12/11/2017

Jornada de Dança da Bahia celebra o papel revolucionário dos artistas

 

Todo artista é um revolucionário. Com esse mote, será realizada até o próximo dia 15, a Jornada de Dança da Bahia. Na sua a nona edição, o evento será sediado em diversos espaços, como o Teatro Gregório de Mattos, Teatro Castro Alves, Goethe-Institut Salvador-Bahia, Palacete das Artes. Toda a programação é voltada para artistas, professores, estudantes, crianças e os amantes da dança. Realizado pela Escola Contemporânea de Dança, tem a direção da dançarina Fátima Suarez.

No total, a jornada será composta de 14 espetáculos de dança moderna e contemporânea – 11 deles com entrada franca. Além disso está programada  a ação Infância e Movimento, com duas oficinas gratuitas voltadas para crianças, e o V Fórum de Educadores de Dança, com o objetivo específico de promover o aprimoramento do ensino da dança. Nesta edição, há ainda uma novidade: duas residências artísticas, para contribuir para a qualificação de bailarinos selecionados e criar coreografias que serão apresentadas na própria programação.

Entre os participantes estão os norte-americanos Clyde Morgan, especialista em danças africanas, e Lori Belilove, dançarina e diretora artística da Isadora Duncan Dance Foundation. Outra presença ilustre é de uma dama da dança brasileira, Angel Vianna, uma das pioneiras da dança contemporânea no país, que, aos 89 anos de vida, 70 deles dedicado à arte e à educação, ainda demonstra a vitalidade de seu talento, em cena e na formação de bailarinos.

MOSTRA ARTÍSTICA

No sábado, dia 11 de novembro, das 15h às 18h, o Goethe-Institut Salvador-Bahia recebeu a Biblioteca de Dança, de Neto Machado e Jorge Alencar (BA). Neste trabalho, artistas da dança conversam com o público, compartilhando coreografias que marcaram suas vidas. Cada dançarino participante é como um livro vivo que está disponível para oferecer diferentes “contações dançantes de história”, de modo íntimo e relacional.

Na noite do sábado, a programação continua com uma sessão dupla, a partir das 19h, no Teatro Gregório de Mattos, unindo Sr. Will, da Giro8 Cia. de Dança (GO), e A Sagração da Primavera, da Jorge Silva Cia. de Dança (BA). A obra Sr. Will leva à cena seis bailarinos e uma máquina manipulada e manipuladora para discutir como as relações humanas se constroem e se modificam no contexto contemporâneo, alertando para a necessidade de dar voz ao desejo, sem limitações ou preconceitos. Já A Sagração da Primavera, clássico criado nos anos 1910, tem uma versão baiana que destaca a discussão sobre machismos e as responsabilidades de intervir nas emergências sociais.

No mesmo dia, ainda tem o Balé Teatro Castro Alves (BTCA), companhia pública de dança da Bahia, no palco do Teatro Castro Alves, às 21h. O espetáculo se repete no domingo, dia 12, às 20h, com ingressos a R$ 20 e R$ 10. Mais recente coreografia do BTCA, Lub Dub, criação do sul-coreano Jae Duk Kim, é uma intensa alternância de movimentos de tração e estremecimento, dinamismo e relaxamento, ritual e contemporâneo. Os dançarinos têm a percussão como motivação sonora e física.

No fim de tarde de domingo (12), às 17h, no Goethe-Institut Salvador-Bahia, João Rafael Neto (BA) apresenta Bolero de 4, que faz um diálogo entre os princípios da dança contemporânea e as técnicas esportivas de bicicleta BMX. Esta mistura estética desloca o esporte para o ambiente artístico e vice-versa, ao som do Bolero de Ravel. Em seguida, às 19h, no Teatro Gregório de Mattos, o INVenteEXperimente (INVEX), realização já tradicional da Jornada, reúne cenas coreográficas de jovens talentos identificados em audiências públicas, revelando novas faces da dança baiana.

Comemorando 10 anos de história, o Balé Jovem de Salvador (BA) estreia Nocorpodacidade na segunda-feira, 13 de novembro, às 17h, em praças públicas: começando no Largo dos Aflitos (Aflitos) e seguindo para a Praça Dois de Julho (Campo Grande). A proposta olha para Salvador através de monumentos históricos, onde o corpo de baile realiza instalações de dança.

