24/10/2017

Uauá: Aliados insatisfeitos com gestão abandonam o barco

 

É crescente a onda de insatisfação com a gestão do prefeito Lindomar Dantas (PCdoB) na Prefeitura de Uauá. A cada dia chegam à redação do Blog Geraldo José inúmeras mensagens indignadas com o comportamento dos que integram a administração municipal, inclusive, de aliados que também não estão nada satisfeitos com a postura do Chefe do Executivo Municipal na conhecida “terra do bode”.

O “fogo amigo” virou rotina nas redes sociais e os comentários sobre a gestão são os piores possíveis. Até o presidente do seu partido (PCdoB) Maurílio Lima em um grupo de whatsapp se diz arrependido de ter levado o prefeito ao poder.

  • Confira:

“Realmente lutei ferozmente para levar os outros para o poder. Me pergunto, vale apena se indispor com tantas pessoas? Para que mesmo? Ver a vaidade dos vendedores de ilusão transbordar os seus egos. Ver tantos bravos soldados que depois da batalha vencida são abandonados, desprezados, ignorados. Não sou oposição a nada, mas não posso me fingir de cego. Não sou hipócrita muito menos falso” revelou Maurilio Lima, Presidente do PCdoB.

  • Em sua página pessoal no facebook o advogado Dyógenes Gomes foi ainda mais incisivo nas críticas, nas acusações e nas ofensas. Veja:

Ao Prefeito.

Lindomar, vulgo "padreco" ou "moleque" era assim que esses ai que hoje estão ao seu lado se referiam a você.

Pois bem, hoje tive a notícia de que o prefeito sacristão exonerou 22 pessoas sob a justificativa de controle de gastos e superação da crise.

Sei que é exigir muito do até hoje estudante de direito Lindomar um pouco de raciocínio jurídico -administrativo.

Porém irei ajudá-lo a entender que o discurso sofista e mentiroso dele não condiz com a realidade dos fatos. Conforme segue abaixo:

1. Ao passo que exonerou 22 pessoas que ganham abaixo de 1.500 reais, mantém Secretários, penduricalhos e familiares com altos cargos e salários fazendo uso do dinheiro público para manutenção de vantagens privadas e pessoais.

2. A locação de veículos no município de Uauá sempre foi algo que me causou estranheza. Logo que um prefeito é eleito, na minha querida terra, os seus comparsas e capangas compram carros de 90 e 100 mil para locar na prefeitura. No governo do padre sem batina e do advogado sem diploma não foi diferente, o mesmo mantém a locação misteriosa e fantasmagórica de sempre com um gasto mensal em média de 40 a 50 mil reais.

3. A súmula vinculante número 13 do STF proíbe a nomeação de cônjuge, companheiro ou parentes em linha reta, colateral ou por afinidade, consanguíneos ou afins para cargos em comissão ou de confiança ou de função gratificada na Administração Pública. O senhor Prefeito, Vice-prefeito e o seu Secretário de Administração e finanças um verdadeiro “Chefe da Casa Civil " e o prefeito de fato, deveria saber disso quando fez da PMU extensão da cozinha de sua casa, nomeou gato, periquito, cachorro e papagaio dos seus parentes e aderentes para cargos na prefeitura.

4. Para não me delongar muito, só resta dizer que graças a Deus, do qual você é um soldado desertor, esse poder que você tem nas mãos vai sumir tão rápido quanto manteiga em caçarola quente.

5. Sugiro que volte a estudar, pois depois de não se reeleger vai ter que trabalhar de verdade, coisa inédita em sua vida.

Canudos: Prefeito se reúne com membros da União Europeia

O Presidente do Consórcio Sustentável do Território do São Francisco (Constesf) e Prefeito de Canudos, Genário Rabelo, esteve nesta quinta-feira (19) com membros da União Europeia (UE) para discutir a implementação do Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia. O encontro aconteceu na sede da União dos Municípios da Bahia (UPB) e contou com a presença de outros prefeitos baianos que dialogaram sobre os impactos globais e ações de sustentabilidade nos municípios.

