexta-feira (29) e domingo (1º de outubro) no distrito de Jacobina, na Chapada Norte, levará aos presentes apresentações musicais, espetáculos teatrais, circenses, exposições artísticas, exibições cineclubistas, festival gastronômico e caminhada ecológica pelo belo lugar. O evento conta com programação gratuita.

Na sexta acontecerão as apresentações das bandas Urminino, que tocará muito forró, além da Santo Sou, que se apresenta a partir das 23h. Antes disso haverá um bate-papo e sessão de autógrafos com o professor Valter de Oliveira sobre seu livro ‘Ofereço meu original como lembrança – Circuito social da fotografia nos sertões da Bahia (1900 – 1950)’.

No sábado (30) vai acontecer o espetáculo de dança com Eluanne Dias Lino, além da interpretação da cena ‘O ouro que flui’ da Companhia de Teatro Sarau das Seis. As apresentações musicais dos artistas Joan Sodré, Raphael Barbosa e Targino Gondim. O último dia do EcoArte Itaitu contará com a performance de Dança Cigana – Sinte, com Mário Santos e Vera Diorgenes, trazendo a valorização da cultura dos povos tradicionais.

Contemplado por meio da parceria da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia e Ministério da Cultura, o festival é uma das metas do Ponto de Cultura EcoArte Itaitu, iniciativa da Aspaff Chapada Norte e conta com o apoio da Prefeitura de Jacobina e comércio local.

Falta de dinheiro foi o principal empecilho para a realização do Festival de Lençóis em 2017

A notícia de que o já tradicional Festival de Lençóis não acontecerá neste ano pegou muita gente de surpresa. Todos já aguardavam a divulgação das atrações, quando chegou a informação que, em comum acordo entre a produção do evento e o governo estadual, foi tomada a decisão de não realizar o festival em 2017. O fato se deve à falta de recursos para produzir as apresentações gratuitas em praça pública.

“O maior patrocinador e fomentador, o governo do Estado, através da Bahiatursa, achou melhor adiar devido ao fato do orçamento estar muito atribulado”, disse o produtor do Festival de Lençóis Anselmo Cavalcante ao Jornal da Chapada. A estimativa de gastos para realizar o evento é de R$ 500 mil.

Como já se aproxima o fim do ano, todos chegaram à conclusão de que não haveria mais tempo hábil para conseguir mais patrocínios até 2017. “Estão correndo atrás, mas já não temos tempo para conseguir mais patrocinadores. A 19ª edição do festival deve acontecer entre 30 de maio e 2 de junho”, contou Cavalcante.

Para o produtor, essa não é apenas uma festa em Lençóis. “É uma ação de fomentação do turismo, da economia e da cultura no local. Um evento desse porte, nesse formato, gratuito, é único na Bahia, mas tem um custo alto”, afirmou.

Projeto cultural gratuito realiza oficinas em Lençóis

O projeto cultural ‘Coreto de Ideias – Oficinas Sociocriativas’, de capacitação para empreendedores, artistas, produtores e pesquisadores culturais de Lençóis e da região da Chapada Diamantina está com inscrições abertas. O projeto é gratuito e as inscrições podem ser feitas através do site.

As oficinas serão realizadas de 6 a 30 de novembro, no Centro Cultural Ecoviva. A duração é de três semanas e aulas serão de segunda a quinta. São, no máximo, 30 alunos por turma, com 16 horas por aula. A estimativa é de atingir, diretamente, 360 pessoas. A capacitação aborda desde a elaboração de projetos à comunicação em redes sociais, sustentabilidade, inovação e planejamento.

As oficinas em Lençóis são sobre Sociedade Criativa, com Alice Barreto; Criatividade e Inovação Social, com Luís Alencar; Gestão Cultural para o Empreendedorismo Sociocriativo, com Lídice Berman; Elaboração de Projetos Culturais Sociocriativos e Sustentáveis, com Isa Lorena; Redes Sociais para a Economia Sociocriativa, com Beatriz Bem; e Tecendo Contextos, com Alice Barreto, Luís Alencar e Lídice Berman.

Com patrocínio do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, através dos Editais Setoriais de Cultura, a iniciativa, além de fomentar o desenvolvimento do empreendedorismo social e promover inovação, tem o objetivo de formar redes colaborativas e fortalecer a cadeia da Economia Criativa no Estado.

Organização do desafio Oggi Paraguaçu de Mountain Bike terá duas datas em 2018

Os ciclistas de Mountains Bike (MTB) estão com sorte. É que o evento Desafio Oggi Paraguaçu de MTB de 2018, realizado em Mucugê, na Chapada Diamantina, terá mais uma data, desta vez no primeiro semestre. Segundo a organização, a nova prova será realizada nos dias 19 e 20 de maio e no segundo semestre acontecerá em três dias, entre 7 e 9 de setembro. A mudança era um pedido dos próprios atletas.

Serão percursos diferente a serem encarados pelos ciclistas das categorias Pró, Sport e Cicloturismo. Neste ano o Desafio contou com a participação superior a 600 atletas, os quais pedalaram por belas trilhas e paisagens deslumbrantes, com provas na modalidade XCO, que está sendo cotada para valer pontos no ranking nacional, e maratona XCM. Os interessados ainda poderão parcelar as inscrições para o desafio.

 

Fonte: SecultBa/G1/Jornal da Chapada/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!