26/10/2017

Feira: Definida programação do Novembro Negro

 

Um seminário sobre “O Racismo no Século XXI - reconhecimento, justiça e desenvolvimento”, marca as comemorações pelo Novembro Negro em Feira de Santana, dentre as ações promovidas durante todo o mês pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso). O evento será realizado no dia 28 de novembro, no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, das 8h às 17h30.

As atividades promovidas pela Sedeso dentro do Novembro Negro têm início no dia 1º, com palestra e roda de conversa promovidas pelo Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do bairro Queimadinha no Colégio Municipal Joselito Amorim, pela manhã e à tarde. A mesma programação se repete no dia 9, no Colégio Iêda Barradas Carneiro.

Já no dia 7 será a vez do CRAS Baraúnas promover palestra e roda de conversa com a comunidade em sua sede, das 15h às 17h. E no dia seguinte leva a mesma programação para a Escola Eduardo Fróes da Mota e apresentação de grupo de dança afro, das 9h às 10h30.

Também no dia 7 o CRAS Rua Nova promove palestras, apresentação do grupo juventude negra do CRAS São José e de grupo de dança afro, uma ação com produtos de beleza para as mulheres negras e outras, das 8h às 17h.

O Centro de Referência Maria Quitéria (CRMQ) também estará integrado às ações da Sedeso com a promoção de palestras, consultas, dança afro, uma ação de produtos de beleza para as mulheres negras, das 8h às 17h do dia 8 de novembro. Ainda no dia 8, o CRAS Pampalona promove palestras e outras ações com a temática população negra, das 14h às 17h.

E no dia 9, palestras e outras ações com a temática serão levadas para a Escola Estadual Padre Vieira, das 14h30 às 16h30. Enquanto isso, no dia seguinte, as ações serão levadas ao povoado de Fazenda Candeal II, no distrito da Matinha, onde serão promovidas palestras e roda de conversa com a temática Racismo do Século XXI, das 10h às 11h30.

Palestras, grupo de dança afro, uma ação de produtos de beleza para as mulheres negras e outros também serão promovidas pelo CRAS Fraternidade, no dia 11, das 8h às 17h.

No dia 13, a programação fica por conta do CRAS Mangabeira, com a programação de roda de conversa com a comunidade na sede do equipamento, com a temática do racismo no século XXI. Já no dia 16, o evento será promovido no CRAS do George Américo, com roda de conversa com a comunidade e apresentação de um filme sobre o racismo e outras, das 14h às 17h.

No dia 17, a programação segue com palestra e roda e conversa para os alunos da Escola Estadual Edite Gama Mendes de Abreu, das 15h ás 16h. No dia 20, o CRAS Expansão do Feira IX promove roda de conversa com a comunidade e apresentação de um filme sobre o racismo, das 14h30 às 16h30.

E no dia 21, das 19h30 às 20h30 será promovida palestra na Faculdade Anhanguera. Já no dia 22 será a vez do CRAS Cidade Nova promover ações, com palestras na sede do equipamento e também em escolas, além de articulação com a comunidade quilombola da Matinha.

Nos dias 24 e 25 será promovido evento público com ações conjuntas para o Novembro Negro, no Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA), e horários a serem definidos. Nestes dois dias, o CRAS São José e a Divisão da Promoção da Igualdade Racial serão parceiros das ações do Novembro Negro promovidas na comunidade quilombola de Lagoa Grande, no distrito de Maria Quitéria.

No dia 27, o palco para as ações será o Mercado de Arte Popular (MAP), onde será promovida a campanha “O racismo no século XXI”, com lançamento da campanha com presença das autoridades, das 17h30 às 20h.

Por fim, no dia 29, o CRAS Santo Antônio dos Prazeres promove palestras e outras ações, das 8h30 às 11h30. Neste mesmo dia, o CRAS São José realiza palestras, apresentação com grupo de dança e grupo juventude negra, das 14h às 17h. A mesma programação no CRAS de Humildes, Outras atividades deverão reforçar a programação, mas ainda estão sem datas definidas.

Auditores do TCU conhecem projetos de inclusão produtiva em Feira

Auditores do Tribunal de Contas da União (TCU) conhecem os projetos de inclusão produtiva desenvolvidos em Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso). Passaram o dia desta terça-feira, 24, na cidade, conhecendo as ações do Feira Produtiva, impulsionadas através de equipamentos como os Centros de Referência em Assistência Social (CRAS).

Responsáveis pela fiscalização de políticas públicas, os técnicos Giuseppe de Abreu Antonaci e Luciane Goulart conheceram o funcionamento dos equipamentos e as dificuldades para promoção das ações e também os avanços obtidos através de medidas inovadoras. “Estamos atentos não só às dificuldades como também às melhores práticas, para as pessoas se inspirarem e terem idéias de como melhorarem os trabalhos em outros municípios, descobrindo o que em outras cidades estão fazendo”, frisou Giuseppe.

