09/11/2017

Ilhéus: Hospital Costa do Cacau será gerido por Instituto goiano

 

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) publicou no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (8), o resultado da seleção pública que definiu a Organização Social que administrará o Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, no sul da Bahia.

O Instituto Gerir foi o selecionado e, na condição de uma das maiores Organizações Sociais de Saúde do País, traz a experiência de administrar 14 unidades públicas de saúde nos estados de São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Maranhão e Paraíba. A entidade será a responsável pela seleção e contratação da mão de obra para a unidade.

Além dos órgãos de controle dos estados com os quais celebra contratos, o Gerir, por iniciativa própria, é auditado pela BDO - uma das maiores empresas desse setor no mundo. A contabilidade e os recursos humanos estão sob responsabilidade da Grant Thornton. O Gerir também é a única organização social brasileira com regras de compliance, um conjunto de procedimentos que visa a garantir o cumprimento de regras e normas legais de um determinado setor.

Na Bahia, o Instituto Gerir terá que cumprir metas estabelecidas pela Sesab como, por exemplo, realizar, no mínimo, 5.250 atendimentos médicos de urgência na Atenção Especializada e 933 internamentos. Considerando que todos os indicadores de produtividade sejam alcançados, o Governo do Estado remunerará a instituição em até R$ 5,347 milhões por mês.

ILHÉUS GANHA LEI DE INCENTIVO À DOAÇÃO DE SANGUE

Nessas segunda-feira (6), a Prefeitura de Ilhéus publicou a lei nº 3.886, aprovada pela Câmara de Vereadores, que incentiva à doação voluntária de sangue.

Conforme a lei, o doador de sangue terá direito à isenção da taxa de inscrição em concurso público para provimento de cargos ou emprego público, efetivos ou temporários da administração municipal, além de instituições ligadas ao governo de Ilhéus.

Os servidores municipais terão direito a um dia a mais de férias por cada doação realizada no ano, com o limite de três doações anuais.

Ainda segundo a lei, os órgãos realizadores da coleta de sangue deverão “emitir certificado de doação voluntária ao doador, em que conste nome completo, números da carteira de identidade e do CPF, data da doação, carimbo do órgão assinatura do responsável técnico e o histórico de coletas realizadas”.

PROFESSORES DA UESC APROVAM NOVA PARALISAÇÃO

Nesta terça (7), em assembleia, professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) decidiram que vão paralisar as suas atividades no próximo dia 28, uma terça-feira. Docentes das outras três universidades estaduais baianas (UESB, UNEB e UEFS) também aderiram ao movimento, cujo objetivo é “pressionar o governo Rui Costa a negociar a pauta da categoria”, conforme informação da Associação dos Docentes da UESC (ADUSC).

Segundo a ADUSC, os professores “exigem o cumprimento dos direitos trabalhistas, reajuste salarial de 30% e ampliação do orçamento para atender as necessidades finalísticas das universidades”.

Ainda de acordo com o sindicato, a categoria vai realizar uma reunião ampliada às 14 horas da próxima terça-feira (14), quando “a participação de todos os associados” será “fundamental”.

Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação em Itabuna

O Núcleo Territorial de Educação vai realizar, nesta quinta-feira (9), a III Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação. O evento acontece das 8h às 17h, no Colégio Modelo de Itabuna, a Escola Cultural, e contará com a participação de alunos , professores, comunidade escolar e da população.

Os organizadores Poliana Viana, Cíntia Bezerra e Luiz Carlos Araújo Ribeiro afirmam que o objetivo é fazer com que o aluno da educação básica tenha contato com a iniciação científica para que, quando ele chegar à universidade, já seja conhecedor dos critérios e estruturas de um trabalho científico. Outro objetivo é desenvolver o protagonismo juvenil, onde o jovem tenha um contato mais próximo com a realidade da sua comunidade e, a partir daí, realize pesquisas, não pegar um conhecimento pronto e acabado e sim desenvolver sua autonomia para produzir seu próprio conhecimento.

“É um momento em que o aluno quer ser visto, ouvido e também avaliado, para saber o que as pessoas e os avaliadores credenciados acharam do seu trabalho, diz o professor Luiz Carlos Ribeiro, formador regional do Programa Ciência na Escola da Secretaria da Educação da Bahia.

Serão apresentados mais de 50 projetos, dos mais diversos municípios que compõem o território Litoral Sul, como “A crise hídrica em Almadina”, pelos alunos do Colégio Estadual Senador Luiz Viana Filho; e “Reciclando e reutilizando os resíduos sólidos”, com os do Colégio Estadual Presidente Médici.

