03/10/2017

Feira: Feira do Livro ganhará status de Patrimônio Cultural Imaterial

 

A décima edição da Feira do Livro – Festival Literário e Cultural da Universidade Estadual de Feira de Santana foi encerrada com um balanço altamente positivo. Mais de 60 livros lançados, palestras, apresentações culturais, intervenções literárias, shows musicais que atraíram um público rotativo estimado em 75 mil pessoas. No último dia do evento, domingo (01), teve alegria e muito samba com a cantora Maryzélia.

De acordo com o reitor da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), professor Evandro do Nascimento, a Feira do Livro é um dos momentos de culminância do esforço da Universidade em se fazer presente na vida de Feira de Santana. Durante o encerramento, ele ressaltou a necessidade de fortalecimento de parcerias para que o evento continue acontecendo da melhor forma.

“A Uefs assume o compromisso de realizar a próxima edição da Feira, porque a Princesa do Sertão merece! Porém, nós precisamos que o evento seja de fato assumido pelo Poder Público. É necessário que tenhamos uma discussão em torno de quais atores vão atuar na execução da Feira do Livro”, disse.

Na praça do Cordel Genival Corrêa, a coordenadora da Feira, Eliana Mota, reconheceu o empenho de todos os envolvidos na realização do evento e avaliou a programação de forma positiva. “Mais uma vez tivemos a convicção da importância deste evento para a cidade e toda região. O balanço é muito positivo porque a programação foi diversificada, a visitação foi intensa, os vale-livros previstos foram distribuídos e os expositores ficaram satisfateitos em participar. Esperamos que, na próxima edição, a gente consiga minimizar algumas dificuldades em relação à liberação de recursos, por parte do Poder Público”, destacou.

O deputado estadual Zé Neto, líder do Governo na Assembleia Legislativa, anunciou que vai encaminhar um projeto de lei sugerindo a transformação da Feira do Livro em Patrimônio Cultural Imaterial. Segundo ele, a expectativa é que, desta forma, haja melhorias em relação ao trâmite para liberação de verbas destinadas ao evento.

Feira: Esposa de Ronny pode ser candidata a deputada federal

A viúva do ex-presidente da Câmara de Feira Santana, Ronny  Miranda, deve ficar com o capital político do marido. Filiada ao PHS, partido de Ronny, Luciane Vieira vai assumir o comando da legenda no município. e pode ser candidata a deputada federal, cargo desejado por ele, que faleceu em agosto. Caciques da sigla apostam nela e dizem que Luciene está empolgada com a possibilidade.

Com isto crescem os rumores de que a enfermeira Luciane Vieira, viúva do ex-presidente da Câmara de Vereadores de Feira de Santana, Ronny Miranda, será candidata a deputada federal já nas próximas eleições.  Caciques da sigla apostam nela e dizem que Luciene está empolgada com a possibilidade que leva o argumento de que o legado de Ronny precisa ser mantido. O cargo era desejado pelo vereador, que morreu em agosto deste ano vítima de uma parada cardíaca.

Gerusa lamenta corte de recursos federais para o SUAS

Durante pronunciamento na tribuna da Casa da Cidadania na sessão ordinária desta segunda-feira (02), a vereadora Gerusa Sampaio (DEM) lamentou que o Governo Federal esteja cortando recursos destinados ao Sistema Único de Assistência Social (SUAS). A edil, ao lembrar as comemorações pela passagem do Dia do Idoso, que acontecerão no próximo dia 04 de outubro, informou que os profissionais do SUAS realizarão protesto na cidade contra a redução das verbas destinadas para os programas sociais.

“Recebemos ofício do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, em nome da senhora Cacilda Miranda, para que fizéssemos uma saudação de que no dia 04, a partir das 09 horas, haverá encontro com saída do Paço Municipal para comemorar o Dia do Idoso. Ao mesmo tempo que registro esse dia tão importante quero registrar minha tristeza, minha indignação, porque nesse mesmo dia também irá ocorrer protesto dos profissionais do SUAS contra a redução das verbas destinadas aos programas sociais. E quem vai sofrer agora são os menos favorecidos”, afirmou.

De acordo com a edil, o Governo Federal está aniquilando os direitos assegurados através dos programas sociais. “Precisamos dizer não à violação dos nossos direitos. Estão ceifando os direitos assegurados em todos os programas que investem na inserção, no acolhimento na capacitação. As idosas sairão do Paço Municipal com os funcionários da assistência social e virão para esta Casa para registrar a indignação com essa medida”, informou.

