08/11/2017

Feira: Prefeitura embarga obra de passarela de colégio particular

 

As obras de uma passarela particular foram embargadas pela prefeitura de Feira de Santana nesta segunda-feira (6). O equipamento serviria para ligar os dois prédios do Colégio Helyos, situados em lados opostos na Avenida Eduardo Fróes da Mota, no bairro da Santa Mônica.

O secretário de Desenvolvimento Urbano, José Pinheiro, declarou que o colégio solicitou a construção do equipamento, mas a edificação particular em via pública não é permitida por lei. Ainda segundo o secretário, a obra da passarela prejudica os moradores que residem próximo ao colégio, além de causar impactos visuais e ambientais.

Pinheiro afirmou que esteve no local no sábado (4), avisou da possiblidade de suspensão, mas ouviu que a construção da passarela continuaria, o que o fez agilizar a suspensão.

Em resposta, o colégio informou que apresentou um projeto sobre a instalação do equipamento desde 2016 à prefeitura, mas não obteve resposta. A instituição declarou também que o a instalação é segura e moderna.

Feira: Prefeitura adia licitação de transporte alternativo

A licitação do transporte alternativo de Feira de Santana, que ocorreria nesta quarta-feira (8), foi suspensa em reunião desta segunda-feira (6).

O encontro teve a presença do prefeito José Ronaldo (DEM). Entre os pontos que impactaram no adiamento foi a questão do número de vans que circularão pela cidade.

Segundo a prefeitura, serão 105 vagas para o transporte público alternativo e complementar no município. Conforme o secretário de Transportes e Trânsito Saulo Figueiredo, nos próximos dias será amplamente divulgada, através do Diário Oficial Eletrônico e dos meios de comunicação social a nova data para realização do processo licitatório.

Vereador critica autorizações provisórias para transporte alternativo

No uso da tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na sessão ordinária desta terça-feira (07), o vereador Alberto Nery (PT) criticou o Governo Municipal pela concessão de autorização provisória para empresas fazerem o transporte de passageiros na zona rural do município. De acordo com o edil, as empresas desrespeitam o prazo de validade da autorização e permanecem fazendo linha de forma irregular.

“Não podemos concordar que o prefeito tem hoje 165 vans rodando nos distritos e ele conceda essas autorizações, chamadas ‘ZR’, que tem o prazo de 30 a 60 dias para rodarem, e os motoristas permanecem fazendo linha mesmo com as autorizações vencidas. Tem algumas empresas como a Transrural, a 2 Irmãos, uma empresa de um candidato a vereador chamado Bahia, que não prestam serviço de qualidade à comunidade, colocam pessoas desabilitadas e carros que não passam por processo licitatório”, informou.

Quanto à suspensão do processo de licitação das vans, Nery afirmou que o prefeito está penalizando os motoristas do transporte alternativo e complementar com a redução do número de vagas no processo de licitação para regularização do sistema. Segundo ele, mais de 1200 trabalhadores serão prejudicados. “Nós não vamos permitir que isso aconteça. Ele não ouve a sociedade, não faz uma discussão prévia e agora quer impor as condições dele e de seus afilhados para rodarem como querem. Nos finais de semana não tem transporte e os idosos não têm direito à gratuidade. Tudo isso acontece”, finalizou.

Orquestra Sinfônica da Uefs se apresenta no Boulevard Shopping nesta quarta-feira

A Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) irá se apresentar na quarta-feira (8), a partir das 20h, na Praça de Alimentação e estacionamento do Boulevard Shopping de Feira de Santana.

A programação oferecida pela Série Aliansce, é uma ação promovida pela Aliansce Shopping Centers, em parceria com a Orquestra Petrobras Sinfônica (Opes), que já levou música clássica gratuita para mais de oito mil pessoas e será realizada de 6 a 10 de novembro, em comemoração ao dia da Música, no dia 22 de Novembro.

Além da Orquestra Sinfônica da Uefs, os feirenses vão ter a oportunidade de assistir às apresentações das outras escolas de Música da cidade e à Opes, sob regência do renomado maestro Isaac Karabtchevsky.

Uefs sedia Congresso Baiano de Educação Inclusiva a partir desta quarta-feira

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) sedia, no período desta quarta (8) a sexta-feira (10), o 5º. Congresso Baiano de Educação Inclusiva (CBEI). Organizado desde o ano de 2007, pelas instituições públicas de ensino superior (IES) do Estado da Bahia, com o intuito de fomentar discussões a respeito do processo de inclusão nos contextos socioeducacionais, o evento integra estudos, pesquisas e práticas vivenciadas no universo educacional, tanto no âmbito da academia quanto da escola básica, e vem se constituindo em um movimento de profissionais da educação e pesquisadores que atuam nas áreas de conhecimento relacionadas à Educação Especial/Inclusiva, sendo realizado a cada dois anos.

A programação tem início na quarta-feira, às 9h30, no Auditório Central da Uefs. A partir das 10h, ocorrerá a Conferência de Abertura, com a palestrante Drª Valdelúcia Alves da Costa, da Universidade Federal Fluminense (UFF). O tema desta atividade será 'Educação Inclusiva: saberes, práticas e emancipação'.

