25/10/2017

Temporada da Jam No Mam é dedicada Às Mulheres Instrumentistas

 

Depois de ações isoladas realizadas em setembro passado para incentivar a participação de instrumentistas femininas na cena musical local, a JAM no MAM decidiu aprofundar a iniciativa e desenvolver uma temporada inteira onde as mulheres ocuparão lugar de destaque nas jam sessions baianas. O projeto JAM no MAM com as Minaestreia no próximo sábado (28), com a banda Geleia Solar recebendo a baixista Ana Karina Sebastião. O patrocínio de toda a temporada da JAM no MAM com as Mina é da Secretaria de Turismo e do Governo do Estado da Bahia, e apoio da Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado (SPM-BA). Conta também com o apoio institucional do Museu de Arte Moderna da Bahia, do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia e da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Seja integrando a Geleia Solar, banda anfitriã que sempre constrói ao lado dos músicos participantes a programação musical da JAM, ou mesmo tocando em apresentações de abertura na noite, as mulheres instrumentistas da JAM no MAM com as Mina contribuirão para a conquista de um dos grandes objetivos do projeto: o de levar um número cada vez maior de mulheres a se sentir instigadas a participar da cena musical onde a presença de instrumentistas do sexo masculino ainda é majoritária. Outra novidade da temporada é a montagem de um palco especialmente criado para improvisações de dança, aberto à participação de todos. Além de garantir a troca artística com musicistas ao logo dessas seis semanas, a JAM no MAM quer valorizar as formas com que muitas mulheres já vêm interagindo artisticamente com o projeto até então: através do canto e da dança. Afinal, lugar de mulher é onde ela quiser!

A baixista Ana Karina Sebastião é quem vai inaugurar o projeto, tocando como instrumentista integrante da banda Geleia Solar. Ela vai interagir dentro do espírito do projeto, que valoriza a improvisação e a troca musical a partir do jazz. E o palco estará aberto também a outras participantes, estudantes ou profissionais de música que, sem ensaio prévio, queiram tocar a partir das provocações musicais sempre inesperadas da JAM no MAM.

Ana Karina Sebastião é baixista de Chico César e Arrigo Barnabé, além de fazer parte do programa ‘’Conversa com Bial’’- Rede Globo.Graduada em Licenciatura em música pela Faculdade Cantareira, teve seu primeiro contato com a música aos 10 anos de idade, fazendo aulas de violão e teclado. Aos 12 anos, aproximou-se docontrabaixo elétrico, ingressando na antiga Universidade Livre de Música (ULM), hoje EMESP Tom Jobim. Hoje transita pelos mais diversos gêneros musicais, tendo tocado ao lado de grandes nomes da música nacional e internacional como Richard Bona, Tony Lindsay, Filó Machado, Arismar do Espírito Santo, Alexandre Pires, Elba Ramalho e Elza Soares, entre outros. É atuante nos principais bares e casas de shows de São Paulo e do Brasil, enquanto também desenvolve seu próprio trabalho autoral. Sua carreia inclui também participações em festivais pelo Brasil, Itália, Equador, Chile, França, Argentina e China.

Exposição com obras criadas por alunos de escola pública segue no Museu Udo Knoff

Fica em cartaz até 10/11, no Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica (Pelourinho), a exposição ‘Os Meninos do Pelô não apenas sabem tocar tambor: também apreciam música, literatura e obras de arte’ com obras criadas pelos alunos do Colégio Azevedo Fernandes. A mostra – projeto desenvolvido pelo ‘Mais Educação’, coordenado por Carla Monteiro em parceria com o museu e o LabDimus (Laboratório de Educação Digital: Museu, Arte e Cultura) - reúne 20 peças de pintura em azulejo, 12 pinturas em tela, garrafas decoradas e uma revista em quadrinhos. A visitação é de terça a sábado das 13 às 17 horas.

A coordenadora do Museu Udo Knoff, Renata Alencar, explica que esta exposição reúne obras produzidas em oficinas realizadas com os alunos do Colégio Azevedo Fernandes (também localizado no Pelourinho) incluindo alunos das aulas noturnas (que produziram as garrafas decoradas). Nas oficinas, os estudantes expressaram por meio de traços, cores, formas e imagens a leitura que fazem do mundo a partir do questionamento “O que te incomoda?” instigado pelo instrutor Pablo Coelho (estudante de Artes da UFBA); para os azulejos se inspiraram em cenas do seu cotidiano em diálogo com as obras de Carybé.

“O artista Carybé foi escolhido por ilustrar as obras de Jorge Amado e por retratar, em suas obras de arte, cenas do cotidiano, muitas delas no Pelourinho, o que remete às cenas reais protagonizadas pelos alunos do colégio. Assim, literatura e pintura se entrecruzam dando sentido à leitura que os alunos fazem da arte em diálogo com o mundo, a arte que se faz no interior do coração, a arte que inclui. Além disso, os episódios narrados no livro têm como espaço geográfico vielas, ladeiras, ruas do Pelourinho que exibem, em sua arquitetura, imponentes casarões e igrejas revestidas de azulejos trazidos de Portugal”, informa Adriana Santana, professora do colégio. Essa ação é resultado do projeto interdisciplinar que envolveu as disciplinas Artes, Língua Portuguesa e História vinculado ao projeto Mais Educação.

Salvador: Projeto valoriza cultura da infância

O projeto infantil Festa no Céu - Encontro de Valorização da Cultura da Infância -, será realizado nos dias 10, 11 e 12 de novembro, no Goethe Institut, Corredor da Vitória, em Salvador.

