20/10/2017

Salvador: Parque da Cidade recebe final do Festival MUSA

 

A etapa final da segunda edição do Festival de Música Universitária de Salvador (MUSA) será realizado no próximo fim de semana, no Anfiteatro Dorival Caymmi, no Parque da Cidade, bairro do Itaigara, em Salvador. A entrada é gratuita.

Os vencedores de cinco categorias serão conhecidos no domingo (22), a partir do meio-dia, com apresentação da cantora Bruna Barreto, ex-participante do programa The Voice Brasil.

No sábado (21), no mesmo horário, será promovida a semifinal com show do cantor Pedro Pondé, padrinho do festival. Nesse dia, serão apresentadas 18 canções e as 12 melhores se apresentam novamente no domingo. As pré-classificadas podem ser conferidas na internet.

Segundo os organizadores, nesta edição, serão distribuídos R$ 22 mil entre os primeiros, segundos e terceiros lugares nas categorias música, intérprete masculino, intérprete feminino, instrumentista e banda, além do artista plástico vencedor do design do Troféu MUSA 2017. No total, foram 173 músicas inscritas.

Espaço Cultural Barroquinha e escola municipal recebem mostra de fotografia africana e da diáspora

O Projeto Estúdio África apresenta a Mostra de Fotografia Africana e da Diáspora, com projeções de fotografias feitas a partir da interação dos moradores do bairro Castelo Branco com painéis decorativos inspirados na história e estética africana. Os retratos da Coleção Castelo Branco são de autoria da fotógrafa Arlete Soares.

A mostra acontece na sexta (20), às 10h30 e 16h, na Escola Municipal Dona Arlete Magalhães, em Castelo Branco, e no sábado (21), às 17h, no Espaço Cultural da Barroquinha. O evento é aberto a todos os públicos. A curadoria e idealização do projeto é da antropóloga Goli Guerreiro.

Na ocasião das mostras, os retratados terão acesso à fotografia impressa e também será exibido um mini-documentário, produzido por Diogo Nonato, que registra todo o processo da construção do projeto, desde a criação dos fundos decorativos, pintados pelo artista plástico Eder Muniz, até a tomada de fotos e ações realizadas em Castelo Branco.

  • SERVIÇO:

Mostra de Fotografia Africana e da Diáspora

- Dia 21 de outubro de 2017 (sábado), às 17h

No Espaço Cultural Barroquinha (Rua do Couro, S/N)

Entrada livre

- Dia 27 de outubro de 2017 (sexta-feira), às 10h30 e às 16h

Na Escola Municipal Dona Arlete Magalhães (R. Vitorino Alves Moitinho, S/N, Castelo Branco)

Entrada livre

Feira expõe de trabalhos realizados por pessoas em situação de rua na praça do Campo da Pólvora, em Salvador

A “Feira do Corra: abrace essa ideia" irá expor trabalhos elaborados por pessoas em situação de rua que participaram do ciclo de qualificação profissional em jardinagem e arte-reciclagem, em Salvador. A exposição dos produtos será na sexta-feira (20), das 10h às 15h, na praça do Campo da Pólvora.

A iniciativa faz parte do programa Corra pro Abraço, da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), e tem o objetivo de dar visibilidade aos trabalhos. Serão expostos diversos produtos, como: kits plantio, gotejadores, bancos estofados feitos com uso de garrafas PET e pneus, entre outros.

As estratégias trabalhadas nos cursos considera como possibilidades de inserção profissional as experiências associativas; prestação de serviço autônomo; e busca de colocação em emprego formal.

No mesmo dia, a partir das 14h, e simultaneamente à exposição, será realizada, também na praça do Campo da Pólvora, em Salvador, a audiência pública “Redução de Danos: a perspectiva do cuidado a pessoas em situação de rua”.

A proposta é da Comissão Especial de Promoção da Igualdade da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) e tem como objetivo central o fortalecimento da Política de Redução de Danos no âmbito da rede de atenção psicossocial, do Sistema de Justiça e do Sistema Único de Saúde (SUS).

  • Serviço

“Feira do Corra: abrace essa ideia"

Local: Praça do Campo da Pólvora

Data e Horário: 20/10 – 10h às 15h

Cia de Dança Núcleo de Extensão de Brotas estreia no Cine Teatro Solar Boa Vista

O Cine Teatro Solar Boa Vista – espaço cultural administrado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) no bairro do Engenho Velho de Brotas em Salvador – recebe o espetáculo de estreia da Cia de Dança Núcleo de Extensão de Brotas com as perfomances “Respeite as minas” e “Ganhadeiras”. A apresentação acontece nos dias 20 e 21 de outubro, às 19h, com entrada gratuita.