A 5º. edição do CBEI tem a proponência da Uefs, através da Pró-reitoria de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (Propaae), Pró-reitoria de Graduação (Prograd), Pró-reitroria de Extensão (Proex) e do Departamento de Educação (Dedu), por meio do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Especial (GEPEE), contando com a parceria das IES estaduais e federais baianas e de outras instituições.

Seguindo a linha das edições anteriores, o CBEI vai contemplar campos discursivos na área da educação inclusiva, propondo conferências, mesas, comunicações orais, minicursos e pôsteres sobre temas específicos, que deverão orbitar em torno dos seguintes eixos temáticos: Políticas Públicas para a Inclusão Educacional; Preconceito, Violência e Emancipação do Sujeito; Deficiência / Diferença em uma Abordagem Socioantropológica; Formação Docente e Educação Inclusiva: saberes e práticas; Contextos culturais, tecnologias e acessibilidade; Diversidade étnico-racial, de gênero e de condições de saúde nos espaços educacionais; Deficiência e sociedade; Pesquisas e práticas em Educação Especial/Inclusiva.

“PM fechou todos os módulos policiais da cidade”, afirma vereador

O líder governista, Luiz Augusto de Jesus- Lulinha (DEM), em pronunciamento na tribuna da Casa da Cidadania, na sessão ordinária desta terça-feira (07), questionou o fechamento dos módulos policiais em Feira de Santana. O edil lamentou os altos índices de criminalidade registrados no município.

“São muitas as reclamações sobre a falta de segurança pública em nosso município. O Governo do Estado fechou todos os módulos policiais da cidade para não contratar mais policiais e nem realizar novos concursos públicos. Fecharam o módulo do Centro de Abastecimento e quase todos os dias ocorrem mortes naquele equipamento, fecharam o módulo da Conceição e de outros lugares. Essa atitude só tem incentivado o crescimento da violência na cidade”, criticou.

Para o vereador Alberto Nery (PT), os módulos policiais não representavam a garantia da segurança pública às comunidades. “Os módulos não tinham eficiência. Precisamos de policiais para fazerem rondas pelos bairros e coibir a ação dos marginais”, afirmou.

LICITAÇÃO

Ainda no uso da tribuna, o vereador Lulinha voltou a afirmar que o prefeito municipal determinou o adiamento da licitação para o transporte alternativo e complementar com a finalidade de realizar análise sobre o processo. “O prefeito está analisando, dentro do que rege a lei, como melhor atender a comunidade sem prejuízos. A licitação não foi cancelada, mas sim suspensa para o governo estudar quais mudanças poderão ser feitas”, explicou.

Inaugurada Quadra Coberta da Escola Ana Maria Alves no Feira X

Os alunos da Escola Municipal Ana Maria Alves dos Santos, no Conjunto João Durval Carneiro, o Feira X, comemoraram com apresentações de música e uma partida de futsal a inauguração da Quadra Coberta com Vestiário Leonardo Tairone Pereira de Souza, equipamento destinado a práticas esportivas e à socialização da comunidade.

A obra é resultado de um convênio firmado entre a Prefeitura Municipal e o Governo Federal, e conta com as mesmas características arquitetônicas de uma outra quadra inaugurada, semana passada, anexa a Escola Municipal Antônia da Costa, no bairro Santa Mônica.

O espaço conta com vestiários, dois lances de arquibancada, alambrados e refletores. A diretora do educandário, Elaine Cristina Santos Machado, agradeceu ao governo municipal por ter atendido os apelos da comunidade escolar, conclamando os alunos a preservar o equipamento.

A secretária de Educação, Jayana Ribeiro, lembrou que a Quadra Coberta "é uma extensão pedagógica que a comunidade escolar passa a contar e que todos têm o dever de zelar".

A ausência da ação do governo estadual no Feira X, nos últimos onze anos, foi observada pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho ao lembrar que, ao lado do ex-governador João Durval Carneiro, lançou a pedra fundamental que originou o conjunto residencial.

Ronaldo elencou uma série de obras que, ao longo dos anos, contribuíram para a transformação urbana do Feira X. Ele citou como exemplo a implantação do esgotamento sanitário, escolas públicas, e uma Policlínica que serve como referência no setor, atendendo, inclusive, às demandas de saúde de cidades circunvizinhas.

De forma ecumênica, o ato contou com representantes das igrejas católica e evangélica, e foi prestigiado pelo vice-prefeito Colbert Martins, a professora Ana Maria Alves dos Santos, patronesse da instituição, o suplente de deputado Zé Chico; vereadores Isaias de Diogo, João Bililiu, Cadimiel Pereira, Luiz Augusto de Jesus; os secretários Sergio Carneiro, do Meio Ambiente, e Nal Santana, das Relações Institucionais, e o Chefe de Gabinete, Mário Borges.

 

Fonte: BN/Ascom CMFS/Ascom UEFS/Secom PMFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!