Promovido pelo grupo Teatro Griô, a programação oferecerá a crianças e adultos de todas as idades, a oportunidade de aproveitar atividades como narração de histórias, teatro, música, literatura oral, arte do palhaço, mágica, brinquedos artesanais, jogos populares e cultura afro-brasileira. Tudo isso através de espetáculos, oficinas, rodas de conversa, encontros com autores, sessões de histórias, brinquedos artesanais, rodas de cantigas e versos e intervenções artísticas.

Segundo os organizadores, o Encontro Artístico Festa no Céu tem o objetivo de valorizar a cultura da infância em Salvador, através da apreciação estética de espetáculos e atividades de formação artística.

•          Serviço

FESTA NO CÉU – Encontro Artístico de Valorização da Cultura da Infância;

Teatro do Goethe-Institut;

10, 11 e 12 de novembro, sexta, sábado e domingo;

Quanto:

Espetáculos: Ingresso para 01 espetáculo: 20,00 (inteira) e 10,00 (meia) por 01 ingresso;

Pacote para 03 espetáculos: 40,00 (inteira) e 20,00 (meia) por 03 ingressos;

Pacote para 06 espetáculos: 80,00 (inteira) e 40,00 (meia) por 06 ingressos.

Oficinas: Participação em uma oficina: 50,00; Participação em duas oficinas: 80,00

Apresentações no Foyer do teatro: Contribuição na Caixinha (Pague quanto quiser)

Estacionamento gratuito com acesso através do Vale do Canela.

Compra antecipada de ingressos através dos contatos: (71)98763-5293 e 99965-0040

Inscrições para as oficinas através do e-mail: teatro@teatrogrio.com.br

•          PROGRAMAÇÃO

Sexta-feira, 10 de novembro

20h – Abertura com Roda de Conversa, Roda de Cantigas e Narração de Histórias com Lydia Hortélio e Mabel Velloso;

Sábado, 11 de novembro

Das 9h às 12h - Oficina “Música da Cultura da Infância” com Lydia Hortélio;

Das 9 às 12h - Oficina “Ilustração para crianças” com Iris Pirajá;

11h - Espetáculo protagonizado por crianças “A Biblioteca Misteriosa”;

15h - Espetáculo protagonizado por crianças “A Roupa Nova do Rei”;

16h – Espetáculo Causos de Zé Bocó e Mané Preguiça;

17h – Espetáculo A Mágica do Amor;

18h - Sessão de Histórias com Panôs – Participação de Vanda Machado;

19h – Espetáculo Um Tal de Pedro Malazartes... histórias, façanhas e artes;

20h – Espetáculo Histórias de Causar Espanto!

Domingo, 12 de novembro

Das 9h às 12h - Oficina Arte de narrar histórias, com Rafael Morais;

Das 9h às 12h - Oficina Brinquedos feitos à mão, com Sálua Chequer;

11h - Espetáculo protagonizado por crianças “A Roupa Nova do Rei”;

15h – Palhaçada, Palha Cozida, com Terapeutas do Riso;

16h – Espetáculo Causos de Zé Bocó e Mané Preguiça;

17h – Espetáculo Minha Aldeia - Sessão de Histórias e Cantigas do Teatro Griô;

18h – Espetáculo Essa Toalha Tem história, com Sálua Chequer e Igor Reis;

19h – Espetáculo Um Tal de Pedro Malazartes... histórias, façanhas e artes;

20h – Espetáculo Histórias de Causar Espanto!

Participantes: Lydia Hortélio, Mabel Velloso, Vanda Machado, Sálua Chequer, Rafael Morais, Tânia Soares, Gabi Guedes, Luciano Salvador Bahia, Dalvinha Gomes, Edmar Dias, Eduardo Gonçalves, Fernando Lopes, Simone de Araújo, Iris Pirajá, Igor Reis, Alice Carvalho, Amine Darzé, Ana Emília, Andréa Coelho, Camile Viana, Clara Morais, Darluce Azevedo, Gabriela Sampaio, Helaine Ornelas, Ivana Luckesi, Josiene Borges, Layno Pedra, Lícia Brasileiro, Maria Iris, Valéria Ettinger, Victória Laens, Vania Valadares, Zidi Brandão.

Projeto CineMaterna retorna com comédia em cinema na Paralela

O CineMaterna, projeto que conta com sessões especiais de cinema para mães com bebês de até um ano e meio, está marcado para estrear nesta quarta-feira, 25, no Shopping Paralela, em Salvador. As primeiras 20 mães que chegarem com os bebês terão acesso gratuito.

A primeira sessão está marcada para acontecer às 13h30 e terá exibição do filme “A Comédia Divina”. O projeto deve continuar com sessões mensais.

A iniciativa foi preparada para proporcionar conforto e facilidades para mães e bebês, com som do filme e ar condicionado suaves, sala levemente iluminada e tapete emborrachado para os nenéns que já andam ou engatinham.

Há também trocadores dentro da sala de exibição, equipados com fraldas, pomadas e lenços umedecidos – que podem ser usados gratuitamente –, bem como um ‘estacionamento’ de carrinhos de bebês. Na ocasião, algumas voluntárias irão recepcionar o público e ajudarão em caso de necessidade.

É possível acompanhar a programação das próximas sessões do CineMaterna pelo site do projeto.

 

Fonte: SecultBa/G1/A Tarde/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!