12/10/2017

Uruçuca: Serra Grande tem festival de arte, de 12 a 15

 

A previsão de tempo para o final de semana quando acontece à primeira edição do Festival de Arte e Gastronomia de Serra Grande (12 a 15 de outubro) já indica temperaturas agradáveis com predomínio de sol e pouca variação de nuvens. Para quem gosta de apreciar um passeio nestas condições e curtir atrações culturais aliada a boa gastronomia, a dica é ir para Serra Grande, distrito de Uruçuca, distante a 450 Km de Salvador.

Na quinta-feira (12/10) ocorre a programação de abertura do evento. Neste dia, as atrações culturais são o cortejo com o Maracatu Estrela da Serra e as apresentações dos grupos locais de capoeiras: Luanda e SBC. Logo em seguida, as Aulas Show, com as chefs da Oficina de Gastronomia Sou + Serra, Cris Rosa, Lila Oliveira e Hene Lopes. Na sequencia, a casadinha de Jorge da Hora e Ricco Araújo e encerrando a programação, o chef Clodomiro Tavares.

Após o Circo da Lua se apresenta, em seguida, a argentina Sol Halcón, ecoa seu canto forte e de afinação cristalina. Por fim, Brena Gonçalves, que participou do The Voice Brasil, apresenta repertório calcado no sotaque da música popular brasileira.

SEXTA (13/10)

No início da tarde de sexta-feira, às 16h, o público confere a roda de conversa, intitulada “Saberes locais com Pescadores e Jangadeiros”, onde os mestres locais narram as experiências e “causos” do mar.

Instalado no local, o estande da Editus (UESC) será de muito agito. Os professores Maria Luíza Santos e Leônidas Azevedo vão realizar às 17h, a roda de conversa – Autores de Livros Infantojuvenis.

No comecinho da noite, a cantora de Itabuna, Laís Marques interpreta pérolas da música popular e canta canções autorais do recente disco “Primavera”. Na sequencia, a banda Pastilhas, também de Itabuna, destila ritmos como reggae, funk, jazz e o blues. Por fim, a banda local, Serra Elétrica toca clássicos do bom e velho, rock and roll.

  • Confira a programação do Festival de Arte e Gastronomia de Serra Grande:

Quinta-feira – 12 de Outubro

9h – Vivência Gastronômica – Moqueca Baiana

Ofi­cina gastronômica para crianças

10h – Oficina Fome de Ler – para crianças (Proler – UESC)

16h – Abertura da Praça de Alimentação

Cortejo Maracatu Estrela da Serra

Capoeira Luanda

Capoeira SBC

18h – Abertura Of­cial

19h – Início Aulas Show

Oficina de Gastronomia Sou + Serra (Serra Grande)

Casadinha dos Chefs – Jorge da Hora (Professor de Gastronomia – SP) e Ricco Araújo (Ilhéus).

Chef Clodomiro Tavares (Professor da UNISA)

Shows

Circo da Lua

Sol Hacón

Brena Gonçalves

Sexta-feira – 13 de Outubro

9h – Vivência Gastronômica – Casa de Farinha

16h – Abertura da Praça de Alimentação

Roda de Conversa – Saberes locais com Pescadores e Jangadeiros

Teatro Alquimia

Roda de Conversa – Autores de Livros Infantojuvenis, com Maria Luiza Santos e Leônidas Azevedo, das 17h às 18h, no estande da Editus.

18h – Início Aulas Show

Chef Clécio Campos

Casadinha dos chefs: Eudes Assis (Restaurante Taioba – SP) e Hene Lopes (Serra Grande)

Chef Marinalva Brandão (Uruçuca)

Chef Aurelien Roche (Txai Resort)

Shows

Laís Marques

Pastilhas

Serra Elétrica

Sábado – 14 de Outubro

9h – Vivência Gastronômica – Cacau e Chocolate

14h-Vivência Gastronômica – Cocada

16h – Abertura da Praça de Alimentação

Palestra – Instituto Companheiros do Txai

Teatro Capixaba

Roda de Conversa Slow Food – Revecca Tapie

18h – Início Aulas Show

Chef César de Mendes (Chocolatiers – Pará)

Casadinha dos Chefs – Carlinhos Oliveira (Txai Resort) e Paulinho Martins (Restaurante 1173 – Ilhéus)

Chef Ivan Lopes (Restaurante Mukeka)

Shows

Raiz de Vento

Dilua

Samba de Roda – Barracão d’Angola

Marcelo Nakamura

Domingo – 15 de Outubro

7h – Café da Manhã na Feira de Agricultores de Serra Grande

Coco Azeite de Dendê

11h – Grupo de Samba Revelação da Serra

Maré causa destruição em Ilhéus

Os fortes ventos que chegaram à costa, aliados à maré alta por influência da lua, criaram condições para que as ondas avançassem até o limite das cabanas de praia, muros de empresas e residenciais à beira mar, nas zonas norte e sul do litoral ilheense.