Para a edil, enquanto Feira de Santana avança, disponibilizando um novo e moderno centro de convivência para os idosos e sendo referência na área, o Governo Federal está cortando as verbas comprometendo o trabalho dos equipamentos que atuam na assistência social, como CRAS, CREAS e demais unidades. “Não podemos aceitar isso. Temos 15 CRAS em Feira de Santana e corremos o risco de não ter como mantê-los. Temos que lutar para que isso não aconteça”, finalizou, informando que a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Ângela Pérsico, estará presente na manifestação que tem a finalidade de dizer não à violação dos direitos humanos.

Vereadora quer garantia dos direitos dos idosos

No uso da tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, a vereadora Eremita Mota (PSDB) parabenizou a colega Gerusa Sampaio (DEM) por lembrar o Dia do Idoso e destacou que o direito à velhice está previsto na Constituição Federal de 1988. A edil destacou a criação do Estatuto do Idoso, que regulamenta a política pública de assistência à pessoa idosa com regras de proteção, objetivando reduzir as dificuldades que existem para o acesso aos direitos dos idosos.

“Sem dúvidas, essa é uma das mais importantes conquistas no campo jurídico. Quero chamar a atenção para a expectativa de vida que só se estende em nosso país”, afirmou, anunciando que propôs ao deputado federal João Gualberto a criação de um Projeto de Lei que dispõem sobre a implantação de CAPS Geriátrico no município de Feira de Santana, para que as idoso possa ter acesso a serviços específicos para esse público.

“Nossa sociedade só respeita os idosos porque existe a lei. Se não existissem as leis, coitados dos idosos. Imagine um idoso, que já está com a autoestima baixa, ir buscar atendimento em equipamentos onde existem pessoas com problemas mais graves, se deparar com essa realidade. Então vejo a importância do governo se sensibilizar e viabilizar a criação desse equipamento para atendimento específico às pessoas com mais de 60 anos”, afirmou.

Em aparte, o vereador Roberto Tourinho (PV) parabenizou a edil pela preocupação do seu mandato com o segmento dos idosos da cidade de Feira de Santana. “Ser idoso não é doença. É por esse motivo que essas pessoas devem sim receber um tratamento e um acompanhamento diferenciados. Parabéns por demonstrar a preocupação com o cuidados dos nossos idosos”, elogiou.

Mutirão de Cirurgias chega à Região de Riachão do Jacuípe

No período de 26 a 28 de outubro, o Mutirão de Cirurgias estará na Região de Riachão do Jacuípe, beneficiando a população de mais oito municípios com a realização de cirurgias de hérnia (umbilical, epigástrica e inguinal), histerectomia total e colecistectomia. O Mutirão de Cirurgias é um programa do Governo do Estado, viabilizado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

Neste período, a unidade móvel estará estacionada na Praça da Igreja Matriz, em Riachão do Jacuípe. Serão atendidas as pessoas que necessitam realizar os procedimentos cirúrgicos citados e que são residentes nos seguintes municípios: Anguera, Candeal, Capela do Alto Alegre, Gavião, Ichú, Pé de Serra, Riachão do Jacuípe, Nova Fátima e Serra Preta.

Diariamente, serão feitos até 180 atendimentos, começando às 7h da manhã e encerrando depois do último paciente na fila. As cirurgias começam a ser feitas a partir do dia 6 de novembro, no Hospital Municipal de Conceição do Jacuípe.

É importante lembrar que os pacientes que farão procedimento de vesícula, para a realização do exame de USG, precisam estar em jejum. Já os pacientes que farão histerectomia, deverão levar exame preventivo. As mulheres que ainda possuem ciclo menstrual devem levar o exame Beta HCG. Todos os pacientes devem levar resultados de exames laboratoriais e outros que tiverem realizado.

Para ser atendido, o paciente já deve ter a indicação médica para a cirurgia e ter feito o cadastro na Secretaria de Saúde do município de residência. Caso ele não tenha feito o cadastro prévio, mas tenha exames laboratoriais que comprovem a necessidade de realizar uma das cirurgias oferecidas, o paciente poderá se dirigir ao local das consultas pré-operatórias munido dos documentos exigidos.

Para saber se a pessoa está cadastrada para passar pela cirurgia, basta consultar a lista disponível no endereço: http://mutiraodecirurgias.saude.ba.gov.br/.

Também, o paciente ou responsável poderá ir até a Secretaria Municipal de Saúde de seu município, para saber se o seu nome consta na lista para a realização do procedimento.

 

 

Fonte: Secom Bahia/BNews/Ascom CMFS/Ascom Sesab/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!