Os membros da UE buscam o comprometimento dos prefeitos com programas de baixa emissão de carbono preparando os municípios e financiando o desenvolvimento de políticas públicas para o clima e energia renovável.

“Melhorar a vida nos espaços urbanos e garantir saúde à população futura com energias limpas e renováveis é fundamental.”, afirmou o presidente do Constesf. Genário Rabelo declarou ainda interesse pelo pacto e sua importância para a população do mundo. “Garantir a preservação do meio ambiente é garantir não só a continuidade da vida mas a qualidade também. Parcerias como essa nos ajudam neste objetivo e nós a recebemos com muito interesse”, disse.

Queimadas: Governo firma parceria para o desenvolvimento rural

A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), representada pelo diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Wilson Dias, realizou, neste sábado (21), no município de Queimadas, Território de Identidade Sisal, entregas, assinaturas de convênios e de um termo de cooperação técnica e financeira que garantirá a qualificação e ampliação das ações do Pró-Semiárido, que passará a atender 600 famílias de comunidades rurais do município.

De acordo com o diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, o objetivo é fortalecer as prefeituras municipais para que as ações voltadas para o desenvolvimento rural sejam ampliadas, de modo que a construção de barragens, sistemas de abastecimento de água, e outras estruturas hídricas, somadas à distribuição de mudas de palma e de outras iniciativas da prefeitura possam se integrar às ações do Pró-Semiárido: “Queremos que as 600 famílias atendidas pelo Pró-Semiárido ampliem a produção em cadeias produtivas como a da avicultura, bovinocultura de leite, caprinovinocultura e apicultura, para gerar mais renda e melhor convivência com o semiárido”.

Foram entregues 150 mil mudas de palma, para a segurança alimentar do rebanho, três tratores com implementos agrícolas, para a mecanização dos trabalhos de preparo de solo, plantio e colheita, de agricultores familiares no município de Queimadas. Os equipamentos possibilitam o acesso à inovação tecnológica, permitindo a diminuição do esforço manual e o aumento da produtividade da agricultura familiar. Durante o evento, foi assinada ainda uma autorização para construção de seis pequenas barragens.

A agricultora familiar, Maria Barros, moradora da zona rural do distrito de Espanta Gado, é uma das beneficiadas pela implantação de um barreiro. Ela agradeceu a chegada dessa tecnologia social que permite o armazenamento de água da chuva: “Sem o barreiro a gente tinha que escolher: ou usávamos a água para o consumo da casa ou para outras coisas, mas com fé em Deus, quando chegar a chuva vamos poder plantar”.

Para o prefeito de Queimadas, André Luiz Andrade, “a SDR e a CAR tem sido parceiros de primeira hora conosco, não só pelas entregas, mas também pelo investimento na limpeza de aguadas e outras ações que trazem a melhoria na qualidade de vida do homem e da mulher do campo. Nós temos um foco muito forte na agricultura familiar”. O prefeito lembrou que o município compra até 58% de produtos da agricultura familiar para a alimentação escolar, sendo que a meta é 30%, e ressaltou: “Mesmo com todas as dificuldades nós podemos nos reinventar”.

O acordo de cooperação

O documento tem a finalidade de regulamentar a operacionalização de ações voltadas para o desenvolvimento rural, no âmbito dos projetos Pró-Semiárido, Mecanização Rural (Promer), Água para Todos, além da execução das ações para a universalização da regularização fundiária no município de Queimadas. Ao todo, serão 600 famílias beneficiadas. A iniciativa resultará em investimentos da ordem de R$ 4 milhões, que serão executados nos próximos três anos.

