06/10/2017

Museu de Sento Sé já está aberto com Plano Museológico

 

O Museu de Sento Sé (Rua Theodulo Albuquerque, 44, Centro), na cidade de mesmo nome localizada a 698 km de Salvador, está aberto com Plano Museológico para visitação graças à política pública do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC) da Secretaria de Cultura (SecultBA) e recursos do Fundo de Cultura. A proponente do projeto inscrito nos Editais de Museus/IPAC, Maria do Socorro Reis Miranda (Tia Soca), coleciona centenas de objetos de famílias do município. “Além do Plano Museológico, que cria e estabelece etapas de funcionamento de um espaço museal, fizemos o arrolamento tipológico (levantamento) do grande acervo”, afirma a museóloga e consultora, Simone Trindade, contratada do projeto. Segundo ela, a próxima etapa será a proponente providenciar a criação de um Conselho Curador para institucionalizar o museu.

“Também fizemos painéis com dados, desde a época indígena, passando pela colonização portuguesa, o contexto arqueológico da região, até os dias atuais”, diz Simone. Ela explica que foi criada exposição itinerante como ação educativa para escolas, para dar conhecimento público do museu e estimular os professores e estudantes a frequentar o local. A casa de Tia Soca, onde está o museu, detém 250m² de área. Antes conhecido como ‘Acervo Cultural Né Balaio’ o conjunto reúne mais de mil objetos. O espaço será utilizado como referência de história, cultura, aprendizado e memória. “Para perpetuar é fundamental que a coleção fosse musealizada, institucionalizada, tornando-se um espaço profissional”, completa a proponente Tia Soca.

POLÍTICA CULTURAL DE MUSEUS

Para a museóloga e coordenadora de Editais do IPAC, Ana Coelho, o Museu de Sento Sé é mais um exemplo de como as ações de fomento do Fundo de Cultura estimulam e apoiam a política pública museológica na Bahia à cargo do IPAC. “A proponente Socorro Reis teve oportunidade de saber do Museu de Remanso, igualmente apoiado pelos Editais IPAC/SECULT, o que demonstrou para ela que concretizar um em Sento Sé também seria possível”, comenta a coordenadora estadual. Os editais possibilitam a contribuição de profissionais e especialistas das áreas de restauro, arquitetura, educação patrimonial e museologia na política pública de fomento à cultura. O IPAC administra os editais de museus, patrimônio cultural, arquitetura, urbanismo e restauro.

Com a temática-título de ‘Um Rio de Memórias’, o museu mostra como as pessoas viviam na antiga Sento Sé. Objetos arqueológicos indígenas, itens de couro, utensílios de mesa e cozinha, como bules, canecas e até porcelanas de várias partes do mundo, são alguns deles. Modos de vida, matérias primas, relações comerciais, fauna e flora regionais, tradições culinárias, crenças religiosas, também estão presentes. O projeto inscrito nos Editais do IPAC oferece ainda curso de capacitação para professores, com material didático e folder do museu.

SÉCULO XIX

Localizada no norte da Bahia, a cidade foi fundada na primeira metade do século XIX, em 1832. Na década de 1970, a cidade foi inundada com a construção da Barragem de Sobradinho. A atual está às margens do Rio Francisco. Como outras cidades que submergiram nesse processo de desterritorialização, seus antigos habitantes sofreram um profundo impacto psicológico.  Para a nova cidade, planejada e construída pelo governo federal, distante 62 km do antigo local, foram transpostos os moradores da velha sede a partir de 1976.

Senadora quer políticas públicas consistentes para o Velho Chico

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) defendeu, nesta quarta-feira (4), que o Governo Federal adote políticas públicas consistentes para a revitalização do Rio São Francisco. A parlamentar baiana é autora de projeto de lei do Senado que prevê a inclusão de princípios, objetivos e ações prioritárias para revitalizar a bacia, por meio de ações coordenadas.

Segundo ela, a adoção de tais medidas garantirá que os recursos arrecadados pela cobrança da água do rio São Francisco sejam aplicados prioritariamente na recuperação de áreas degradadas e que sejam criadas ou ampliadas unidades de conservação naquela bacia.

“Não é de hoje que venho falando sobre a seca que assola o semiárido brasileiro, sobre a falta de água que afeta os nordestinos e a importância de se garantir recursos para o programa de revitalização do Rio São Francisco, tema, aliás, de Projeto de Lei de minha autoria, o PLS 86/2015, que transforma o programa de revitalização da bacia do Rio São Francisco em norma permanente, para garantir sua continuidade”.

A barragem do Sobradinho registra a menor vazão desde 1970, com apenas 8,69% do volume útil total.

“Recentemente, em audiência realizada pela Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) deste Senado, cobrei do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, que sejam garantidos recursos para o programa de revitalização do Rio São Francisco. Também questionei o ministro se as iniciativas voltadas ao Velho Chico são mesmo prioridade do governo e alertei que a União precisa garantir os investimentos previstos no programa de revitalização, que contemplam cerca de R$ 7 bilhões até 2026”, concluiu.

Glória assina Termo de Compromisso para a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico

O prefeito do município de Glória, no norte da Bahia, David Cavalcanti (PP), esteve com o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Gilvan Lisboa, no município de Lagoa Grande – PE, participando da solenidade de assinatura dos Termos de Compromisso entre a AGB Peixe Vivo e o município de Glória.

Com o destaque para a parceria com o articulador, Claudio Ademar, o município de Glória foi contemplado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco para a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico, tendo sua manifestação de interesse aprovada entre os 83 municípios do submédio São Francisco que se candidataram.