Antes das visitas aos CRAS, os dois técnicos do TCU tiveram reunião com o secretário Ildes Ferreia, a equipe técnica da Sedeso e os gestores dos equipamentos. Em seguida, visitaram os Centros de Referência existentes na cidade.

Projeto de Mobilidade Urbana Sustentável começa a tomar corpo, em Feira de Santana

As secretarias municipais do Planejamento e do Transporte irão conduzir os grupos de trabalho do Projeto Sustentável de Mobilidade Urbana, Feira 2030, iniciativa que resulta do I Seminário Internacional de Mobilidade Urbana, que em março deste ano teve uma de suas etapas realizada em Feira de Santana, e que tem o apoio da Pirelli.

A escolha das pastas que ficarão encarregadas de desenhar este projeto, considerado de vital importância às políticas de mobilidade urbana que deverão ser implantadas no Município, é resultado de uma reunião ocorrida na manhã desta quarta-feira, 25, no Gabinete do prefeito José Ronaldo, com as participações do diretor de relações institucionais da Pirelli, Mário Batista, e os secretários de Planejamento, Carlos Brito, e Antônio Carlos Borges Júnior, do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico.

Esse mesmo projeto já foi desenvolvido em oito cidades no mundo, a exemplo de Bangcoc, cidades da China, em Portugal, e em Campinas. Entre as propostas apresentadas estão a implantação de ciclovias, melhorias no transporte público, e uma melhor convivência da sociedade com o trânsito.

Com o apoio institucional da Pirelli, o Projeto Sustentável de Mobilização Urbana, Feira 2030, será desenvolvido pela WBCDS - World Business Council for Sustainable Development. A próxima reunião está marcada para o dia 28 de novembro. Dela também integrará o secretário Antônio Carlos Borges Júnior, representando o Comitê Gestor do Projeto Feira 2030.

“É lamentável a forma como o Poder Público vem tratando o povo”, declara vereador

Durante discurso na tribuna da Casa da Cidadania, na sessão ordinária desta quarta-feira (25), o vereador Zé Filé (PROS) voltou a criticar o Governo Municipal pela falta de medicamentos nas unidades de saúde. Na oportunidade, o edil denunciou o bebedouro do Posto de Saúde do Conjunto Viveiros foi retirado, deixando os pacientes sem água para beber.

“É lamentável a forma como o Poder Público vem tratando o povo. Estive visitando o posto de saúde do Viveiros e percebi que naquela unidade não existe bebedouro para os pacientes beberem água. Essa é uma situação comum em diversas unidades de saúde de nosso município. Contratar uma banda musical por R$ 55 mil o Governo Municipal sabe, mas disponibilizar bebedouros nos postos de saúde, eles não fazem. Prefeito, abra os olhos, seu secretariado está querendo fazer com o senhor o que fizeram com o ex-prefeito Tarcizio Pimenta”, protestou.

Para o vereador Marcos Lima (PRP), a responsabilidade pela ausência dos bebedouros não deve ser atribuída ao gestor municipal e sim e à direção das unidades, que tem autonomia para providenciar os equipamentos.

Licitação para gestor da UPA da Queimadinha acontece dia 9 de novembro

A licitação para a escolha da instituição prestadora de serviço de saúde, para atuar em regime de gerenciamento complementar com o poder público da UPA 24h da Queimadinha, está marcada para o dia 9 de novembro.

A nova Unidade de Pronto Atendimento 24h, que está praticamente concluída, será do tipo II tem, o mínimo, 11 leitos de observação, capacidade de atendimento médio de 250 pacientes por dia e população na área de abrangência de 100 mil a 200 mil habitantes.

Vai atender moradores de vários bairros próximos da Queimadinha, como Caseb, São João Coronel J. Pinto, Kalilândia, entre outros.

A UPA oferece raio-X, eletrocardiografia, pediatria e leitos de observação. Quase 100% dos casos são solucionados na unidade. Quando o usuário chega os médicos controlam o problema e detalham o diagnóstico. Analisam se é necessário encaminhar a um hospital ou mantê-lo em observação por 24 horas.

Tem o poder de resolver grande parte das urgências e emergências, como pressão e febre alta, fraturas, cortes, infarto e derrame. Com isso, ajudam a diminuir as filas nos prontos-socorros dos hospitais. Será a segunda UPA de Feira de Santana. A primeira localiza-se na Mangabeira.

O edital encontra-se disponível no site: www.feiradesantana.ba.gov.br. Os interessados poderão obter maiores informações no Setor de Compras e Licitação, na Secretaria de Saúde, nos dias úteis, no horário das 8h às 12h e de 14h às 18h. Telefax: 3612.4557/3625.6053/3612.6610.

 

Fonte: Secom PMFS/Ascom CMFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!