De acordo com a diretora do NTE 5, professora Josefina Castro, “a feira contribui para formação básica do aluno, pois esse tipo de evento é um disseminador de idéias, os alunos aprendem sobre como poupar e reutilizar materiais , valorizar as questões ambientais e desenvolve o interesse à internalização do conhecimento”. “O aprendizado é prático e mais real, é também um estímulo à pesquisa e à exposição do trabalho”, destaca.

Projeto itinerante de cultura atende Coaraci com oficinas e intervenções artísticas

A população de Coaraci será contemplada com oficinas e atividades artísticas do projeto itinerante do Fórum de Agentes, Empreendedores e Gestores Culturais do Território Litoral Sul (FAEG-Sul), nesta quinta-feira, 9.

As atividades serão realizadas no Clube Social, localizado à Rua Juvêncio Pery Lima, s/nº, centro, das 9 às 16 horas.

Inscrições para as oficinas (restritas a 30 vagas cada) já estão disponíveis pela internet, por meio do link http://faegsulba.blogspot.com.br/p/inscricao-oficinas.html.

O projeto conta com apoio financeiro do Governo do Estado, (Edital Nº 24/Territórios Culturais), por meio do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia e apoio institucional da Prefeitura Municipal de Coaraci, Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc) e Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Estadual de Santa Cruz (Proex/UESC).  Já passou por Itapé, Santa Luzia, Itapitanga, Mascote, Almadina, São José da Vitória, Maraú e Pau Brasil. Após Coaraci, segue para Itaju do Colônia (14 de dezembro), encerrando as atividades.

A programação da manhã começa com mostra cultural, fala das autoridades municipais e representantes das instituições apoiadoras do projeto e encerra com diálogo sobre o tema “As lutas e os caminhos pela promoção da igualdade racial”, mediada por Egnaldo França, especialista em Gestão Cultural pela UESC, historiador e fundador do grupo afro Encantarte. À tarde, acontecem as oficinas de “Audiovisual” e “Elaboração de Projetos”, no mesmo espaço.

Oficinas

A oficina de “Audiovisual” será dirigida pelo especialista em Gestão Cultural e comunicólogo, Victor de Aziz, atual presidente do FAEG-Sul. Ele trabalha com produção de conteúdo audiovisual e gestão de projetos no Nuporart (Núcleo de Produções Artísticas - www.nuproart.com.br). O conteúdo inclui história da fotografia, princípios da imagem em movimento, conceitos de obturador, diafragma, ISO, pixel, composição da imagem, enquadramentos e desenvolvimento de roteiro através de fotografias.

A oficina “Elaboração de Projetos” será ministrada conjuntamente pela produtora executiva Fabiane Ribeiro, e comunicóloga Thais Motta, ambas alunas da pós-graduação em Gestão Cultural pela Uesc. Tem como objetivo despertar nas pessoas o espírito empreendedor, pondo suas ideias e sonhos em prática, orientando-as para a elaboração projetos e captação de recursos em iniciativas de âmbito cultural.

  • Serviço:

Projeto FAEG-Sul Itinerante 2017.

Data: 9 de novembro de 2017 -  9 às 16 horas.

Local: Clube Social de Coaraci. Rua Juvêncio Pery Lima, s/nº, centro

Entrada gratuita

COARACI: PREFEITO ADOTA MEDIDAS PARA REDUZIR CUSTOS DA ADMINISTRAÇÃO

O prefeito da cidade de Coaraci, Jadson Albano, anunciou algumas medidas para conter despesas e enfrentar a situação de crise que assola todo o país e escorre para os municípios.

As ações visam readequar o fluxo de caixa com a realidade da receita e diminuição de repasses federais, a expectativa do governo é de conter gastos e realizar o pagamento da folha de 13° salário.

De acordo com o chefe do executivo municipal, foram revisados os contratos de prestação continuada além da junção de algumas secretarias, como por exemplo, a Secretaria de Planejamento passa a fazer parte da Secretaria de Administração e Secretaria de Saúde fundiu com a Secretaria de Governo.

“Essas mudanças foram realizadas com responsabilidade visando os ajustes do cofre público, revisamos os contratos e para fazer a economia decidimos cortar alguns gastos ligados a essas pastas”, explicou Jadson.

 

Fonte: Ascom Sesab/BlogdoGusmão/Ascom Educação/SecultBa/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!