29/10/2017

Bahia: Começa dia 6/11 renovação de matrícula nas escolas estaduais

 

Começa no próximo dia 6 de novembro a renovação da matrícula para os estudantes que estão matriculados e com frequência regular nas escolas da  rede estadual de ensino. O cronograma de renovação de matrícula e do período de matrícula para o ano de 2018 foi divulgado pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia no Diário Oficial do Estado, desta sexta-feira (27), através da Portaria n° 7834/2017. O período de renovação de matrícula será até 30 de novembro.

O processo será feito pela internet, por meio do Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br) ou diretamente na unidade escolar onde o aluno estuda e concluirá o ano letivo de 2017. Para a renovação, o estudante deverá recolher a carta de renovação na secretaria da escola onde ele estuda, sinalizar a intenção ou não de permanecer na unidade escolar onde está matriculado e devolver o documento para a escola. No caso de menores de 16 anos, será necessário que os pais ou responsáveis sinalizem a permanência ou não do aluno na escola e assinem o documento para a devolução. A outra opção é o estudante ou responsáveis (no caso de menos de 16 anos) utilizarem o código disponível na carta para acessar o sistema e renovar a matrícula pela internet.

Ainda em novembro, nos dias 13 e 14, será realizada a pré-matrícula para o público alvo da Educação Especial, ou seja, estudantes com necessidade educacional especial (com deficiência, transtorno global do desenvolvimento e/ou altas habilidades/superdotação), com ou sem diagnóstico comprovado, que não concluíram o ano letivo 2017 nas escolas estaduais e desejem ingressar ou regressar à rede estadual de ensino no ano letivo de 2018. Esta pré-matrícula acontecerá apenas pela internet, através do Portal da Educação.

Para a pré-matrícula, todos os campos de cadastro devem ser preenchidos, informando o tipo de deficiência que o estudante possui, se apresenta transtorno global do desenvolvimento ou altas habilidades/superdotação. O estudante inscrito na pré-matrícula da Educação Especial terá sua matrícula efetivada, somente após a entrega da documentação (original do histórico escolar, original e cópia da carteira de identidade ou certidão de registro civil e original e cópia, com data recente, do comprovante de residência) na unidade escolar que for indicada no cadastro pelo Núcleo Territorial de Educação (NTE), nos dias 25, 26 e 29 de janeiro de 2018.

A matrícula para os alunos novos ou para os alunos da rede que irão mudar de escola acontecerá em janeiro de 2018.

Estado promove ações pela alfabetização em parceria com 381 municípios

A Secretaria da Educação do Estado está desenvolvendo ações estratégicas, em parceria com 381 municípios, voltadas à alfabetização das crianças na idade certa, até os oito anos de idade. Através do Programa Estadual Pacto pela Educação e por meio do regime de colaboração com os municípios, o Estado vem realizando formação de educadores, assessoramento técnico a estes municípios que aderiam ao programa e, também, a distribuição de material didático referenciado na realidade da Bahia, para tornar o aprendizado mais lúdico para as crianças.

Só em 2017, foi realizada a formação de mais de 900 coordenadores pedagógicos de redes municipais, com foco especial para as áreas de Língua Portuguesa e Matemática no ciclo inicial (1º ao 3º ano do Ensino Fundamental). Ainda neste ano, a partir do mês de novembro, serão realizadas novas formações, envolvendo 414 municípios, no âmbito do Programa Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). A iniciativa, na Bahia, será coordenada pela Secretaria em parceria com a Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB), instituição formadora dos coordenadores pedagógicos dos municípios.

Segundo o subsecretário da Educação, Nildon Pitombo, o Pacto, que foi instituído por meio de Decreto Estadual, fortalece a política de alfabetização de crianças, favorecendo o cumprimento das estratégias correspondentes à meta 5 do Plano Nacional de Educação. “Além disso, está relacionado à meta 2, que trata da universalização do Ensino Fundamental, e à meta 7, que se refere ao aprendizado adequado na idade certa, observado a partir do índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb)”, destaca.

A Secretaria da Educação da Educação também está fomentando a criação dos Núcleos Municipais de Alfabetização e Letramento (Nalfas) nos municípios. O objetivo é realizar estudos, propor e gerir as políticas contínuas de alfabetização, em consonância com o Plano Municipal de Educação, que possam atender às demandas dos professores e gestores escolares que atuam com alunos em processo de aquisição da leitura e da escrita e alfabetização matemática.

A coordenadora de Projetos Especiais da Secretaria da Educação, Elenir Alves, destaca a importância deste alinhamento e assessoramento aos municípios. “A melhoria dos indicadores educacionais e o desempenho da rede estadual nas avaliações nacionais passam pela melhoria das redes municipais. Por isso, a Secretaria vem fazendo toda esta rede de assistência, visando melhorar os indicadores das escolas municipais. ”, destaca, ao acrescentar que o trabalho cooperado entre os entes federativos fortalece toda a politica educacional do Estado da Bahia.