Com o plano de saneamento em mãos o município poderá realizar o mapeamento das necessidades reais do município e, com o apoio do Deputado Federal Mário Júnior, poderemos buscar investimentos junto ao Ministério das Cidades, Ministério da Integração, FUNASA, Secretaria de Recursos Hídricos do Estado.

“Nosso objetivo é concluir o saneamento básico da sede do município, bem como levar este benefício para todas as comunidades, principalmente as ribeirinhas, ajudando a melhorar a qualidade das águas do nosso rio São Francisco e a qualidade de vida dos nossos munícipes”, declarou David Cavalcanti.

Justiça suspende contrato realizado pelo prefeito de Jeremoabo com empresa de coleta de lixo

O Juiz titular da Comarca de Jeremoabo, Dr. Paulo Eduardo de Menezes Moreira, acatando ação interposta pelo cidadão JOÃO BATISTA SANTOS ANDRADE (Tista Andrade), através de uma AÇÃO POPULAR, concedeu na segunda-feira, dia 2 de outubro, ordem liminar para suspensão do contrato firmando entre a Prefeitura Municipal de Jeremoabo e a Empresa All Serv. Empreendimentos e Serviços LTDA, responsável pela coleta de lixo na cidade, poda de árvores e a lavagem da feira livre, como consta do contrato. Um dos fatos que chamou atenção no documento firmado entre a Prefeitura e a empresa é que consta das atribuições o serviço de lavagem da feira uma vez por semana o que a empresa recebia mensalmente pelo trabalho não executado R$ 33 mil reais. Em apenas um mês, a prefeitura fez um repasse de R$ 314, 432,10, a empresa contratada, embora parte dos serviços não tenha sido executada, especialmente a lavagem da feira.

Em um trecho da liminar o magistrado determina a suspensão da execução do contrato de nr. 386\2017, decorrente do processo licitação 7696005 e reitera que a decisão não deverá incidir na interrupção dos serviços de limpeza urbana do município, já que consta do efetivo prefeitura mais de uma centena de garis, não justificando a interrupção dos serviços de limpeza urbana do município.

O contrato firmado entre o prefeito Antonio Chaves e a empresa All Serv. Empreendimentos e Serviços LTDA, tem como finalidade a prestação de serviço de limpeza pública mediante pregão presencial ocorrido em 16 de março de 2017, e incide no montante de 3. 864.000.00 (três milhões oitocentos e sessenta e quatro mil), onde consta na minuta do edital a execução de serviços “na coleta seletiva de resíduos, limpeza e conservação de vias públicas, varrição, transporte de lixo urbano, incluindo equipamento e mão de obra na sede do município, distritos e povoados”.

Na última terça-feira, 3\9 o gerente da empresa Clayton Moore esteve nas dependências Câmara de Vereadores fez uso da tribuna, onde alegou que a licitação se deu de forma legal, uma vez que a empresa preencheu todos os requisitos exigidos no edital de licitação.

Consta ainda do documento que a imprensa só teve acesso nesta quinta-feira, 5, que a empresa vencedora teve sua proposta classificada em terceiro lugar, contudo, causou surpresa o fato de o pregoeiro haver decidido pela desclassificação das duas empresas concorrentes, JL CONSTRUTORA LOCADORA E SERVIÇOS – ME e CONSTRUSETE CONSTRUTORA LTDA, porém, sem que fosse esclarecido o conteúdo da desclassificação, mesmo ambas tendo apresentado valores inferiores à “vencedora”.

Diante da suspeita da ilegalidade a liminar foi concedida para suspender temporariamente os efeitos do contrato de realização das obras, inclusive com determinação de notificação da Prefeitura Municipal e da empresa vencedora para esclarecimentos. Na decisão, além de suspender o contrato, o juiz determina ainda que o prefeito de Jeremoabo deve se abster de realizar qualquer repasse financeiro à empresa contratada, sob pena de desobediência.

Jeremoabo: Empresa contratada pela prefeitura terá cinco dias para salvar sua imagem

O gerente da empresa ALL SERV EMPREEENDIMENTOS E SERVIÇOS LTDA, apresentou na terça-feira, 3, da tribuna da Câmara de Vereadores de Jeremoabo uma exposição de motivos para tentar responder a denúncia da inexistente lavagem da feira de Jeremoabo. Clayton Moore,  que tem sobrenome de ator, fora convocado democraticamente pelo presidente interino da Câmara, vereador Bino, para explicar as ações da empresa junto ao município. Dados sobre as transações financeiras da Prefeitura de Jeremoabo junto à empresa de serviços mostram que foram pagos valores significativos por serviços que nunca teriam existido, alertam os políticos professor Ivande e Jairo do Sertão. Pelo sim, pelo não a prefeitura optou por abrir o prazo de cinco dias, a contar da terça-feira, para a empresa se manifestar sobre a denúncia.  Em um trecho da sua fala, Moore foi taxativo ao afirmar que a empresa tem o modesto quadro de 105 funcionários, e que além das atribuições inseridas no contrato celebrado com a prefeitura a empresa ainda executava serviços extras como a limpeza do canal e das escolas. A declaração surpreendeu a imprensa local e a população que desconhecem qualquer serviço de limpeza do canal ou lavagem de escolas(sic) na cidade.

No quadro em tela, os vereadores de oposição do município devem protocolar novo pedido de investigação para apurar a existência de ou não dessas novas atividades supostamente fantasmas na cidade. Os alvos das representações são o prefeito interino AC e a empresa ALL SERV EMPREEENDIMENTOS.

 

 Fonte: Ascom IPAC/O Diário da Região/PA2hs/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!