Neste final de semana, mais uma barraca situada na Praia dos Milionários foi atingida devido a força da maré. A coordenação da Defesa Civil vem acompanhando os incidentes, notificando e monitorando os proprietários de cabanas.

O coordenador Joandre Neres diz que nos últimos dias as ondas atingiram o pico mais alto, chegando a 2 metros de altura. “Esses fatores são atribuídos às ações antrópicas, em decorrência das queimadas e desmatamentos", afirma.

"A condição está gerando uma ação de degelo das calotas polares, aumentando o nível do mar e atingindo os municípios litorâneos. Outro fator é a maré de sizígia, que são marés regidas pelas fases da lua, gerando marés com picos elevados”.

Ele explica que as praias do litoral sul de Ilhéus são dissipativas, ou seja, rasteiras com pistas de atuações curtas. “Os cabaneiros edificaram suas construções próximo à arrebentação das ondas de pico máximo. Estamos realizando estudos com as secretarias de Infraestrutura Transporte e Trânsito (Seintra), de Meio Ambiente (Sema), na intenção de viabilizar projetos de contenções nestas localidades”, pontuou.

Indício de sobrepreço põe em risco duplicação da Ilhéus-Itabuna

Anunciada com pompa pelo governador Rui Costa (PT), a duplicação da rodovia Ilhéus-Itabuna corre risco de nunca sair do papel por indícios de sobrepreço detectados em uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU).

Em acórdão recente, o TCU liberou a assinatura do contrato com a OAS, vencedora da licitação firmada no Regime Diferenciado de Contratação (RDC), mas proibiu temporariamente o governo do estado de executar a obra com repasses do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Até que a Corte analise em definitivo as irregularidades apontadas pela Secretaria de Controle Externo (Secex) na Bahia, a duplicação ficará limitada aos projetos básico e executivo, além de demandas burocráticas.

Em novembro de 2016, técnicos do TCU identificaram na licitação “critérios antieconômicos que podem implicar (em ) superfaturamento” do contrato, métodos de construção “mais onerosos” e preços acima do mercado no orçamento de referência apresentado pela Seinfra.

O TCU alertou ainda o governo do estado, o Dnit e a OAS de que poderá anular a licitação para a obra no trecho da BR-415 entre as duas maiores cidades do Sul da Bahia, caso os ministros do tribunal identifiquem sobrepreço no novo orçamento elaborado pelos dois órgãos.

A Corte suspendeu também repasses federais para quaisquer etapas da duplicação e vetou o uso da medida como justificativa para celebrar futuros termos aditivos que elevem o valor do contrato, orçado inicialmente em R$ 105 milhões.

Deputado discute com Ministro da Agricultura a reestruturação da Ceplac

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB/Bahia) participou, na tarde desta terça-feira, dia 10, de audiência com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, em Brasília. O encontro, que teve a participação de outros parlamentares e do secretário estadual de Agricultura, Vitor Bonfim, discutiu o processo de reestruturação da Ceplac, órgão que, mesmo vital para a lavoura cacaueira do sul da Bahia, vem sendo sucateado há anos.

A reestruturação foi iniciada pelo Governo Federal em junho deste ano, com o objetivo de redesenhar e adequar a Ceplac à nova realidade do Ministério da Agricultura (Mapa). Na reunião, Bebeto defendeu a manutenção dos servidores que já estão lotados no setor e a contratação de outros como o primeiro passo para uma reestruturação efetiva. Na oportunidade, o parlamentar falou da necessidade de dar “condições a Ceplac de continuar a ser um órgão singular, mantendo suas funções de pesquisa e extensão”.

Ao ministro Blairo Maggi, o deputado criticou as sucessivas tentativas de esvaziamento do órgão, que recentemente foi rebaixado ao status de diretoria do Mapa. Ao fim da reunião ficou acertado que um novo encontro será realizado com os parlamentares baianos no dia 8 de novembro, para amadurecer as pautas. “Vamos construir mais uma unidade em torno dos interesses da região. A Ceplac é nossa e deve ser mantida”, afirmou Bebeto.

 

Fonte: Ilhéus 2hs/A Região/RBN/Políticos do Sul da Bahia/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!