Acesso à Água

No Território Sisal, o programa Água para Todos/CAR/SDR investiu R$ 75.8 milhões, beneficiando aproximadamente 80 mil pessoas, com a recuperação de 12 Barragens, implantação de 20 Barreiros Comunitários, 153 Barreiros Familiares, 7.460 Cisternas de Placas, 9.037 Cisternas de Polietileno, 134 Cisternas Calçadão, 604 Cisternas de produção, 219 Limpezas de Aguada, 1.213 Melhorias Sanitárias Domiciliares, um Poço, construção de seis Sistemas de Abastecimento e recuperação de três Sistemas de Abastecimento. O município de Queimadas foi atendido com 31 Limpezas de Aguada e 75 Cisternas de Placas, beneficiando aproximadamente 461 pessoas, com investimento da ordem de R$ 212 mil.

O evento contou com as presenças do secretário de Relações Institucionais do Estado (Serin), Josias Gomes e do prefeito de Queimadas, André Luiz Andrade, além de agricultores familiares, representantes da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), e outras lideranças locais e regionais.

Ibama flagra crime ambiental em Petrolina, Afrânio e Bodocó

Uma grande fiscalização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis em Pernambuco (Ibama-PE) embargou um total de 425 hectares - mesmo número em campos de futebol - de área desmatada ilegalmente no Sertão pernambucano. Os agentes ambientais identificaram expressivas clareiras (espaços abertos em meio à vegetação) nos municípios de Afrânio, Bodocó, Petrolina e Serra Talhada, região onde prevalece o bioma Caatinga.

A Operação Mandacaru, que visa coibir a exploração e o desmatamento irregular do ecossistema, resultou na aplicação de 14 autos de infração que, juntos, somam uma multa de R$ 430 mil. O trabalho dos fiscais durou duas semanas (8 a 20 de outubro), mas o balanço foi divulgado na última sexta-feira.

O chefe de fiscalização do Ibama-PE, Amaro Fernandes, destaca que a vistoria foi exitosa porque, diferentemente das anteriores, o órgão ambiental teve apoio de imagens captadas por satélites. O método inovador é utilizado em fiscalizações feitas na Amazônia e agora está sendo replicada para toda a Caatinga nordestina

As áreas que sofreram supressão, detalha Fernandes, serviam de grandes pastos para a criação de gado. Entre as apreensões, os agentes ambientais confiscaram 319 mourões (estacas mais grossas) de aroeira, espécie endêmica da Caatinga protegida por lei federal.

Brasil terá sistema para obter detalhes do Patrimônio Natural

Em meio a índices para medir o crescimento econômico, taxas de emprego, desemprego e inflação, o Brasil terá também um sistema para mensurar o patrimônio natural. Será o Produto Interno Verde (PIV) que levará em conta recursos naturais como florestas, águas e fontes de energia.

Segundo o presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Roberto Olindo, o PIV fará parte de um extenso sistema macroeconômico de contas do país. Para obtê-lo, será necessária uma descrição detalhada dos recursos naturais como florestas, água e fontes de energia de forma a tornar possível mensurar o impacto das atividades produtivas e do crescimento econômico do país sobre esse patrimônio ecológico. Com base em tais informações, serão traçadas estratégias de desenvolvimento sustentável.

Olinto informou que o levantamento das riquezas naturais será feito em parceria entre o IBGE e órgãos de cada setor como a Agência Nacional de Águas (ANA) e o Serviço Florestal Brasileiro e a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), entre outros.

O ministro Sarney Filho destacou a importância do índice para fortalecer as ações de desenvolvimento sustentável no país. “O Brasil só tem a ganhar com essa lei, porque nos dá um norte visível de que estamos caminhando para essa economia de valorização do bem ambiental”. E completou “Estamos lutando para que essa política que valoriza o bem ambiental seja uma política adotada globalmente”.

 

 

Fonte: BlogGeraldoJosé/Ascom PMC/Ascom SDR/Agencia Brasil/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!