Projeto Conexão Trabalho é lançado pelo Governo do Estado

Por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), o Governo do Estado lançou, neste sábado (28), o projeto Conexão Trabalho, uma caravana temática, itinerante, com serviços gratuitos para a população. A primeira edição foi no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, em Salvador. O objetivo da iniciativa é aproximar os serviços realizados pelo órgão da população.

"É chegar na comunidade trazendo esses serviços para a comunidade”, explicou a secretária Olívia Santana. Quem compareceu ao local teve acesso a serviços de intermediação de mão de obra, com oferta de 72 vagas de emprego, emissão de carteira de identidade, Passe Livre, Registro Civil e CPF, cadastro de profissionais autônomos, inscrição no Programa de Microcrédito do Estado da Bahia (CrediBahia) e atendimento ao consumidor. Nas áreas de Saúde, Beleza e Estética foram oferecidos aferição de pressão arterial, glicemia, peso, altura, atendimento pediátrico, corte de cabelo, escova, penteado e sobrancelhas, respectivamente.

Também houve uma Feira de Economia Solidária e oficinas temáticas sobre Empregabilidade, Microfinanças e Empreendedorismo. Os serviços foram executados pela própria Setre e por parceiros, como a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado (SJDHS), o Procon-BA e o Centro Universitário Unijorge.

Novas edições serão realizadas ainda este ano. De acordo com o superintendente do Trabalho da Setre, Alexsandro Reis, a próxima será no município de Alagoinhas, no dia 13 de novembro. O projeto continua em 2018, com uma edição a cada mês.

Governo da Bahia lança licitação para reforma da Sala do Coro do TCA

Foi publicado no Diário Oficial do Estado deste sábado, 28 de outubro, o edital de licitação de reforma da Sala do Coro do Teatro Castro Alves (TCA), dando início a uma nova fase do Projeto de Requalificação e Ampliação do Complexo do TCA. A informação foi divulgada pelo governador Rui Costa em suas redes sociais na manhã deste sábado. 

Palco essencial para a difusão das artes da Bahia, em especial para produções experimentais, de pequeno porte, independentes e emergentes, o espaço voltará a ser um equipamento público de ponta, a serviço de agentes culturais e públicos diversos. O investimento total será de R$ 7,5 milhões.

"Chegou a hora de iniciar mais uma etapa desse amplo projeto de requalificação do complexo do Teatro Castro Alves. Já entregamos a nova Concha e agora vamos fazer uma nova Sala do Coro para continuar nos orgulhando deste que é um dos principais equipamentos culturais do país", comentou o governador Rui Costa.

A Sala do Coro, com capacidade para até 200 pessoas, terá uma nova configuração espacial para o palco e a plateia, tendo a flexibilidade de formatos como fundamento de sua requalificação. Múltiplos arranjos serão possíveis com a instalação de praticáveis móveis, que oferecerão versatilidade cênica para criadores e novas experiências para espectadores, adaptando ao tipo que se desejar – palco italiano, arena, semiarena etc. Intervenções técnicas e de estrutura incluem toda a reformulação da sala cênica e de seu foyer, modernização dos equipamentos de sonorização, qualificação de acústica e cenotecnia, renovação do sistema de ar-condicionado, reforma dos sanitários e camarins.

Equipamento vinculado à Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), entidade da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), o TCA terá a reforma da Sala do Coro fiscalizada conjuntamente entre SecultBA e Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder).

NOVO TCA

Nos últimos anos, mais que um teatro, o TCA consolidou-se como um centro cultural vivo e dinâmico. Além do trabalho com os programas, projetos e ações, bem como do atendimento de pautas para produções variadas, um dos maiores desafios assumidos pela atual gestão está na transformação do TCA em um efetivo complexo cultural, o que deu origem ao projeto do Novo TCA.

 Em novembro de 2009, foi lançado o Concurso Público Nacional de Anteprojetos Arquitetônicos para Requalificação e Ampliação do Complexo TCA. O objetivo foi identificar a melhor proposta para requalificação de todos os espaços do TCA, tendo o Estúdio América, de São Paulo, como escritório vencedor. O Novo TCA é um projeto grandioso que potencializa a utilização do espaço físico do teatro e mantém os valores estéticos e históricos da estrutura existente, uma vez que esta se constitui num valioso patrimônio cultural soteropolitano e nacional. A reforma e ampliação se pautam em três pilares: acessibilidade, democratização e formação em cultura.

A primeira etapa de obras do projeto Novo TCA foi entregue em maio de 2016, com a requalificação da Concha Acústica, que abrangeu a construção de novos camarotes e camarins; instalação da nova cobertura do palco da Concha, na forma de uma passarela técnica; recuperação das arquibancadas (respeitando o formato original do anfiteatro); construção da casa de máquinas (central elétrica, ar condicionado, gás e demais instalações) e de um estacionamento para o público (cinco pavimentos e 300 vagas).

 

Fonte: Ascom Educação/Ascom Setre/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!