Na véspera do feriado, dia 14 de novembro (terça-feira), às 19h, o Teatro Gregório de Mattos volta a receber uma dobradinha, com Isaura Suélen Tupiniquim Cruz, de Isaura Tupiniquim e Leonardo França (PB/BA), e Mosaico, de Clyde Morgan (EUA). Isaura Suélen Tupiniquim Cruz pode ser tanto um espetáculo de dança contemporânea quanto uma espécie de coreo-show-desfile ou uma dança de uma mulher-bomba. Mosaico é uma interação construtiva com dançarinos de diversas experiências, estilos e idades, cada um trazendo sua história e capacidade criativa, resultante da residência de bailarinos do Balé Jovem de Salvador com Clyde Morgan.

No último dia, 15 de novembro, um espetáculo voltado para crianças de 6 a 10 anos ocupa o Palacete das Artes, às 16h30. Pequenices: minipeça viajante de dança, de Fernanda Bertoncello Boff (RS), tem o tema “viagem” como mote e, como um jogo, convida as crianças a “viajar nessa dança”. Às 17h30, no mesmo local, O Vilarejo de Blacksbird (Prólogo), da Katharsis Cia. de Dança (BA), explora o imaginário numa história que se passa em um vilarejo e que aborda temas relacionados ao cotidiano de uma família em conflito, utilizando a linguagem do contemporary jazz.

Fechando a IX Jornada, às 20h do dia 15, no Teatro Castro Alves, A Jornada do Quixote, encenada pelos alunos da Escola Contemporânea de Dança, é inspirada no livro D. Quijote de La Mancha, de Miguel de Cervantes. Na abertura desta noite encerramento, Lori Belilove (EUA) e Contemporânea Ensemble (BA) se unem para apresentar Impressões da Rússia, com coreografias de Isadora Duncan, remontadas durante residência artística. Ingressos variam entre R$ 20 e R$ 70.

FÓRUM DE EDUCADORES DE DANÇA

Pelo quinto ano consecutivo, de 12 a 15 de novembro, a Jornada de Dança promove o Fórum de Educadores de Dança, que realiza um intercâmbio de experiências vividas em diferentes contextos, mas conectadas pelo interesse de se abranger repertórios diversos, questionar paradigmas, aprofundar o conhecimento e qualificar a prática. Na grade, estão oficinas, reservadas aos participantes inscritos, e bate-papos, abertos ao grande público. Neste ano, oito profissionais convidados compartilham seus conhecimentos: Ana Vitória (RJ), Angel Vianna (RJ), Clyde Morgan (EUA), Denny Neves (BA), Gisela Tapioca (BA), Lori Belilove (EUA), Matias Santiago (BA) e Tânia Bispo (BA). Profissionais de diversas origens, selecionados ao longo dos processos mantidos por todo o ano, participam desta ação, que é integralmente gratuita.

INFÂNCIA E MOVIMENTO

Refletindo a conduta da Escola Contemporânea de Dança, realizadora da Jornada de Dança da Bahia, o evento sistematiza em uma frente de atuação atividades de iniciação artística para crianças. As oficinas são gratuitas, sem necessidade de inscrição prévia: Oficina de Dança Moderna, com Lori Belilove (EUA), que oferece conhecimento e estudo iniciais no vocabulário do movimento e na filosofia da arte de dançar de Isadora Duncan, e Oficina de Musicalização, com Gabriel Macêdo e Caroline de Jesus (BA), com músicas de roda, histórias e instrumentos, para bebês a partir de três meses e crianças de até 12 anos.

  • Serviço:

IX JORNADA DE DANÇA DA BAHIA

Quando: 10 a 15 de novembro de 2017

Onde: Centro Espanhol (Av. Oceânica, 1404 – Ondina)

Escola de Dança da Funceb (Rua da Oração, 1 – Pelourinho)

Goethe-Institut Salvador-Bahia (Av. Sete de Setembro, 1809 – Corredor da Vitória)

Palacete das Artes (Rua da Graça, 289 – Graça)

Teatro Castro Alves (Praça Dois de Julho, s/n – Campo Grande)

Teatro Gregório de Mattos (Praça Castro Alves, s/n – Centro)

Praças de Salvador: Largo dos Aflitos (Aflitos) e Praça Dois de Julho (Campo Grande)