A performance em dança “Respeite as Minas” foi pensada coletivamente e aborda o empoderamento feminino, consciência coletiva, expressada por ações para fortalecer as mulheres e desenvolver a equidade de gênero.

Em “Ganhadeiras”, a montagem propõe através de uma poética artística contemporânea de dança, evidenciar a relevância e a importância do papel da mulher negra na vida social e cultural brasileira, ressaltando a sua força e resistência contra o preconceito de gênero, raça, cor e classe. O trabalho corporal desenvolvido junto aos dançarinos esteve ligado às expressões e manifestações culturais afro-brasileiras direcionadas para uma atuação cênica contemporânea.

Os Núcleos de Extensão têm a proposta de expandir em outras localidades o trabalho desenvolvido pela Escola de Dança da FUNCEB, em consonância com a proposta artístico-pedagógica de iniciação e qualificação em dança.

Esse programa é inspirado a partir da experiência exitosa do Núcleo do Nordeste de Amaralina, localizado no Centro Social Urbano. Em 2016, através da parceria com a Diretoria de Espaços Culturais e Balé do Teatro Castro Alves, os Núcleos de Extensão de Brotas e Lauro de Freitas, situados respectivamente nos Cine Teatro Solar Boa Vista e Cine Teatro Lauro de Freitas são alinhados a estrutura da Escola de Dança, entendendo que esta é a instituição que possui a expertise de formação em dança na estrutura da FUNCEB.

A Companhia possui a Direção Artística do bailarino Sylvan Barbosa, contando com a Coordenação Pedagógica de Junior Oliveira (Coordenador dos Núcleos de Extensão da Escola de Dança da FUNCEB). As coreografias abordam temas relevantes sobre a cultura brasileira, empoderamento feminino, preconceito de gênero, raça, cor e classe social, que nos atravessam diariamente, através da reflexão e construção de poéticas artísticas contemporâneas.

Projeto "Segundas Concertantes" será apresentado no Palácio Rio Branco

Dando continuidade ao seu projeto didático de música clássica, o grupo TCA Instrumental volta ao Palácio Rio Branco, no Centro Histórico de Salvador, sede da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), para mais uma edição do “Segundas Concertantes”. O evento, aberto ao público, com entrada franca, acontece na próxima segunda-feira, 23 de outubro, das 13h30 às 14h30.

A execução do repertório é feita com mediação dos próprios músicos de orquestra, que falam do contexto de criação das obras, sua localização na história da música, sua importância criativa, além da descrição dos naipes e instrumentos. A iniciativa também se compromete a ocupar espaços alternativos às salas de teatro ou de concerto, no intuito de alcançar novas plateias e ir ao encontro das pessoas de forma próxima e acolhedora.

O TCA Instrumental é formado por sete músicos contratados pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) em Regime Especial de Direito Administrativo (REDA): Ana Zanata (violino), Diogo Pimentel (violino), Daniel Aly (violino), Antônio Amorim (violino), Rodolfo Lima (contrabaixo), Sandra Romero (oboé) e Stephan Sanches (trombone).

O programa abrange a descrição e a execução de peças de grandes compositores característicos dos cinco períodos históricos em que a música ocidental se desenvolveu e expandiu por todo o mundo, sendo dividido em dois módulos. Na edição realizada no local em maio desse ano, o grupo apresentou o módulo 1, que compreende os períodos Barroco e Clássico. Já na apresentação da próxima segunda, o TCA Instrumental conduzirá o módulo 2, onde aparecem o Romântico, o Moderno e o Contemporâneo, incluindo a música brasileira. Obras de mestres como Bach, Mozart, Tchaikovsky, Beethoven, Brahms, Stravinsky e os brasileiros Villa-Lobos e Luiz Gonzaga estão no repertório.

  • Serviço:

TCA Instrumental – “Segundas Concertantes”

Data: 23 de outubro (segunda-feira), 13h30 às 14h30

Local: Palácio Rio Branco

Ladeira da Praça, S/N - Centro, Salvador- BA

Entrada gratuita (*Sujeita à lotação do espaço)

 

Fonte: G1/SecultBa/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!