Quanto: Programação gratuita

Exceção para os espetáculos no Teatro Castro Alves

“Lub Dub”: R$ 20 e R$ 10

“Impressões da Rússia” + “A Jornada do Quixote”:

R$ 70 e R$ 35, filas A a Q; R$ 50 e R$ 25, filas R a Z2; R$ 40 e R$ 20, filas Z3 a Z12

5º FÓRUM DE EDUCADORES DE DANÇA

12/11 (dom) | 9h às 12h | Teatro Castro Alves | Para participantes inscritos

Oficina com Denny Neves (BA)

12/11 (dom) | 15h às 17h | Goethe-Institut Salvador | Aberto ao público, gratuito

Bate-papo: “Relatos de experiências”, com artistas da capital e interior da Bahia

13/11 (seg) | 9h às 11h | Teatro Castro Alves | Para participantes inscritos

Oficina com Lori Belilove (EUA)

13/11 (seg) | 11h às 14h | Teatro Castro Alves | Para participantes inscritos

Oficina com Angel Vianna (RJ)

13/11 (seg) | 15h às 17h | Goethe-Institut Salvador | Aberto ao público, gratuito

Bate-papo: “Dança com melanina: qual a cor da sua dança?”, com Clyde Morgan (EUA) e Tânia Bispo (BA). Mediação: Matias Santiago (BA)

14/11 (ter) | 9h às 12h | Teatro Castro Alves | Para participantes inscritos

Oficina com Clyde Morgan (EUA)

14/11 (ter) | 15h às 17h | Goethe-Institut Salvador | Aberto ao público, gratuito

Bate-papo: “Métodos e sistemas artístico-pedagógicos” + lançamento do livro “Uma biografia da dança contemporânea”, com Angel Vianna (RJ) e Ana Vitória (RJ). Mediação: Gisela Tapioca (BA)

15/11 (qua) | 9h às 12h | Teatro Castro Alves | Para participantes inscritos

Oficina com Ana Vitória (RJ)

RESIDÊNCIAS (para participantes selecionados)

10/11 a 13/11 (sex a seg) | 9h às 12h | Teatro Castro Alves

Residência com Clyde Morgan (EUA), para criação da peça “Mosaico”

10/11 a 13/11 (sex a seg) | 14h às 17h | Teatro Castro Alves e Centro Espanhol

Residência com Lori Belilove (EUA), para criação da peça “Impressões da Rússia”

INFÂNCIA E MOVIMENTO

14/11 (ter) | 15h às 16h30 | Escola de Dança da Funceb | Aberto a crianças, gratuito

Oficina de Dança Moderna com Lori Belilove (EUA)

15/11 (qua) | 15h às 16h | Palacete das Artes | Aberto a crianças, gratuito

Oficina de Musicalização com Gabriel Macêdo e Caroline de Jesus (BA)

MOSTRA ARTÍSTICA

12/11 (dom) | 17h | Goethe-Institut Salvador-Bahia | Gratuito

“Bolero de 4”, João Rafael Neto (BA)

12/11 (dom) | 19h | Teatro Gregório de Mattos | Gratuito

“INVenteEXperimente (INVEX)”, artistas da capital e interior da Bahia

13/11 (seg) | 17h | Largo dos Aflitos e Praça Dois de Julho (Campo Grande) | Gratuito

“Nocorpodacidade”, Balé Jovem de Salvador (BA)

14/11 (ter) | 19h | Teatro Gregório de Mattos | Gratuito

“Isaura Suélen Tupiniquim Cruz”, Isaura Tupiniquim e Leonardo França (PB/BA) + “Mosaico”, Clyde Morgan (EUA)

15/11 (qua) | 16h30 | Palacete das Artes | Gratuito

“Pequenices: minipeça viajante de dança”, Fernanda Bertoncello Boff (RS)

15/11 (qua) | 17h30 | Palacete das Artes | Gratuito

“O Vilarejo de Blacksbird (Prólogo)”, Katharsis Cia. de Dança (BA)

15/11 (qua) | 20h | Teatro Castro Alves

R$ 70 e R$ 35, filas A a Q; R$ 50 e R$ 25, filas R a Z2; R$ 40 e R$ 20, filas Z3 a Z12

“Impressões da Rússia”, Lori Belilove (EUA) e Contemporânea Ensemble (BA) + “A Jornada do Quixote”, Escola Contemporânea de Dança (BA)

 

Fonte: Correio/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!